Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

24
Jul17

Lavagens higiénicas


O Informador

Por estes dias estava sentado a cear num restaurante de fast-food e como estava sozinho dei por mim a analisar os comportamentos de quem me rodeava. E nessa análise consegui perceber que além das pessoas não se dirigirem ao «banheiro» quando entram para fazerem o mínimo da higiene antes de colocarem as mãos na comida, muitos nem usam guardanapo como auxiliar para pegar no hambúrguer ou o que quer que seja. 

As pessoas esquecem-se um pouco de lavar as mãos, mesmo que seja de forma rápida, antes de agarrarem na comida. Se a refeição for feita de garfo e faca não se deve mais as coisas ainda passam, agora em locais onde tudo é comido à mão convém que exista higiene não? É que ainda por cima depois não se auxiliam de guardanapos para agarrarem a comida, já para não falar que as batatas fritas são transportadas do pacote para a boca com o recurso aos dedos. Falei nos guardanapos, mas esses serão bons para se usar diretamente com o que estamos a comer? É que também já passaram por vários locais e mãos! 

O importante é refletir no facto de que a maioria das pessoas que vão a cadeias de fast-food não se dirigem primeiramente aos lavabos para expulsarem as bactérias que adquiriram na viagem, a ver roupa, a mexer em animais e por ai fora... 

05
Jun17

Pesadelo na Cozinha versus O Mirante


O Informador

o mirante pesadelo na cozinha.jpg

A primeira temporada do programa de sucesso Pesadelo na Cozinha terminou ontem e não é que ao folhear o jornal O Mirante achei uma notícia sobre a forma como o episódio que foi gravado no restaurante Tejá em Santarém tinha sido feito? Irrisório, tal como podem também ler na imagem!

Primeiramente começam por dizer uma verdade com o título sobre as «cenas chocantes» que passaram no ecrã, partem para a introdução onde revelam que o formato da TVI «conseguiu transformar um restaurante, situado num dos lugares míticos da cidade, num verdadeiro caixote do lixo, gerido por pessoas que pareciam atores de um filme de terror». O que questiono desde já é! Os donos e gestores do restaurante não concorreram para tentarem recuperar o Tejá? Os mesmos proprietários do restaurante não deram a cara e assumiram tudo o que se estava a passar onde comida imprópria para consumo estava a ser servida aos clientes que nem sabiam que a cozinha do espaço estava minada de moscas que se faziam passear pelos alimentos que ficam ao ar durante horas e com o lixo depositado na sala ao lado? Tudo isso passou e ninguém, por muita fama que quisesse, deixaria que o seu negócio ficasse tão mal visto se a situação não fosse real. Por algum motivo vários restaurantes que passaram pelo programa foram encerrados por falta de higiene e qualidade que apresentaram perante a produção. 

Ao longo da notícia falam que «milhares de pessoas que assistiram a um verdadeiro escândalo na cozinha do restaurante» ficaram chocadas com a forma como «a colaboração dos proprietários do restaurante fez acreditar, mesmo os mais incrédulos, que tudo aquilo que vimos e ouvimos no ecrã era verdade». Se estava perante os olhos e as câmaras queriam que as pessoas dissessem o quê? A comida estava podre!

Na notícia falam ainda sobre «alguém perdeu o juízo para que a televisão pudesse humilhar tanta gente, desde os administradores do espaço até os empregados que pareciam baratas tontas a acenarem com a cabeça a tudo o que o animador do programa precisava para chocar os espetadores». 

12
Abr17

Justa Nobre pisca o olho a Pesadelo na Cozinha


O Informador

O sucesso inesperado do programa Pesadelo na Cozinha fez com que Ljubomir Stanisic virasse uma pessoa apetecível junto da imprensa e do público em geral, o que o chef com provas dadas não gosta. Com uma muito provável segunda temporada do formato já pensada devido aos bons valores do programa, Ljubomir já fez saber que será difícil voltar para tentar acalmar a fama que se gerou à sua volta. Agora já existem rostos conhecidos da nossa praça prontos a entrarem em ação, pelo menos a darem dicas de que estão disponíveis para fazerem tão bem ou melhor ainda. 

Justa Nobre foi uma das pessoas que ao comentar o formato de forma positiva pela imprensa fez saber que «se eu me deparasse com tanta imundice como ele tem visto, ainda seria pior do que ele», como revelou à revista TvGuia. Acrescentando que Ljubomir «Está a prestar um bom serviço (…) Aliás, o programa em si mostra o que infelizmente não se devia ver: toda a porcaria que existe por aí e a falta de respeito pelo próximo. Se fosse eu, acho que era tão dura ou até mais do que ele. O Ljubomir adapta-se muito bem a este papel (…) Ele é muito exigente e recto, mas, por outro lado, é muito humano. Só que é direto, como eu!». Acrescentando no entanto que «Acho que ele até é muito meiguinho...».

Se Ljubomir Stanisic não der um sim à segunda temporada de Pesadelo na Cozinha, talvez já agendada para a grelha da TVI de início de 2018, teremos então Justa Nobre capaz de enfrentar tanta porcaria, teimosia e más condutas que andam pelos restaurantes deste país? Esperemos que Ljubomir continue a ser o rosto do programa, mas se não o for, acredito que o canal e a produtora consigam arranjar um outro rosto certo dentro do seu estilo!

24
Nov16

McVeggie chega a Portugal


O Informador

mcDonalds.jpg

A desculpa dos vegetarianos de não terem hambúrgueres ao seu dispor pelo McDonald's deixou de ser plausível! Isto porque a partir de agora em todos os restaurantes da cadeia em Portugal já está disponível o McVeggie.

Sendo o hambúrguer feito à base de vegetais onde a farinha de trigo, pimentos, óleo vegetal, fibras de trigo, ovo, amido, proteína de trigo, sal, cebola, especiarias, açúcar, alho e quinoa são os ingredientes principais que se juntam depois no pão com tomate, alface e molho de alho e coentros.

Esta novidade dos restaurantes de fast food, que atraem milhões em todo o mundo, fica agora à disposição de todos os que optam por uma alimentação vegetariana. 

31
Out16

Halloween na guerra entre McDonald's e Burger King


O Informador

halloween.jpg

A guerra entre o Burger King e o McDonald's veio para ficar e em plena época de Halloween a ação de marketing praticada pelo Burger King não poderia ser mais evidente!

A cadeia de restaurantes fast food mascarou-se de McDonald's para assustar os seus clientes que levam também esta guerra a sério. Com o objetivo de mostrar que a confeção dos hambúrgueres é diferente entre os dois grupos internacionais, um Burger King de Nova Iorque mascarou-se com a imagem de marca dos rivais para que os seus clientes se possam assustar com a possível alteração de qualidade nos produtos disponíveis. 

Um lençol gigante de cor branca a tapar por completo o edifício, fazendo-se assim passar por um fantasma, os dois arcos dourados em formato de M e ainda um letreiro com a mensagem «BOOOO!!! Brincadeira nós ainda grelhamos os nossos hambúrgueres. Feliz Halloween», deixando passar assim a mensagem entre o modo de confeção dos alimentos, já que pelo McDonald's a opção passa por fritar. Para além disto quem encomendar um whopper, um dos clássicos do Burger King, ainda recebe uma caixa disfarçada em modo McDonald's e quando a abre volta a encontrar a mesma mensagem. 

16
Jan16

Sem McDonald's


O Informador

McDonalds_logo_2015_Distribuicao_Hoje.jpg

Nos últimos dias do ano anterior pensei enquanto estava em espera no McDrive... «Em Janeiro não vou comer McDonald's!». Quinze dias depois o desejo e vontade estão a ser cumpridos e quero que assim continue pelo menos até ao último dia do mês. 

Não que sinta vontade de entrar e fazer o meu pedido numa das lojas da conhecida marca internacional, mas em certas horas, principalmente as nocturnas, enquanto se vai para casa pensa-se que poderia fazer um desvio para pedir umas duas ou três hambúrgueres e seguir viagem. Não! Não! E não! Este mês não vou comer McDonald's porque aquela comida só faz efeito no momento e logo ficamos com fome. Uma gulosice na maioria dos casos.

Quando penso agora em passar pelo McDrive, logo recuo na ideia e começo a elaborar a rápida ementa do que tenho por casa para comer de forma rápida assim que chegar. Poupo dinheiro e não ingiro comida que não me mata a fome a longo prazo!

25
Out15

Adormecidos no restaurante


O Informador

Jantar fora com a melhor amiga tem tudo para ser um serão animado, para mais quando na mesa ao lado um casal adormece ao longo da refeição familiar. Acordarem só mesmo ao partir do bolo de aniversário!

E foi assim, vai-se jantar ao buffet chinês e várias são as caricaturinhas que vão desfilando ao longo do período em que estivemos a comer. Aniversariantes com decotes tão descarados que deixam todos a olhar, unhas postiças do tamanho do dedo, crianças a comerem batatas como se fossem bolachas e avozinhos que conseguem ter um jantar tão emocionante que antes mesmo de todos terminarem de comer já eles estavam em busca do vitinho encostados à parede.

Quando olhamos para a mesa do lado, depois de testemunharmos mil e uma coisas, eis que os avozinhos daquela família tinham adormecido, cada qual para seu lado, encostados à parede onde se sentaram quem sabe estrategicamente. 

19
Ago15

Maluca ao balcão


O Informador

Ruas antigas do centro de Évora! Um restaurante com sete ou oito mesas para servirem refeições! Um casal, ela ao balcão e ele na janela da cozinha! Entro no estabelecimento a pensar que seria ali que íamos jantar no serão de Sábado! As mesas estavam quase todas ocupadas com pessoas à espera para comerem! A senhora discutia com o marido em português e francês! A mesma senhora quando me viu espetou-me o dedo a sinalizar que já não havia espaço para nós pelas vinte e uma horas para comer! Uma faca na mão, um pão para ser cortado, uma má criação, uma discussão, as pessoas a olharem e eu a voltar para trás para ir a outro local!

05
Abr15

Kebab


O Informador

A minha história com os kebab é algo singular! Vamos lá há explicação!

Antes de mais quero revelar que talvez há uns dez anos que não como carne de borrego, quer dizer, achava que não comia! Isto porque adorava comer um bom kebab, daqueles que são servidos em alguns restaurantes rápidos espalhados pelos centros comerciais do nosso país. Hum, que bem que aquilo me sabia que nem parava para pensar com que carne tais sandes e pratos são feitos. Comia e sempre que era hora de uma refeição e tinha um espaço do género há mão lá ia eu pedir um kebab, com um molho fantástico num menu a fazer lembrar os restaurantes de hambúrgueres e pizzas. Foi assim talvez durante sete ou oito anos, até que um dia, a minha companhia de eleição acabou por se descair, perguntando-me como gostava assim tanto de kebab e não comia borrego. Os alarmes soaram na minha mente e o alerta bloqueou para sempre o que achava tão delicioso e irrecusável.

De talvez há dois anos para cá que nunca mais fui a um espaço do género, pensando que andei enganado durante tanto tempo e onde ninguém me conseguia chamar há razão sobre o que estava a comer. O sabor, aquele bom sabor que me chegava aos lábios nada tinha haver com a pobre carne de borrego que é servida aqui por casa ou em restaurantes. Como consegui não perceber que os temperos mudavam todo o paladar e que andei a ser enganado tanto tempo?

01
Abr15

Já serviu de alguma coisa!


O Informador

Há uns dias partilhei uma reclamação sobre os serviços e o modo de atendimento num certo horário tardio no restaurante McDonald's do Campera, Carregado. Agora posso dizer que tal texto já serviu de alguma coisa internamente, pelo menos fui contactado nesse sentido.

É bom perceber como um simples alerta sobre factos que mostram que algo está mal dentro de um serviço ao consumidor conseguem chegar junto dos responsáveis para que seja feita alguma coisa. Fui contactado para esclarecem a situação, mostrando que de facto o acontecimento ocorrido não é o mais apropriado de se ter perante os olhares dos clientes. Ao mesmo tempo e indo também de encontro à ideia que tenho sobre a empresa, o reforço sobre os cuidados de higiene, qualidade e segurança alimentar foi feito, mas nesse campo nunca tive dúvidas. As limpezas são feitas constantemente por toda a área do espaço, os cuidados com os produtos existem e a empresa é das melhores do país no que toca a tais cuidados, o que é de louvar e sabido por estas bandas.

Deixei o desabafo na altura como uma alerta dos comportamentos que não se devem ter, o texto foi visto, fui contactado por quem sabe o que está a fazer dentro da empresa e ainda tive um convite para visitar a cozinha do restaurante com a finalidade de conhecer os procedimentos da mesma.

21
Mar15

Quebram-se as regras no McDonalds


O Informador

A cadeia de restaurantes mais famosa do mundo também é das mais exigentes que andam por aí, tanto como com a higiene como com a qualidade dos seus produtos. A questão que coloco é, será que em determinados horários noturnos as regras já não são para cumprir?

Serão de Sexta-feira, 20 de Março de 2015, por volta das 01h00, loja do McDonalds do Campera fechado mas o McDrive a funcionar por mais uma hora! Chego, peço para o ecrã onde se ouve aquela voz, nem sempre boa de ouvir, diga-se de passagem, a questionar, sem um «boa noite» qual será o pedido. Respondo como se não tivesse percebido a falta de simpatia, sigo em frente para a janela de pagamento e quando vou até à recepção da encomenda eis que enquanto espero talvez dois minutos vejo uma das empregadas que devia estar no seu momento de pausa, a comer um gelado sentada literalmente em cima do balcão onde durante o dia atende centenas de clientes. Encostada já estaria mal por estar a comer no local exato onde devia estar a trabalhar, tendo muitos mais espaços para poder tirar os seus momentos de pausa fora da vista dos clientes. Agora estar a comer, a rir, a conversar com quem estava supostamente a trabalhar e pior que isso sentada no balcão é feio, muito feio mesmo!

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários Recentes

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________