Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

17
Jan18

Criar ilusões no Eurovisão? Não concordo!


O Informador

rita ferro rodrigues.jpg

Muitos foram os famosos e anónimos, como eu, que comentaram a decisão de Portugal colocar na apresentação do Festival Eurovisão da Canção 2018, a decorrer no nosso país pela vitória do ano passado de Salvador Sobral, um quarteto somente composto por mulheres. Foi o caso de Rita Ferro Rodrigues que concorda com a escolha das quatro apresentadoras, não entendendo é o facto de não existir um rosto negro entre as escolhas da RTP. 

Se na minha opinião ver Catarina Furtado, Daniela Ruah, Filomena Cautela e Sílvia Alberto juntas na condução deste evento é um erro pela desnecessidade de existir dispersão na apresentação, sendo depois um erro não ter entre estes nomes um dos rostos masculinos do canal, já para a apresentadora do ainda existente, mas já com dia final marcado, Juntos à Tarde, da SIC, a questão é somente outra.

Líder do movimento e da plataforma Capazes, Rita Ferro Rodrigues comentou o facto da escolha ter recaído somente em «mulheres brancas». Foi pela sua conta no Twitter que a apresentadora relembrou que em «2017 foram só homens a apresentar a final da Eurovisão, 2018 só mulheres. Nada a apontar», mostrando apoio ao ver quatro mulheres na condução do evento, tal como tanto defende, não dando assim hipótese à igualdade de género que Portugal não quer mostrar à Europa. O que Rita não percebe e acha como «grave é o facto de ambos os painéis serem compostos apenas por pessoas brancas. Por tudo o que isto significa ao nível das oportunidades e da representatividade. Falamos sobre isso?». 

Podemos falar sobre isto sim! Como é que queriam que a RTP apostasse para um evento especial em algo que não faz ao longo do ano? Quantos apresentadores de cor negra é que a estação pública tem nos seus principais programas para agora, de um momento para o outro, poderem ser aposta num evento que toda a Europa vai transmitir? Pelo que percebo neste comentário da apresentadora, a vontade era que a direção do canal e Portugal, por consequência, mostrasse aos outros que um dos principais rostos televisivos do canal público tem outro tom de pele, o que não acontece. Existem jornalistas que representam outras nações, mas não são os principais pilares que dão a cara diariamente pelo canal que se diz ser «de todos nós» e se assim é não há que depois tentar mascarar numa situação especial algo que não acontece perante os olhos dos telespetadores que passam os seus olhos pela programação do canal. 

09
Jan18

Festival das Mulheres


O Informador

cataria furtado filomena cautela silvia alberto da

A RTP revelou agora, após muitas especulações, quem serão os rostos escolhidos para apresentarem o Festival Eurovisão 2018 que este ano acontecerá em Portugal após a vitória de Salvador Sobral. Surpreendendo em parte pela escolha, a direção do canal revela assim que além de serem quatro os rostos anfitriões do espetáculo, ainda conseguiram entregar a emissão somente a mulheres. Se concordo? Não!

Percebo a escolha de Catarina Furtado, o principal rosto feminino da RTP, e de Filomena Cautela por estar ligada nos últimos anos ao Festival e aos eventos musicais com transmissão no canal. Agora chamarem Sílvia Alberto e ainda mais surpreendentemente Daniela Ruah? A Daniela surge por ser um rosto internacional, não entendendo tal necessidade, quando o interesse da Eurovisão são os representantes que cada país envia como concorrentes e não os anfitriões do espetáculo. E depois a Sílvia Alberto para quê? É que será só mais uma apresentadora que não irá dar nada de especial à emissão, só mesmo atrapalhar! Quatro apresentadoras que pouco destaque têm na emissão e que se irão ofuscar assim entre si de forma completamente desnecessária!

Outro destaque negativo que dou a esta escolha é o facto de serem quatro rostos os escolhidos e por acaso nenhum ser do sexo masculino. Se fossem dois os apresentadores ainda aceitava a escolha de duas mulheres, dois homens ou um par misto. Agora em quatro escolhas nem uma ser um homem? A direção da RTP quer mostrar defender o feminismo perante a Europa com esta escolha ou não acredita nos seus apresentadores masculinos para assumirem um destes quatro lugares?

28
Jun17

Salvador Sobral, o Triste


O Informador

«Vou mandar um peido para ver o que acontece». Esta foi a frase proferida por Salvador Sobral durante a sua participação em palco no evento em memória das vítimas dos fatídicos incêndios de Pedrógão Grande quando o público sempre aplaudia tudo o que o cantor fazia e entoava em palco. Se era necessária esta reação? Não, de todo!

Mais uma vez e porque está mais que provado que não sabe lidar com a fama e com os aplausos, Salvador voltou a colocar o pé na argola e só podia sair disparate. Como é que um artista em palco, perante milhares de pessoas que encheram o MEO Arena e os milhões de espetadores que assistiram ao Juntos Por Todos através da televisão consegue descer tão baixo e ser hipócrita a este ponto?

O que aconteceu a meio da atuação do jovem foi daquelas coisas que qualquer artista que se preze e que quer vingar não ousa sequer pensar. Como é que o Salvador voltou a falhar num evento nacional e com todo o à-vontade do mundo? Esta atitude mostra que para além de não saber lidar com o estrelato consegue ainda ser mal intencionado com o público que o tem acarinhado ao longo dos últimos tempos por ter sido o vencedor do Eurovision. 

Assisti em direto a este momento decadente de um jovem que não deverá ter grande futuro pelos principais palcos se continuar a seguir esta sua linha de gostar de fazer tudo à sua maneira, o que até acho bem, mas que depois não consegue lidar com o sucesso que alcançou. Foi um mau momento, por si, pelo público e acima de tudo pelo evento em que aconteceu. Quando ouvi e percebi o riso do público no recinto do espetáculo pensei que não tinham ouvido bem o que tinha sido dito porque deu-me a sensação que a frase até entusiasmou a continuação dos aplausos, mas afinal pelas redes sociais os comentários negativos não se fizeram esperar e em boa hora Portugal caiu em cima de Salvador pelo seu comportamento, que tal como outros artistas, deixa muito a desejar numa pessoa que é o ídolo de milhares de crianças e não só. 

27
Jun17

Juntos por Todos - 760 200 200


O Informador

juntos por todos.jpg

Após os incidentes na zona de Pedrógrão Grande onde dezenas de pessoas perderam a vida ao fugirem das chamas e centenas de famílias viram as suas casas e bens serem destruídos, os artistas, as rádios e as televisões nacionais uniram-se em torno de uma missão. Juntos por Todos será a homenagem às vítimas dos incêndios e que irá juntar vinte e cinco artistas em palco, vários rostos dos principais canais televisivos e centenas de personalidades num só espaço para ao lado do público unirem esforços no sentido de ajudar quem mais precisa neste momento. 

Hoje, Terça-feira, 27 de Junho de 2017, no MEO Arena, em Lisboa, todas as receitas que forem feitas através do espetáculo Juntos por Todos no recinto com os bilhetes para poderem assistir no local já todos vendidos, existindo bilhetes solidários para quem quer contribuir e ver em casa, sendo que também é possível ligar para o número 760 200 200, que já se encontra disponível para ajudar e sem que o valor do IVA seja cobrado, uma medida logo colocada em prática pelo Governo excecionalmente para esta situação. As receitas irão reverter a favor da União das Misericórdias que depois terá o poder de o atribuir a quem mais precisa pela zona dos fatídicos incêndios. 

64 mortos e mais de 200 feridos num dos maiores acidentes que Portugal já assistiu e que acaba por ser motivo para por uma vez todos se juntarem em torno de uma causa. O evento Juntos por Todos será transmitido em simultâneo pela RTP, SIC e TVI e por várias das rádios nacionais, sendo a primeira vez que televisões e rádios garantem uma cobertura conjunta de um espetáculo. 

Quem também deu as mãos neste momento foram as editoras Sony Music Portugal, Universal Music Portugal, Valentim de Carvalho e Warner Music Portugal que ao lado das promotoras Sons em Trânsito e Nação Valente, juntam no palco do MEO Arena vários dos seus artistas. Salvador Sobral, Ana Malhoa, David Fonseca, Paulo Gonzo, D.A.M.A., Carminho, Raquel Tavares e Diogo Piçarra são alguns dos cantores que irão abrilhantar esta noite mágica e de união. 

14
Mai17

Portugal dos três F's


O Informador

fado fátima futebol.jpg

Portugal, o país que muitos apelidam por ser conhecido pelos três F's, graças a palavras de António Oliveira Salazar, ontem 13 de Maio de 2017, conseguiu praticamente fazer o pleno e ter duma só fez Fado, Fátima e Futebol... Se não fosse o Salvador Sobral a fugir do Fado no Eurovision poderíamos mesmo dizer que tivemos os F's representados de forma vencedora e duma só vez. 

Iniciamos o dia com as comemorações de Fátima, com o Papa Francisco a santificar os pastorinhos Francisco e Jacinta Marto que se tornaram os mais jovens Santos da igreja, celebrando ao mesmo tempo o Centenário das Aparições de Fátima. Passamos para a vitória do Benfica no Campeonato Nacional a uma jornada do final com direito a festejos pelo Marquês de Pombal e por vários locais do país e terminamos o dia com a representação portuguesa no Festival da Eurovisão a arrecadar o troféu, pela primeira vez. Salvador Sobral chegou, cantou, conquistou e venceu pela primeira vez o Eurovision e encheu Portugal de orgulho num dia onde tudo aconteceu!

14
Mai17

Salvador Sobral


O Informador

salvador sobral.jpg

Quarenta e oito edições após o início das participações de Portugal no Festival da Eurovisão, chegou Salvador Sobral, venceu a eliminatória no país onde recebeu aplausos e criticas e rapidamente começou a ser um dos preferidos para vencer na Europa. As semanas foram passando, transformaram-se em dias para o grande final, a semi-final foi passada e eis que a 13 de Maio toda a comunidade europeia decidiu dar a vitória a Portugal. 

O Festival da Eurovisão já conta com sessenta e dois anos e esta é a primeira vez que Portugal vence a competição, não tendo concorrido, tal como vários dos outros países, ao longo de toda a história do evento. Este ano estiveram quarenta e dois países a participar e votar na final e tanto o júri do evento como o televoto deram a vitória clara a Salvador Sobral que ficou na História do Festival da Eurovisão por ser o vencedor com mais pontos de sempre recebidos e deixando para trás assim as sucessivas derrotas que sempre foram acontecendo com Portugal que raramente conseguiu ficar entre os melhores classificados. Para além do principal troféu, Salvador Sobral e a irmã Luísa venceram também as categorias de melhor intérprete e melhor composição, respetivamente.

Com Amar Pelos Dois, Salvador Sobral trás assim a primeira vitória do Eurovision para Portugal e deixa assim ao encargo do nosso país a preparação do Festival para o próximo ano que será certamente exibido a partir do MEO Arena e com apresentação de rostos RTP. Os sonhadores que queiram representar Portugal e seguir os passos do Salvador que se comecem já a preparar porque para o ano tudo irá acontecer por cá e a Europa irá estar de olhos postos em nós!

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • O Informador

    O problema da atual direção do canal foi querer te...

  • O Informador

    Opções de uma direção que já não sabe onde pode pe...

  • O Informador

    Logo para começar é o atraso no início da reunião....

  • Ricardo Rodrigues

    Sinceramente, acho que eles querem é deixar o cair...

  • P. P.

    É o que acontece nas reuniões de profs.

Mensagens

Pesquisar

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador