Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

10
Jan18

Recebi uma má notícia


O Informador

café.png

Sou dependente de café logo após o rápido pequeno-almoço que tomo antes de sair de casa mas acabei de saber que afinal consumir cafeína pelas primeiras horas da manhã não é assim tão benéfico como desejava. 

Bebo café logo ao acordar para tentar despertar com maior facilidade, mas afinal o método que utilizo acaba por ser prejudicial, uma vez que a cafeína entra em confronto com propriedades que o corpo solta e que nos ajudam a manter acordados. Quem me deu esta má notícia foi o canal do Youtube AsapScience que relata o facto de que quem bebe café ou algum seu derivado ao acordar acaba por estar a provocar o organismo. Segundo a divulgação cientifica, o nosso organismo tem o seu relógio biológico regulado, libertando cortisol, a famosa hormona da vigília, em maiores quantidades na primeira hora após acordar, o que acaba por entrar em choque com a cafeína que consumimos logo pelos primeiros minutos matinais, acabando por provocar resistência e confronto. 

Ou seja, segundo o estudo, não se deve consumir cafeína nos primeiros momentos após o sono, principalmente se for entre as 08h00 e as 09h00, das 12h00 às 13h00 e das 17h30 às 18h30. O estudo revela que o melhor mesmo é consumir pouco ou nenhum café ao acordar, mas ao não conseguir resistir o melhor mesmo é fugir destes horários mais promissores à libertação da hormona do alerta.

28
Dez17

Os Tamagotchi estão de volta


O Informador

Lançado em 1996 no Japão, os famosos Tamagotchi fizeram as delícias de milhões de crianças em todo o Mundo, existindo a ideia de que foram vendidos mais de 82 milhões de exemplares. Agora, após uns bons anos esquecidos, os Tamagotchi estão de volta ao mercado mundial para tentarem conquistar as novas crianças e mesmo os agora adultos que passaram horas a cuidar dos seus animais virtuais. 

Já tendo sido lançado no Japão através de aplicação móvel e chegando à Europa no início de 2018, os Tamagotchi estão assim de regresso para colocarem meio Mundo a cuidar do seu animal virtual como se fosse real, existindo os cuidados para com a comida, as horas de dormir, higiene e até os momentos de brincadeira.

Nos tempos modernos o Tamagotchi será assim o companheiro presente no telemóvel, sendo mais um jogo interativo que levará milhões a passarem horas a cuidar do seu animal virtual de estimação, a cores, com novas interações e quem sabe com possibilidade de visitarem os animais vizinhos para brincadeiras em comum.

17
Dez17

Cabazes de Natal? Ainda existem!


O Informador

Há uns anos, quando comecei a trabalhar, já lá vai uma década, lembro-me tão bem de na véspera de Natal, a empresa oferecer um cabaz de Natal pelo último dia de trabalho antes da noite da consoada. Vinhos, chocolates, figos, queijos, licores, enchidos e umas latas de uma conserva, dita gourmet, apareciam embrulhados em ráfia, numa caixa de madeira. Podia não ser muito, mas era aquele mimo que a empresa oferecia aos seus funcionários. Aos poucos essa tradição na empresa foi desaparecendo. A caixa de madeira transformou-se em cartão, o tamanho começou a reduzir, até que foi transformada num presunto no último ano em que a oferta aconteceu. Após o cabaz e o presunto, tudo terminou e nos últimos anos nada mais surgiu naquele dia, quebrando-se também a vontade de querer presentear de outra forma o funcionário. O fim começava a surgir ao fundo e tudo terminou! Este ano o Natal é passado numa nova empresa onde também não existe o antigo e tradicional cabaz de Natal, mas existem ainda empresas e mesmo particulares que nesta altura gostam de presentear uns e outros com um cesto cheio de artigos especiais onde aos poucos os produtos portugueses ganham também cada vez um maior destaque com chocolates caseiros, licores da aldeia, doces da terra e aromas que fazem lembrar o passado. 

11
Dez17

Mesa de Natal


O Informador

No Natal existem produtos que não faltam nas mesas portuguesas! Do tradicional bacalhau com batatas e coves cozidas, ao peru no forno para refeição central, surgem logo depois os doces, onde o bolo rei ainda é o senhor da mesa da consoada, mas por quanto tempo?

Os doces são cada vez mais a grande tentação da época, dos antigos sonhos às novas receitas de bolo rei onde o chocolate brilha, o doce de maça toma lugar e o recheio com doce de ovos é a verdadeira tentação. Neste momento existem tantas receitas de bolo rei como a imaginação de cada um permite, sendo a tradição da fava e do brinde uma antiguidade já não praticada por motivos de precaução e aos poucos também o fofo bolo com frutas secas e recheadas de açúcar tem vindo a perder o seu estatuto. Agora a mesa de Natal tem doces para todos os gostos e nem o bacalhau já se apresenta cozinho, sendo apresentado em muitos casos através das mais diversas receitas onde o marismo ganha também cada vez mais destaque para se tornar o anfitrião da ceia. 

10
Dez17

Drambuie, um bom licor de whisky


O Informador

drambuie 3.jpg

Há dias experimentei Drambuie, um licor de whisky que não só satisfaz pelo seu sabor como ainda carrega uma história com mais de 250 anos.

Dizem os mais sábios que apenas três pessoas conhecem a verdadeira receita que deu origem a este sabor único e que a mesma encontra-se documentada e tão bem escondida que este licor de whisky continua a estar envolto em mistério ao longo dos séculos. A receita secreta foi dada por Bonnie Prince Charlie ao capitão do clã MacKinnon que o ajudou a escapar dos seus perseguidores e da ilha de Sype quando Bonnie, o príncipe Charles Edward Stuart, foi derrotato numa tentativa de restituição do trono britânico. Na ajuda que foi dada a Bonnie, este concedeu o segredo sobre a receita do licor especial de que todos gostavam ao capitão do clã, receita essa que foi depois transmitida de geração em geração desde 1745 e só em 1893 a mesma foi registada como Drambuie, tal como ainda é hoje conhecida. Digo-vos mesmo que este segredo só pode estar muito bem guardado porque este licor de whisky tem um sabor único!

Drambuie tem a combinação perfeita de ervas, especiarias e mel de urze mas é o açafrão que torna o seu sabor tão distinto e suave e que faz desta bebida única no Mundo que a solo ou em modo cocktail continua a provar que o segredo do seu sabor continua a fazer as delícias de muitos. 

06
Nov17

Sensualidade de Lili Caneças


O Informador

lili-canecas-edicao-novembro-revista-cristina.jpg

Se existem meses em que a capa da revista Cristina tem um entrevistado sem grande interesse junto dos leitores, existem edições da publicação em que parece que Cristina Ferreira e a sua equipa editorial têm um ataque de baboseira e acabam por gastar quatro rostos interessantes de uma só vez! Em Novembro tal facto é novamente notório e após um mês com uma capa com a mulher do treinador Rui Vitória como destaque, eis que agora surgem quatro capas, para escolha do leitor onde Lili Caneças divide o estrelato com um modelo, Virgul posa ao lado de Cristina, Ljubomir é entrevistado pela sua mulher e Alexandra Lencastre deixa-se questionar por Manuel Luís Goucha. Existia mesmo necessidade de colocar uma Lili, um Goucha, uma Lencastre, o Ljubomir e Virgul a disputarem a melhor capa num só mês quando no mês anterior tiveram tão má escolha? Este é daqueles casos do 8 e 80!

Mas apetece-me comentar um pouco mais sobre a edição de Novembro da revista Cristina, isto só pelas capas! Quem terá pensado na beleza espontânea de colocar Lili Caneças bem esticada e em modo sensual - será possível - em grande destaque? A senhora poderia ter honras de capa mas sentadita, com o seu abajur louro bem personalizado e em destaque, tal como é conhecida, não existindo necessidade de ser apresentada esta imagem ao público que deveras irá fazer a sua escolha entre as quatro opções, mas esta deverá ser a última da maioria, acredito. Uma imagem de mau gosto, muito sinceramente, não pela convidada que até acho uma figura interessante do panorama social nacional, mas sim pela sua pose, vestimenta e modo como a sessão fotográfica parece ter sido elaborada!

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • O Informador

    Preferem sempre fazer mais do mesmo do que criar a...

  • marta-omeucanto

    Tendo como exemplo a minha mãe que, passando as ta...

  • O Informador

    Nunca apanhaste um “sem filtro” a passar pelo teu ...

  • David Marinho

    Eu recebo os posts por email. Acabo por filtrar e ...

  • O Informador

    Nem mais! O problema é que no dia-a-dia essas pess...

Mensagens

Pesquisar

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador