Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

25
Set17

Boeing Boeing [Yellow Star Company]


O Informador

boeing boeing.jpg

Um sucesso quando corre bem regressa e assim voltou a acontecer com Boeing Boeing, que está novamente nos palcos nacionais, mais concretamente no Teatro Armando Cortez, com uma nova temporada com elenco totalmente renovado. 

Após meses de salas esgotadas por outras temporadas em anos anteriores, Boeing Boeing voltou a aterrar em Lisboa para de 14 de Setembro a 29 de Outubro alegrar o público que se deixar levar na viagem intempestiva que é a vida de Bernardo, o conquistador de hospedeiras de bordo que se tornam, de forma enganadora, suas noivas, isto sem saberem que o homem perfeito aos seus olhos mantém o mesmo tipo de relação com outras mulheres que sonham ser levadas ao altar.

Uma divertida comédia onde António Camelier, Ricardo Castro, Carla Vasconcelos, Liliana Santos, Marta Melro e Sofia Grillo vivem personagens que se confrontam num espaço onde todos os caminhos parecem levar à mentira entre portas onde primeiramente se tenta abafar as várias vidas de uma só pessoa. O amor controlado ao minuto por um homem que dá muito valor ao físico das suas musas, uma empregada «sem idade» para abafar todos os casos de infidelidade do seu patrão, um amigo apanhado na curva e três mulheres esbeltas e com o sonho de casarem, ou não, com o homem da sua vida, o famoso Bernardo.

Boeing Boeing é daquelas comédias que vivem bastante dos atores que interpretam cada personagem. Já é a segunda vez que assisto a esta produção e embora tenha preferido o texto atual que foi alterado, existem personagens que com a alteração do ator melhoraram mas também existiram as que perderam um pouco a essência da primeira vez. Dizem que não existe amor como o primeiro, mas neste caso existem partes que compensam outras e acabei por gostar de igual forma das duas sessões a que assisti com três anos de diferença.

06
Fev17

Vanya e Sonia e Masha e Spike


O Informador

Vanya e Sonia e Masha e Spike.jpg

A Yellow Star Company presentou os espetadores neste início de ano com uma hilariante comédia de Christopher Durang, que ao ter pegado em várias personagens de Anton Tchékhov, construiu um divertido trabalho que tem despertado o interesse do público pelos países por onde tem passado, após conquistar a Broadway e ser eleita como a vencedora de vários troféus teatrais.

Com encenação de Paulo Sousa Costa, Vanya e Sonia e Masha e Spike conta no elenco com Helena Isabel, Heitor Lourenço, João Mota, Marina Albuquerque, Mané Ribeiro e Mafalda Luís de Castro que ao longo de duas horas divertem o público através deste espetáculo onde a sátira e os afetos convivem lado a lado com a presença num seio familiar primeiramente disfuncional e onde tudo parece correr da pior maneira. Uma estrela televisiva, dois irmãos que se aturam durante anos sem ideias quanto ao futuro, um jovem aspirante a ator, uma empregada com visões e comportamentos fora do comum e uma jovem sonhadora constituem os anfirtrões deste trabalho inspirado nas personagens de Anton Chekhon. Mesmo quem não conheça a malévola Arkádina e o seu irmão Piotr Sórin, a Nina de A Gaivota, o tio Vânia com a sobrinha Sónia e as Três Irmãs consegue tirar partido desta comédia do início ao fim, acabando por receber mensagens pessoais para com os comportamentos humanos que ao longo do tempo se podem transformar mas na verdade acabam por nunca mudar. 

Uma comédia divertida, bem disposta e que arranca de forma fácil o riso são os componentes de Vanya e Sonia e Masha e Spike que tem tudo para se transformar num dos novos sucessos da produtora que não tem medo de arriscar em produções que várias vezes fogem do que se sabe ser um sucesso logo à partida. Um elenco extremamente coeso e que tenho a confessar que acabei por ficar surpreendido por vários motivos. Primeiro Helena Isabel é a divã do palco neste espetáculo, brilhando e mostrando porque sempre tem estado ligada ao longo de todos estes anos. Mané Ribeiro é para mim a surpresa do elenco, primeiro porque a atriz está bastante associada a comédia mas com personagens fúteis, graças às variadas séries televisivas em que entrou e aqui, embora volte a fazer comédia, a sua Sonia tem uma fonte sentimental e de tristeza que passa tão bem para o público. Heitor Lourenço é o ator que sem dar muito nas vistas ao longo dos anos, sempre tem marcado o seu lugar e neste espetáculo acaba por ser um pouco a balança que consegue ter tudo ao seu redor. Marina Albuquerque ficou talvez com a personagem mais excêntrica do momento, encaixando-lhe na perfeição a Cassandra que vai de encontro ao perfil da atriz como se tivesse sido escrita precisamente para si. Mafalda Luís de Castro é das jovens promessas que mostra a razão pela qual dá cartas desde pequena, sendo um dos rostos do futuro. E João Mota, o meu pequeno receio, é a revelação e que me levou a pensar em qual seria a razão da sua escolha. Afinal de contas João Mota virou mesmo um ator, cada vez mais completo e que encaixa neste elenco com anos e na maioria décadas de profissionalismo em cima como se nada tivesse acontecido. Grande surpresa, confesso!

02
Fev17

Vencedores de Vanya e Sonia e Masha e Spike [04 e 05-02-2017]


O Informador

A partir de 2 de Fevereiro e até 26 de Março, o Teatro Armando Cortez receberá de Quinta a Sábado pelas 21h30 e aos Domingos pelas 18h00, Vanya e Sonia e Masha e Spike, um espetáculo da Broadway produzido em Portugal pela Yellow Star Company.

Esta divertida comédia da autoria de Christopher Durang, vencedora do Drama Desk Award e do Tony Award (os Óscares da Broadway) para Melhor Peça, chega assim até nós através de Paulo Sousa Costa, encenador e responsável pela adaptação e conta com Helena Isabel, Heitor Lourenço, Mané Ribeiro, Marina Albuquerque, Mafalda Luís de Castro e João Mota no elenco. A crítica norte-americana elogiou esta produção e agora será a nossa vez de ver para comentar a forma as personagens de Anton Chekhov debatem de forma bem-humorada cada tema presente no espetáculo. 

Ao longo dos últimos dias estiveram em passatempo aqui pelo blog dez convites duplos divididos por dois dias e eis chegado o momento de revelar a lista de vencedores. 

17
Jan17

Bilhetes para Vanya e Sonia e Masha e Spike [04 e 05-02-2017]


O Informador

Vanya e Sonia e Masha e Spike.jpg

A Yellow Star Company apresenta Vanya e Sonia e Masha e Spike, a primeira novidade da produtora em 2017 e O Informador, mais uma vez, tem convites duplos para oferecer para as primeiras sessões desta divertida comédia vencedora do Drama Desk Award e do Tony Award (os Óscares da Broadway) para a Melhor Peça.

Com encenação e adaptação de Paulo Sousa Costa e texto de Christopher Durang, Vanya e Sonia e Masha e Spike conta com Helena Isabel, Heitor Lourenço, Mané Ribeiro, Marina Albuquerque, Mafalda Luís de Castro e João Mota no elenco. A crítica norte-americana elogiou esta produção que agora conta com uma adaptação portuguesa onde os temas são tratados de forma bem-humorada através das personagens de Anton Chekhov. 

A partir de 2 de Fevereiro e até 26 de Março, o Teatro Armando Cortez receberá de Quinta a Sábado pelas 21h30 e aos Domingos pelas 18h00, Vanya e Sonia e Masha e Spike e tu poderás ser um dos primeiros a aplaudir esta nova aposta com o selo de qualidade da Yellow Star Company. Como? Pois é, tenho dez convites duplos para oferecer aos leitores do blog! São dez duplos divididos por dois dias! Cinco para dia 4 de Fevereiro, Sábado, pelas 21h30, e outros cinco para dia 5, Domingo, pelas 18h00. Como participar? Ora então, basta continuar a leitura...

19
Out16

Bilhetes para A Mãe Biológica de Marilyn Monroe [20-10-2016]


O Informador

Maria Emília Correia, Núria Madruga e Sara Salgado compõem a tripla que dá vida à peça A Mãe Biológica de Marilyn Monroe, em cena no Teatro Armando Cortez. Com produção a cargo da Yellow Star Company, texto de Armando Nascimento Rosa e encenação de Paulo Sousa Costa, este espetáculo já foi visto por mim e agora tenho a oportunidade de oferecer cinco convites duplos aos leitores do blog para a sessão do próximo Sábado, dia 22, pelas 21h30. 

17
Out16

A Mãe Biológica de Marilyn Monroe


O Informador

a mae biologica de marilyn monroe.jpg

 

Comédia e intriga invadiram o Teatro Armando Cortez pela mão da Yellow Star Company! Maria Emília Correia é a mãe, Núria Madruga a diva de Hollywood e Sara Salgado a empregada! Um trio de atrizes bem conhecidas do público que se junta em palco com a finalidade de criar falsas identidades que o público é convidado a identificar ao longo de cada sessão. 

Tudo começa com a chegada de Marilyn a casa de sua mãe e um pedido bem particular à jovem empregada «Deixe-me a sós com a minha mãe». A partir deste momento a conversa entre mãe e filha desenrola-se entre momentos de nostalgia, comédia e algum afeto, num carrossel de emoções que convoca a assistência a estar preparada para saltar do drama para o riso de forma fácil, como se um simples clique aconteça. Basta para isso dizer que a mãe, Gladys, da loira mais famosa do cinema é uma figura completamente desconcertante e com grandes saltos de humor ao longo de um serão que se queria familiar e de reencontro, em paz e comunhão. 

O abandono, as causas do sofrimento enquanto jovem, a perturbação de mãe e filha, os esquemas de uma empregada aparentemente inocente, a vida sexual misturada com a fama, o poder, a figura e acima de tudo o amor não correspondido. Tudo serve como base para conversas, desabafos e confrontos entre duas pessoas com um passado em comum e que no presente mal se conhecem pelas frustrações pela qual as duas foram passando ao longo do tempo.

07
Abr16

Vencedora de Aladino e a Lâmpada Mágica [09-04-2016]


O Informador

Aladino e a Lâmpada Mágica estreou no cinema do El Corte Inglés no início deste mês e estará em cena pelo menos até aos últimos dias de Abril. Com o sucesso das primeiras sessões junto do público, esta produção da Yellow Star Company volta a ser uma aposta no âmbito da iniciativa Teatro no Cinema onde a interacção da grande tela existe com os atores em palco. Com o elenco a ser composto por Adriane Garcia, Jorge Kapinha, Quimbé, Diogo Garcia, David Fernandes, Sérgio Ferreira, Luísa Abreu, Helena Caldeira, Débora Monteiro, David Pereira, Anilson Eugénio, João Simões e João Vilas e a encenação a cargo de Paulo Sousa Costa e João Didelet, este espetáculo promete conquistar miúdos e graúdos do início ao fim. 

11
Nov15

Hoje é dia de... Allo Allo


O Informador

Acredito que Allo Allo seja a estreia teatral do final de ano! A Yellow Star Company tem assinado diversos sucessos pelos últimos anos, como é o caso de Boeing Boeing, Casado à Força e A Bela e o Monstro e este novo espetáculo deverá estar tão bom ou melhor ainda que as produções que têm sido apresentadas. Hoje, 11 de Novembro, estreia este Allo Allo pelo Teatro da Trindade, onde marcarei presença para assistir e logo que possível opinar sobre este recente espetáculo que ficará até ao final do ano em cena por Lisboa e deverá contar também com uma viagem pelo país logo no início de 2016 como todos os produtos teatrais de sucesso da produtora!

Allo Allo.jpg

A acção passa-se durante a ocupação alemã no decorrer da II Grande Guerra Mundial, no Café René, que está, a partir de agora, novamente aberto!

O café vai ficar cheio de alemães para com quem René tem de ser... simpático, depois chega a sua mulher com quem René tem de ser também... simpático, depois as suas empregadas de mesa, Mimi e Yvette com quem René… gosta de ser simpático, principalmente quando a mulher não está por perto. No piso de cima está a sogra de René com quem ninguém gosta de ser simpático.

Um café bastante normal no tempo de guerra em França, podem vocês achar.

Mas não se deixem enganar. Na adega do café estão escondidos dois oficias britânicos, aviadores. Se os Alemães os descobrem... René será fuzilado!

01
Dez14

A Bela e o Monstro


O Informador

A Bela e o MonstroAdorei! Adorei! Adorei!

No passado fim-de-semana acordei mais cedo que o normal e fui até Lisboa. Destino Teatro da Trindade, onde às 11h00 estava sentado a assistir ao musical infantil A Bela e o Monstro. O que posso dizer que não sejam boas palavras sobre este espetáculo da Yellow Star Company? Completamente nada porque tudo em palco transportou-me para a história de amor que li, vi e revi vezes sem conta sobre a Bela e o seu Príncipe de forma perfeita!

Com Marta Andrino a encabeçar o elenco composto por Ruben Madureira, Joel Branco, Carla Salgueiro, Sissi Martins, Carlos Martins, David Fernandes, Pedro Jorge Ribeiro, Júlio Mesquita, José Henrique Neto, Soraia Tavares e João Hydalgo, este musical mágico consegue levar miúdos e graúdos à emoção, tendo que confessar que em várias partes verti uma ou outra lágrima talvez de recordação e nostalgia sobre tão belas histórias do imaginário de todos nós.

A produtora de Paulo Sousa Costa fez um excelente trabalho com esta adaptação de A Bela e o Monstro e isso é tão notório quando ao longo de hora e meia o público aplaude sucessivas vezes as performances dos atores em palco e no final tudo fica de pé a agradecer o desempenho de quem deu corpo às personagens e a toda a equipa. Com um texto bem elaborado, cenários e imagem cuidados e um elenco perspicaz, este musical não é simplesmente mais um destinado a levar pais e familiares a convidarem os mais pequenos a encherem a sala do Teatro da Trindade. Em A Bela e o Monstro todos saem de sorriso rasgado do espaço lisboeta porque a sensação de satisfação existe e o sucesso está à vista.

Com sessões esgotadas desde que estreou e com vários especiais encaixados para que um maior número de pessoas pudesse assistir a este espetáculo só posso dizer que vale mesmo a pena passar um tempinho a ver esta história de amor tocante e que já foi adaptada e encenada inúmeras vezes por todo o mundo.

O que é bom vale a pena e merece ter o público do seu lado! Aqui está um caso que merecerá aplausos ao longo de muito tempo!

17
Nov14

Bilhetes para o Casado à Força


O Informador

Casado à Força passatempoA segunda temporada do espetáculo Casado à Força já está em cena no Teatro da Trindade desde o dia 12 deste mês, estando prevista estender-se até 7 de Dezembro com sessões de Quarta a Sábado, pelas 21h30 e ao Domingo pelas 18h. Agora e depois de já ter assistido a este bom produto da responsabilidade da Yellow Star Company tenho bilhetes duplos para oferecer!

Quem quiser ser um dos vencedores dos bilhetes duplos que tenho para oferecer da sessão da próxima Quarta-feira, 19, só tem que copiar a frase que se segue, colocá-la como comentário a este texto, ser seguidor do blogue pelo Facebook, tal como da página da Yellow Star Company e partilhar o link do passatempo pelo seu mural da rede social! No momento da participação peço que o nome e email sejam colocados corretamente para uma melhor comunicação para com os vencedores!

«O Informador leva-me ao Teatro da Trindade a assistir ao espetáculo Casado à Força!»

Em palco o público encontra um homem, Esganarelo, que não sabe a sua própria idade, que quer casar com uma mulher mais nova, Dorimena, tendo pedido a sua mão ao senhor seu pai Alcantor. Através de conversas sobre a mentira e a verdade da relação conjugal onde até filósofos e ciganas são chamados a intervir ao longo do desenrolar da história tudo vai sendo descoberto perante o público. Isto acontece até ao momento em que Dorimena é apanhada em flagrante com o seu amante, Licasto. Com este desgosto, Esganarelo quer deixar a ideia do casamento de lado até que Alcidas, irmão da noiva, intervêm na situação para o obrigar a «casar à força».

Com o estilo característico de Molière, um cenário de época e música barroca ao vivo, Casado à Força promete arrancar muitas gargalhadas ao público do Teatro da Trindade. Com Dânia Neto, Vítor Norte, José Henrique Neto, Samuel Alves e a revelação Tiago Costa em cena, Casado à Força é aquele espetáculo encenado por Paulo Sousa Costa que vale a pena ser visto!

Já sabes, se quiseres assistir em boa companhia a esta peça tão bem produzida só tens que participar neste passatempo e estar atento ao blogue porque no serão de terça-feira, 18, a lista dos vencedores será revelada! Boa sorte!

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários Recentes

  • O Informador

    Felizmente que não me deixo levar por um partido, ...

  • Anónimo

    Caro Informador, espero que seja um bom elemento ...

  • O Informador

    Deveríamos convidar os nossos queridos deputados a...

  • O Informador

    Um Primeiro-Ministro a fazer figura de parvo ao te...

  • Anónimo

    Com todo o respeito que tenho pelos animais, que é...

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural