Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Verão estranho em Agosto

Agosto de 2017 não está a começar da melhor maneira como o mês mais quente e que a todos convida para assentarem arraiais pelas praias deste país. Várias horas em que o sol fica tapado pelas nuvens, um vento desagradável para quem gosta de desfrutar da praia em sossego e sem levar com areia a todo o momento e as ameaças esporádicas de chuva não ajudam nada os fãs deste mês para tirarem umas ricas férias onde sonham atingir um bronze perfeito para regressarem ao dia-a-dia com um vigor reforçado graças ao sol e ao descanso que obtiveram. Parece-me que o querido mês de Agosto este ano não está de modas e deixou-se influenciar por um tempo mais virado para o Outono.

Nunca fui fã de tirar férias nestas semanas supostamente mais quentes e com as multidões a invadirem as praias, os estabelecimentos comerciais em zonas tradicionalmente mais movimentadas neste período e os preços a serem inflacionados a pensar no consumismo desenfreado a que os dias de pausa como que obrigam por existirem subsídios para gastar. Mas é certo que a maioria dos portugueses continua a apostar nas semanas de Agosto para tirarem férias, mas este ano parece que tiveram azar se o tempo continuar frouxo e a fazer caretas ao longo dos dias. Não está um calor constante, não existe um céu limpo de manhã à noite, existindo sim a presença de vento que arrasta areias movediças pela praia fora e um nevoeiro por vezes desmoralizador, deixando aquela ideia de um Verão com altas temperaturas de lado.

Praia? Nem pensar!

2017 é aquele ano em que férias de Verão não existem por aqui e sabem que mais? Não sinto falta alguma de ter uma ou duas semanas de pausa para viajar até uma vila algarvia e poder usufruir de uns dias de tempo quente na praia, a estorricar ou a fugir do sol. 

Na verdade pensei que não seria tão fácil de ultrapassar esta altura do ano sem usufruir de férias e poder ganhar uma cor morena com idas à praia e piscina. Além de não ter férias em tempo quente este ano, não gosto de ir aos fins-de-semana para a praia, com enchentes por todo o lado. Fui habituado de pequeno a ir para a praia de semana e utilizar os Sábados e Domingos para descansar e hoje, aos 30 anos, continuo a ter os mesmos hábitos que outrora. 

Ora se este ano não posso ir de semana porque optei por arranjar emprego antes do previsto após mês e meio desempregado, e se só quero utilizar os dias a que já tenho direito no Outono, então o que me resta fazer? Nada! É trabalhar e descansar ao fim-de-semana, aproveitando para dar umas voltas pela zona sem colocar o pé na areia. 

O calor não me conquista

Ainda agora começou a sério e já estou farto de tanto calor! A maioria da população portuguesa adora o tempo quente para se atirarem para as praias, já eu este ano parece que nem vontade tenho de me ir banhar pelas águas salgadas.

As altas temperaturas que se têm feito sentir esta semana já me deixam zonzo. De ar condicionado ligado todo o dia e a sentir que estou com um calor horrível enquanto trabalho. Bebo água até mais não, fico sem fome e a roupa parece pegar-se ao corpo a toda a hora.

O Verão é uma época pesada para ser ultrapassada, para mais junto de quem nem faz tenção de ir até à praia muitas vezes pelos próximos meses. Só de pensar que não tenho férias no Verão este ano porque mal entrei para a empresa e de também não ter vontade de ir aos fins-de-semana para a praia só para não me cansar da viagem logo dá vontade de dar um salto temporal de três meses e aparecer em Setembro com o tempo a começar a refrescar. 

Se umas certas pessoas abrirem este texto logo me vão enviar mensagens escritas por não querer ir até à praia nos dias livres mas nem todos gostamos das mesmas coisas, felizmente, e a cada ano que passa a vontade de meter os pés na areia parece que vai diminuindo. 

Férias a caminho!

férias setembro.jpg

Deixem-me dizer-vos que daqui a uns dias estou oficialmente de férias por duas semanas seguidas! Não sei para onde vamos porque não existe nada marcado nem combinado oficialmente, mas até lá as coisas resolvem-se e existirá um destino a chamar pelo nosso nome a partir do dia 17 de Setembro.

Quando todos já estiverem a trabalhar, muitos já cansados das semanas após as férias, lá vou eu descansar, apanhar ainda algum sol - sim, porque o ano passado em Outubro ainda fui uma semana para a praia sem problemas temporais - e desfrutar da segunda fase de descanso deste ano. Ainda ficarão a faltar uns dias de pausa, mas primeiro é gozar o que já aí vem!

Praia para cães em Portugal

bulldog francês.jpg

A primeira praia para cães já existe em Portugal! A proposta surgiu e a Câmara Municipal de Peniche aprovou a ideia!

Ah pois é, a partir de 6 de Agosto de 2016, assinalem bem esta data, será possível levar os nossos companheiros caninos até à praia do Porto da Areia Norte, em Peniche. Sacos para dejetos dos animais, reforço dos caixotes do lixo e infra-estruturas sanitárias estarão ao dispor no local para que os humanos cumpram o seu dever para com a higiene dos seus cães e também para com a natureza e bem-estar de todos nós. 

Por outros países já existem praias para cães e por cá abre agora oficialmente a época balnear para os nossos caninos poderem desfrutar, tal como nós, do prazer da praia. O espaço será vigiado por dois funcionários e terá vedação em madeira para que os mais de quarenta mil cães recenseados no país possam usufruir do local até 25 de Setembro. 

Patos na praia de Cascais

os patos na praia.jpg

Num dia quente deste mês de Julho dois gansos andavam a banhar-se pelo mar de Cascais! Ah pois é, pensa que no Verão só os humanos têm direito a tomar um banhito salgado?

Várias foram as pessoas a relatar o caso, que ao que parece durou horas! Os dois gansos estiveram na praia, dentro e fora de água, causando algum incómodo e ao mesmo tempo curiosidade a quem tentava descansar pelo areal com uns banhos à mistura. 

Ao que tudo indica o nadador salvador foi chamado e viu a situação optando e revelando que não poderia fazer nada, as autoridades competentes foram chamadas ao local várias vezes durante horas e algumas pessoas ainda foram convidadas a mudarem de poiso na praia se não estavam a sentir-se seguras devido ao par de gansos. 

A placa que discrimina os animais na praia, segundo o nadador salvador, só se aplica a cães, como tal, todos podemos levar gatos, porcos, vacas e ovelhas para o areal, não existindo assim qualquer restrição!

Bom tempo!

Deixem-me informar que, ao contrário da maioria do país, o Algarve conta com bom tempo, com um pouco de vento mas com um sol bem convidativo para colocarmos os pés na areia com o mar a fazer um apelo para entrarmos. Ontem fui a banhos na praia e na piscina e hoje as coisas parecem caminhar no mesmo sentido!

Uma ligeira cor já ataca esta pele que leva com protector 50 mas que já escureceu um pouco! Vamos lá ver se os próximos dias não se estragam por aqui para que nesta primeira semana de férias em 2016 possa desfrutar em pleno do bom tempo fora de casa. 

O Jardim que vira Praia

No passado Domingo a tarde foi passada pela zona do Jardim da Estrela e com o bom tempo quando entrei naquele espaço verde no centro de Lisboa percebi que com o sol e a falta de uma praia ao virar da esquina, a relva serve na perfeição para se poder apanhar um bom bronze!

Ah pois é! Os espaços de relva, bancos e não só do Jardim da Estrela estavam recheados de pessoas que em calção e manga curta desfrutavam deste bom tempo que tardou mas apareceu logo no início de Maio! Uma toalha, uma mochila com algo para comer e beber, livro, telemóvel e uma boa companhia humana e canina servem para lisboetas e turistas apanharem um pouco de sol sem terem de se deslocar vários quilómetros em busca da praia mais próxima.

Os jardins da nossa capital estão aos poucos a transformarem-se num solário público onde as filas do trânsito e a confusão está dispensada. Se gostei do que vi? Adorei! Para mais percebendo que aos poucos conseguimos dar valor e utilizar o que está mesmo ao nosso lado e que por vezes nos passa despercebido!

Praia em Outubro

Outubro chegou e as praias já não estão lotadas, no entanto portugueses e estrangeiros continuam a aproveitar o que resta de bom tempo para darem os mergulhos e apanharem um bronze outonal. Tenhamos que confessar que sabe muito bem andar pela praia como se estivéssemos em pleno Verão e sem os amontoados populacionais e as complicações de estacionamento. 

Estou de férias, já andei pela piscina e tenho ido à praia e confesso que a água não está tão gelada como em plena época alta. Os areais não estão desertos mas não estão de todo lutados como há dois meses e os parques de estacionamento e supermercados da zona frequentam-se como se nada tivesse a acontecer junto ao mar. O tempo continua convidativo, embora os serões estejam mais ventosos, e já apanhei uma cor sem andar muito ao sol que já não está tão quente como em Agosto mas que continua a aquecer os visitantes da zona marítima. 

Ouvi dizer que por outras paragens as temperaturas não estão tão famosas e isso deixa-me contente quando me disseram que viria de férias mas que também iria apanhar mau tempo por onde andasse. Meus queridos, o mau tempo ficou todo convosco por atraírem as más energias que tanto querem oferecer aos outros.

Dias preguiçosos

Férias é sinal de preguiça, para mais quando os dias estão propícios ao relaxamento total por casa, onde o convite a saídas longas e pela rua não é feito através do tempo que se faz sentir. Tão depressa o sol aparece como as rajadas de vento avançam com alguns, poucos, pingos à mistura.

Descansar era o que queria e estou a conseguir! Com uma praia a menos de um quilómetro, uma piscina a cem metros, uns jardins ao virar da esquina e o sossegado em abundância, ter férias em Outubro com um tempo que não se consegue identificar com uma altura concreta do ano torna-se na conjugação perfeita para o descanso e a pouca vontade de me mexer.

10 indispensáveis na praia

Caminhar até à praia para um dia bem passado também tem as suas regras e com elas surgem os acessórios que todos deveremos levar para que o tempo passado no areal seja levado em paz e sem correr riscos. Aqui estão os dez, aquela dezena de acessórios que acredito que sejam indispensáveis para quem vá até à praia pelos próximos dias... 

  • Protetor solar, porque todo o cuidado é pouco.
  • Água, a hidratação é totalmente necessária para um dia quente. 
  • Bolachas, sempre com algo para trincar. 
  • Óculos de sol, com a finalidade de poder olhar para todo o lado sem os outros repararem. 
  • Chapéu de sol, uma sombra é sempre necessária para a ajuda da protecção solar. 
  • Toalha, quem se gostará de deitar pela areia?
  • Livro, um bom companheiro silencioso e de aprendizagem.
  • Telemóvel, não vá uma boa conversa telefónica ser necessária enquanto o corpo toma a cor bronzeada. 
  • Documento identificativo, os acidentes podem sempre acontecer ao menor descuido e é necessário andar identificado.
  • Uns trocos para a bola de berlim, «olha a bola, fresquinha e apetitosa». 

Tens o saco pronto? Bora lá então para a praia mais próxima porque o tempo está mesmo a convidar!

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários recentes

  • Juca

    Para mim essa é a ideia mais errada... Jesus Crist...

  • Juca

    A base da fé da religião católica é acreditar nos ...

  • Juca

    Tenho a dizer que se na igreja que frequenta não e...

  • Cláudia - Mulher XL

    Tanta coisa que a Igreja podia fazer com toda a fo...

  • Cláudia - Mulher XL

    Ora aí está uma grande questão! É o eterno síndrom...

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________