Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

O Homem Mais Inteligente da História [Augusto Cury]

O Homem Mais Inteligente da História.jpg

Autor: Augusto Cury

Editora: Pergaminho

Edição: 1ª Edição

Lançamento: Abril de 2017

Páginas: 288

ISBN: 978-989-687-400-1

Classificação: 3 em 5

 

Sinopse: Psicólogo e pesquisador, Dr. Marco Polo desenvolveu uma teoria inédita sobre o funcionamento da mente e a gestão da emoção. Após sofrer uma terrível perda pessoal, vai a Jerusalém participar num ciclo de conferências na ONU e é confrontado com uma pergunta surpreendente: Jesus sabia gerir a própria mente? Ateu convicto, Marco Polo responde que a ciência e a religião não se misturam. No entanto, instigado pelo tema, decide analisar a inteligência de Cristo à luz das ciências humanas. Ele esperava encontrar um homem simplório, com poucos recursos emocionais. Mas ao mergulhar na inquietante biografia de Jesus presente no Livro de Lucas, as suas crenças vão sendo pouco a pouco colocadas em xeque. Para empreender essa incrível jornada, Marco Polo vai contar com uma mesa-redonda composta por dois brilhantes teólogos, um neurocirurgião de renome e a sua assistente, a psiquiatra Sofia. Juntos, vão decifrar os sentidos ocultos num dos textos mais famosos do Novo Testamento. Os debates são transmitidos via Internet e cativam espectadores em todo o mundo – mas nem todos estão preparados para ver Jesus sob uma ótica tão revolucionária. Agora os intelectuais terão que lidar com os seus próprios fantasmas emocionais e encarar perigos que jamais imaginaram enfrentar.

 

Opinião: Estreei-me na leitura da obra de Augusto Cury e desde logo tive uma agradável surpresa. Primeiramente sempre achei que os livros do psiquiatra eram mais técnicos e ao desfolhar O Homem Mais Inteligente da História, antes de iniciar a leitura, logo fiquei a perceber que afinal a narrativa vive bastante do romance, existindo uma história por detrás da teologia, que neste caso é a arma forte da publicação. 

Nesta obra e embora o centro esteja no nascimento e vida de Jesus e nos caminhos de Maria, ao longo de uma conversa entre dois teólogos e dois cientistas ateus o debate é aprofundado em plena mesa redonda que se torna no centro de uma assembleia mundial que aos poucos vai debatendo um tema controverso para a sociedade. Primeiro a cinco, já que são moderados por Sofia, a assistente de Marco Polo, o nosso ateu cheio de dúvidas, e aos poucos a discussão começa a ser vista com outros olhos com assistência ao vivo que palavra puxa palavra se vai juntando até que todos começam a ter a oportunidade de ver e debater de forma online esta discussão de ideias religiosas que começa a ganhar contornos bem complexos e por vezes perigosos. 

Marco Polo, o protagonista que Augusto Cury adotou há uns anos para elaborar as suas histórias, circula assim por uma crença em que não acredita, mas sobre a qual e com a força dos acontecimentos pessoais começa a pesquisar e a elaborar uma outra ideia sobre a versão bíblica que é contada acerca do impulsionador do Mundo. A morte do seu grande amor, a entrada do filho num mundo perigoso e complicado de se lidar e a faltar de apoio mostram como um acontecimento consegue alterar vidas, desfazendo uma família que passa por ser um espelho social dos tempos modernos.

É com o seu próprio exemplo e pelo confronto de uma questão que Marco Polo começa a analisar a gestão de Jesus perante a sua mente. Será que o Mundo está preparado para analisar Jesus Cristo de um ponto de vista diferente e até distante do que tem sido pretendido pelo líderes religiosos? Não estaria este homem que pretendia espalhar a paz capacitado de sabedoria para circular pelo meandros dos que o enfrentavam para os conseguir moldar às suas vontades e crenças? Afinal de contas, Jesus era um homem simples e sem recursos emocionais ou essa é a imagem que a grandeza da religião pretende passar acerca de um ser que conquistou amigos mas também muitos inimigos pela sua personalidade e forma de defender o seu povo?

Atual leitura... O Homem Mais Inteligente da História [Augusto Cury]

O Homem Mais Inteligente da História.jpg

Psiquiatra, psicoterapeuta, cientista e escritor, Augusto Cury é autor de diversas obras reconhecidas internacionalmente pelo modo como expõe a investigação  sobre os diversos temas que aborda. Da educação com Filhos Brilhantes, Alunos Fascinantes, ao bem-estar com Felicidade Roubada e passando ainda pelo futuro da humanidade através da publicação de A Saga de um Pensador, estes são apenas alguns dos títulos lançados em Portugal através da editora Pergaminho e que sempre têm obtido o sucesso e alcançado os tops de vendas. Não conheço a obra de Augusto Cury enquanto leitor, o que irá mudar agora através da leitura do novíssimo O Homem Mais Inteligente da História.

Últimas confirmações do Grupo Porto Editora na Feira do Livro de Lisboa

feira do livro de lisboa 2017.png

O espaço do grupo Porto Editora na 87ª edição da Feira do Livro de Lisboa está cada vez com um maior número de eventos a decorrer e semana após semana têm sido confirmados autores para sessões de autógrafos e conversa com os leitores. Eis os últimos nomes confirmados, onde posso desde já destacar Cristina Ferreira, Luísa Ducla Soares e José Rentes de Carvalho. 

De 1 a 18 de Junho são dezenas de autores nacionais e internacionais a terem lugar cativo no espaço Autores que nos Unem no certame do Grupo Porto Editora com lançamentos, tertúlias, workshops, sessão de autógrafos, showcookings e conversa com os leitores, muita coisa irá acontecer ao longo dos dias de Feira e até os mais pequenos terão o seu espaço com complementos ao longo do evento. 

autores que nos unem circulo.jpg

Eis os autores que foram confirmados mais recentemente para estarem presentes na Feira do Livro este ano. Luís Naves, autor do livro 43 Anos e 6 Meses de Má Política (3 de Junho), Onésimo Teotónio Almeida, com o recentemente lançado A Obsessão da Portugalidade (3 de Junho), Paulo M. Morais com Voltemos à Escola (3 e 4 de Junho), José Rentes de Carvalho com o lançamento de A Sétima Onda (3 e 4 de Junho), Pedro Correia e Rodrigo Gonçalves estarão com o livro Política de A a Z (3 de Junho), António Marujo e Rui Paulo da Cruz com A Senhora de Maio: Todas as perguntas sobre Fátima (3 de Junho), João Pedro George, autor da biografia de Mota Pinto (4 de Junho), Helena Garrido com o livro A Vida e a Morte dos Nossos Barcos (4 de Junho), Maria da Conceição, coautora de Uma Mulher no Topo do Mundo (4 de Junho), Francesc Miralles, um dos autores de Ikigai (4 de Junho), Filipa Fonseca Silva, lança o livro Amanhece na Cidade (7 de Junho), Guilherme Valadão, autor de Era Uma Vez em Angola (10 e 15 de Junho), Isabel Valadão, autora de O Rio das Pérolas (10 e 15 de Junho), Pedro Andersson com o livro Contas-Poupança (10 de Junho), Cristina Ferreira, a apresentadora da TVI e autora de Sentir (13 de Junho), André Freire, autor de Para lá da «Geringonça» (17 de Junho), João Pedro Porto, autor do romance A Brecha (17 de Junho), Álvaro Laborinho Lúcio com O Homem que Escrevia Azulejos (18 de Junho), Sara Cardoso, com Escolho Ser Feliz (18 de Junho) e Dulce Regina, autora de Descubra as Suas Vidas Passadas com a Astrologia Kármica (18 de Junho).

Feira do Livro de Lisboa com Momentos Coolbooks

feira do livro de lisboa 2017.png

O Grupo Porto Editora este ano decidiu surpreender os leitores e estrear os Momentos Coolbooks em plena 87ª Feira do Livro de Lisboa. 

autores que nos unem circulo.jpgA editora que aposta em novos nomes da literatura portuguesa resolveu apostar este ano numa presença física dos seus autores e eis que no dia 9 de Junho estão agendadas as presenças de António Bizarro, Catarina Janeiro, Célia Godinho Lourenço, Fernando P. Fernandes, Humberto Duarte e Isabel Tallysha-Soares, sendo que no dia 16 será a vez de Ana Gil Campos, Ana Nunes, Olinda P. Gil, Rita Inzaghi e Tomás Borges de Castro marcarem presença no espaço do grupo para falarem com os leitores sobre as suas obras. 

Não esquecer que o Grupo Porto Editora terá muitos dos autores do grupo presentes no evento ao longo dos dias de Feira e podem saber um pouco mais sobre as presenças já confirmadas em Autores que nos unem. Assim sendo vários dos nomes que fazem parte da lista de autores da Porto Editora, Bertrand Editora, Círculo de Leitores, Temas e Debates, Quetzal, Assírio & Alvim, Livros do Brasil, Sextante Editora, Pergaminho, Contraponto, Areal Editores, Raiz Editora, GestãoPlus Edições, ArtePlural, 11x17, Ideias de Ler, Albatroz, 5 Sentidos e ainda a Coolbooks estão de presença marcada na Feira do Livro de Lisboa para junto dos leitores falarem e debaterem as suas obras. 

Grupo Porto Editora confirma novos nomes na Feira do Livro de Lisboa

autores que nos unem 1.png

De 1 a 18 de Junho decorrerá a 87ª Feira do Livro de Lisboa e o Grupo Porto Editora não pára de surpreender com a lista de autores nacionais e estrangeiros que tem revelado com presença marcada no certame.

Após a confirmação de José Luís Peixoto (11 de Junho), Mário de Carvalho (3), Richard Zimler (10 e 11), Gonçalo M. Tavares (15), Bruno Vieira Amaral (10, 11 e 17), Francisco Louça (4), Sérgio Godinho (10), Anabela Mota Ribeiro (4 e 17), Manuela Gonzaga (10), Teolinda Gersão (18) e Alberto S. Santos (10, 11, 15, 17 e 18), eis os novos nomes agora lançados e que já deram o sim. 

autores que nos unem circulo.jpg

Luís Pedro Nunes irá lançar a obra Suficientemente no dia 2 de Junho, marcando assim presença no evento para lançamento e conversa com os leitores. Seguir-se-à João Pedro Marques que nos dias 3 e 18 estará a falar do seu mais recente romance, Vento de Espanha. Quem também já deu o sim para o dia 3 foi a escritora cubana Karla Suárez com Um Lugar Chamado Angola. A jornalista Judite Sousa e o psiquiatra Diogo Telles Correia estarão com Pensar. Sentir. Viver. nos dias 3 e 15 no espaço Grupo Porto Editora para uma conversa com os leitores e visitantes da Feira. Um outro psiquiatra estará a 4 de Junho para falar, explicar e conviver com quem queira ter a oportunidade de conhecer Augusto Cury, autor de O Homem Mais Inteligente da História. Da psiquiatria para o sacerdócio, José Tolentino Mendonça encontrar-se-à com os leitores também a 4 de Junho com o livro Teoria da Fronteira, que será lançado brevemente. O jornalista João Céu e Silva, autor de Fátima - A Profecia que Assusta o Vaticano, estará na Feira do Livro a 10 de Junho. A todos estes nomes estão também já certas as presenças de Luís Cardoso, autor de Para Onde Vão os Gatos Quando Morrem?, Cristina Carvalho, que publicou As Fabulosas Histórias da Tapada de Mafra e ainda Mário Vilhena da Cunha e Fortunato da Câmara que reuniram as histórias d' A Vida e as Receitas Inéditas do Abade de Priscos. 

Vale de Desconto no Grupo Porto Editora pela Feira do Livro de Lisboa

Vale_7.5_Espaçoautoresquenosunem.jpg

Lembram-se que vos contei que o Grupo Porto Editora estava a preparar várias surpresas para os seus leitores e com a ajuda dos bloggers para a 87ª Feira do Livro de Lisboa? Pois! E lembram-se também que além do que vos disse ainda teria umas novidades para vos revelar? Pois! E sabem o que tenho agora para vos oferecer? Um vale de desconto que basta imprimir e ir até ao stand do Grupo Porto Editora para o poder usar, segundo as condições que estão indicadas no vale!

Por cada 30€ de compras, poderás ter 5€ de desconto! Se fizeres 40€, o desconto sobe para 7,5€! Atenção que estes descontos só são aplicáveis no espaço do Grupo Porto Editora, que engloba as editoras Porto Editora, a Bertrand Editora, a Círculo de Leitores, a Temas e Debates, a Quetzal, a Assírio & Alvim, a Livros do Brasil, a Sextante Editora, a Pergaminho, a Contraponto, a Areal Editores, a Raiz Editora, a GestãoPlus Edições, a ArtePlural, a 11x17, a Ideias de Ler, a Albatroz, a 5 Sentidos e ainda a Coolbooks. Para além disso, o vale não pode ser utilizado durante a Hora H, não é convertível em dinheiro e os pavilhões do Círculo de Leitores, embora façam parte do grupo editorial, não terão qualquer desconto válido com este cupão. 

A Porto Editora na Feira do Livro de Lisboa

autores que nos unem.png

A 87º Feira do Livro de Lisboa decorrerá de 1 a 18 de Junho este ano e as editoras estão apostadas em reforçar a sua oferta e mostrar junto de todos nós que este é o evento literário do ano. Para isso e porque não querem deixar as novidades longe dos leitores que merecem saber de forma antecipada as novidades que estão a ser preparadas, o grupo Porto Editora, de onde fazem parte a Porto Editora, a Bertrand Editora, a Círculo de Leitores, a Temas e Debates, a Quetzal, a Assírio & Alvim, a Livros do Brasil, a Sextante Editora, a Pergaminho, a Contraponto, a Areal Editores, a Raiz Editora, a GestãoPlus Edições, a ArtePlural, a 11x17, a Ideias de Ler, a Albatroz, a 5 Sentidos e ainda a Coolbooks, lançou o portal Autores que nos unem onde todas as novidades e agenda do evento irão ser destacadas. 

autores que nos unem circulo.jpg

Num encontro intimista ao final da tarde na Bertrand do Chiado, responsáveis editoriais e bloggers reuniram-se para partilharem experiências e as novidades que estão prontas para serem anunciadas junto da imprensa e sucessivamente à sociedade que gosta de literatura pelos próximos dias. Diversidade ao longo do evento e a aposta na aproximação entre autores e leitores serão as armas forte do grupo Porto Editora, dando assim continuidade ao que tem vindo a ser feito pelos anos anteriores. 

Os leitores serão assim convidados a visitarem o espaço para conhecerem escritores nacionais e estrangeiros, assistir a tertúlias e showcookings, participar em workshops e assistir a vários lançamentos da primeira fila. Para que tudo isto aconteça são necessários os autores e nesse campo já estão de presença marcada pelo certame, José Luís Peixoto (11 de Junho), Mário de Carvalho (3), Richard Zimler (10 e 11), Gonçalo M. Tavares (15), Bruno Vieira Amaral (10, 11 e 17), Francisco Louça (4), Sérgio Godinho (10), Anabela Mota Ribeiro (4 e 17), Manuela Gonzaga (10), Teolinda Gersão (18) e Alberto S. Santos (10, 11, 15, 17 e 18).

Para além dos autores enumerados, quem também será destaque pela Grupo Porto Editora na Feira do Livro será Francesc Miralles que vem a Portugal desvendar os segredos dos centenários do Japão para uma vida longa e feliz. O espanhol é um dos autores de Ikigai, viva bem até aos cem, onde partilha alguns truques e dicas para refletir e aplicar no dia a dia. 

Batalha

«Essas pessoas poderão dizer com orgulho: «Nunca perdi uma batalha.» Mas jamais poderão dizer: «Ganhei uma batalha.»»

Paulo Coelho, em Manuscrito Encontrado em Accra

Cada vez acredito mais que me encontro na linha do «Nunca perdi uma batalha». Os meus objetivos de vida foram acontecendo ao longo dos últimos anos, e embora nunca tenha feito grandes elaborações do que queria no dia de amanhã, sempre tive uma noção do caminho a seguir e as coisas foram acontecendo mais ou menos dentro dos parâmetros que idealizei. Não chamo à minha vida uma conquista de batalhas, já que fui vivendo o meu dia-a-dia com normalidade e sem pensar que me teria que desafiar a mim próprio para conseguir algo mais. Será que devia ter pensado que ir contra alguém e lutar por algo seria o ideal? Não acho, acredito sim que a vida nos faz ver o que verdadeiramente merecemos, conquistando-nos com o decorrer do tempo, fazendo o mesmo perante os outros em relação à nossa pessoa. 

A vida tem-me surpreendido com mil e uma coisas e por vezes acredito que nunca me vi envolvido numa verdadeira batalha onde pudesse sair vitorioso ou com a perda do meu lado. Gostaria imenso de poder dizer que «ganhei uma batalha», mas isso não me ocorre acontecer, pelo menos que me lembre neste momento. Fui batalhando aos poucos, mas não tenho um acontecimento em si que me tivesse dado uma grande luta perante a vida e os outros.

Quando falo em batalhas, falo de verdadeiras guerras entre o sim e o não, o bem e o mal. Não me desafiei a mim próprio, tendo sido levado pela vida e pelos outros a ser quem sou hoje e a ter o que tenho. Estarei errado por não ter procurado batalhas? Não sei, mas não me sinto nem melhor nem pior por isso!

Não gosto de pensar que poderia ter isto e estar assim ou de outra maneira se tivesse seguido outros caminhos, porque as suposições não nos levam a lado nenhum. Se não quis optar por uma coisa foi porque achei que não o devia fazer na altura, logo não quis seguir essas batalhas de vida, seguindo outros caminhos, deixando-me levar pelo presente e futuro que agora também já fazem parte do passado.

Manuscrito encontrado em Accra

AcraO Manuscrito encontrado em Accra foi o segundo livro da autoria de Paulo Coelho que li e embora este não tenha uma história, mas sim várias mensagens deixadas pelo autor, é uma das minhas sugestões literárias para quem gosta de reflectir sobre os livros e os seus ensinamentos.

Tal como é citado na capa desta obra editada em Portugal pela Pergaminho, «não há arma mais forte que a palavra» e isso faz todo o sentido com a leitura deste livro. 

Ao longo de quase 150 páginas, Paulo Coelho mostra aos seus leitores como responde e reflecte sobre a vida, a sua existência e a morte, mostrando todos os lados das várias fases pessoais pelas quais todos passamos e necessitamos de sentir. Os valores do ser humano, a razão da sua existência e da luta diária pelo bem são contados neste manuscrito de Paulo Coelho que passa pelos momentos de solidão, julgamento, ansiedade, inimizade, beleza, coragem... ao longo deste seu último desabafo através das palavras.

Depois de há dois anos ter lido O Aleph, agora foi a vez de voltar a pegar na escrita deste brasileiro e ter Manuscrito encontrado em Accra como a minha leitura que poderá voltar a sê-lo sempre que me apetecer, já que cada capítulo envolve aproximadamente cinco páginas, tendo cada um uma mensagem bem específica para ser passada e não existindo um seguimento entre si, fazendo com que o possa ler espontâneamente sempre que quiser reflectir sobre algo.

Uma obra que aconselho para quem gosta de filosofar e pensar nos momentos da vida e da sociedade que nos rodeia.

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários recentes

  • Juca

    Para mim essa é a ideia mais errada... Jesus Crist...

  • Juca

    A base da fé da religião católica é acreditar nos ...

  • Juca

    Tenho a dizer que se na igreja que frequenta não e...

  • Cláudia - Mulher XL

    Tanta coisa que a Igreja podia fazer com toda a fo...

  • Cláudia - Mulher XL

    Ora aí está uma grande questão! É o eterno síndrom...

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________