Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

16
Fev15

A igualdade do Papa


O Informador

Papa Francisco.jpg

E no Vaticano as coisas agora acontecem assim, com o Papa Francisco a juntar-se aos empregados também pelo refeitório, mostrando que a igualdade está instalada pelo centro da igreja católica!

Estariamos a falar de normalidade se isto não fosse uma imagem única do presente símbolo máximo do Vaticano que tem alterado as formas de estar e aparecer ao mundo sem as grandes regalias e protecções que os seus antecessores foram obtendo.

Arrisco até a afirmar que por ali, no meio dos funcionários, o Papa até se encontra mais protegido que pelos seus aposentos, aqueles que também escolheu sem os luxos de outrora.

25
Jan15

Ai, coragem!


O Informador

Observador Papa FranciscoVamos lá deixar alguns dos telemóveis de lado e apagar todas as contas que existem pelas redes sociais senhores católicos que gostam de seguir à risca o que o líder da igreja afirma!

Se o Papa Francisco afirma que é necessário educar os mais novos através da comunicação pessoal sem o recurso a iPhones e redes sociais que podem ser utilizadas pelos mesmos aparelhos, então toca a comprar um dos novos modelos da Nokia ou Samsung para poder andar livremente e dentro das leis da igreja católica.

Já agora, daqui a uns dias revelará também a sua opinião acerca das horas que cada qual passa em frente ao televisor ou de livro na mão? É que em ambas as situações muitas vezes também não existe comunicação direta e pessoal!

Ai, coragem!

02
Jun14

O Rei de Espanha abdicou


O Informador

Juan Carlos percebeu que estava na altura de deixar o trono pela idade e pelos escândalos que têm sido tornados públicos nos últimos tempos à sua volta. Para muitos o rei abdicar do seu cargo não é aceitável, para mim, defensor de que nada é eterno, Juan fez o que tinha a fazer ao longo dos seus anos de reinado e está na altura certa para a nova geração assumir de vez as funções que lhe estão destinadas.

Tendo sido o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, a anunciar publicamente tal decisão do ainda Rei, Juan Carlos está «convencido de que este é o melhor momento para produzir esta mudança», cedendo assim a coroa a Felipe de Borbón, que reinará como Felipe VI assim que a transição for aceite pelo parlamento do país.

Com o pretexto de poder «abrir caminho à nova geração», Juan Carlos, figura histórica, torna-se assim o primeiro Rei espanhol a abdicar do seu cargo em democracia por perceber que além de já não estar nas suas plenas condições para continuar o projeto a que sempre se dedicou, também já não tem o apoio como antes da sociedade que o tem relegado para segundo plano, a favor do futuro. 

Concordo com estas saídas dos cargos por vontade própria quando as pessoas percebem que já não conseguem fazer mais e que tudo deram à sua função, deixando o lugar vago para quem o consegue assumir. Concordei com a renúncia do Papa Bento XVI do seu lugar na igreja católica e aplaudo agora a decisão do monarca espanhol por seguir o mesmo caminho a bem do seu país.

Felipe VI ia ser Rei, mais cedo ou mais tarde, e será com o seu pai ainda vivo, com uma saúde a cambalear e com uma situação política e social controversa. Se vai assumir o lugar numa boa altura? Não, mas também ninguém garante que mais tarde, em situações normais, as coisas pudessem acontecer com uma perfeita sintonia da sociedade para com a passagem de testemunho normal e por morte do Rei.

Juan Carlos sai e Felipe entra! O que vai mudar? Não acredito que alterações de grande envergadura possam acontecer, pelo menos nestes primeiros anos de reinado! Hoje a história de qualquer país onde a monarquia é rainha não consegue ser feita como antes e estar Juan ou Felipe é uma questão social e não tão política. Sim, é verdade que as decisões do país dependem também do seu orientador, no entanto nada depende em exclusivo do Rei que dá a cara por uma casa real, por um país e que é considerado cada vez mais uma figura especial no país, deixando a barreira da monarquia para fazer uma vida cada vez mais normal como os governantes de qualquer país virado para a república.

Felipe tem destaques pela imprensa da atualidade mas é também pela área cor-de-rosa que tem conquistado muitos apoiantes dentro e fora de terras espanholas. Eu, português, aceito esta mudança talvez pensando na forma como a casa real do país vizinho é caracterizada pela nossa imprensa, não estando virado para a questão política como a maioria, onde se inserem os opositores a esta transição.

O Rei de Espanha está cansado e abdicou, agora vai chegar a era do Felipe e pronto! Todos terão que aceitar porque a decisão foi deles e se respeitam a família real como tanto apregoam não existe volta a dar!

12
Mar14

Vencedor do Passatempo – Inferno no Vaticano


O Informador

Inferno no Vaticano 3Guerra e Paz Editores e O Informador uniram-se para oferecer um exemplar do livro Inverno no Vaticano, da autoria de Flávio Capuleto. Com várias semanas pelo top de vendas nacional e já tendo chegado aos altos cargos do Vaticano, este livro sobre o mundo da igreja católica tem conquistado os fãs deste estilo literário. Eu não quis deixar escapar a oportunidade de poder oferecer um exemplar do mesmo aos meus leitores através de um passatempo bem sucedido junto de todos e agora chegou a altura de revelar o nome do vencedor que foi seleccionado através do sistema random.org.

Maria Emília Vale

Quarenta e um foi o número de participantes deste passatempo literário, mas só um poderia ser o vencedor que irá receber pelos próximos dias o exemplar de Inferno no Vaticano! Através da selecção automática o número 10 foi o seleccionado, ficando assim atribuído o prémio através da ordem de comentários que foram sendo feitos ao longo do prazo do passatempo.

Agradeço a todos os participantes e dou os parabéns à eleita! A todos deixo a mensagem que poderão ficar atentos porque os passatempos literários, teatrais e não só, irão continuar a fazer parte da vida d’ O Informador!

Inferno no Vaticano

01
Mar14

Passatempo – Inferno no Vaticano


O Informador

Inferno no VaticanoFlávio Capuleto é o autor de Inferno no Vaticano, a obra que tem conquistado os tops literários nas últimas semanas em Portugal! Agora O Informador juntou-se à Guerra e Paz Editores para podermos oferecer um exemplar do mesmo aos leitores do blogue!

Apaixonado pelo Vaticano e pela religião, Flávio Capuleto inspirou-se no mundo em torno da Igreja Católica para criar esta narrativa que tem conquistado os leitores e que já chegou ao Papa Francisco. Estando este livro entre o top dos mais vendidos até ao momento, O Informador não quis deixar de fora a oportunidade de poder oferecer um exemplar do mesmo aos verdadeiros amantes literários e que têm acompanhado o trabalho realizado nesta minha casa online ao longo dos últimos meses.

Com base na religião, com o sucesso do seu lado e saber que também o Papa Francisco já tem o seu exemplar de Inferno no Vaticano, o que aconselho aos meus leitores? Habilitarem-se a ganharem o exemplar que tenho para oferecer e onde um simples comentário e uns cliques conseguem activar a sua participação! Quem quiser habilitar-se e ser o vencedor do exemplar deste livro, basta copiar a frase que se segue e colocá-la como comentário a este meu texto. Os candidatos à vitória terão também que serem seguidores das páginas de Facebook d’ O Informador e da Guerra e Paz Editores e partilharem este texto pelo seu perfil de Facebook!

«Inverno no Vaticano, o livro que O Informador tem para oferecer!»

Depois e através do sistema random.org encontrarei o número do felizardo que irá receber o seu exemplar de Inverno no Vaticano. A ordem dos comentários traduzir-se-à em números e colocarei a imagem da selecção que saiu, revelando assim o vencedor num novo texto.

O passatempo inicia-se no dia 1 de Março e terminará a 11 do mesmo mês. O vencedor depois será revelado por aqui – dia 12 -, como tal, peço a todos os participantes que fiquem atentos e que coloquem corretamente o seu email no momento do comentário, já que posteriormente o vencedor terá de fornecer os seus dados para que o envio do prémio aconteça.

Bons comentários e já agora… Boas leituras!
Sinopse
Um romance atrevido, chocante e erótico.Há um morto nas catacumbas do Vaticano. Francesco Barocci, curador do Tesouro, é encontrado sem vida na Sala das Relíquias. Foi assassinado: chuparam-lhe o sangue. Há bispos e cardeais em pânico. Um português, o inspector Luís Borges, e uma simbologista, a escaldante Valeria Del Bosque, encarregam-se da investigação. Um tesouro que todos conhecem e todos querem esconder, uma conspiração que ameaça o Papa, uma sociedade secreta que semeia as igrejas de cadáveres.São estes os mistérios que o inspector e a simbologista têm de decifrar. Uma batalha cruel, florentina, com mais ouro e sexo do que incenso e mirra.
 

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • O Informador

    Existe mais a ideia de igualdade em Portugal e dep...

  • Cláudia C Silva

    Aqui em Portugal é por ela, mas acredita que pelo ...

  • O Informador

    Felizmente que se vê cada vez mais mulheres a pens...

  • O Informador

    Confesso que sou um pouco chato com os horários e ...

  • O Informador

    Passou-te ao lado como a mim quase passava!

Mensagens

Pesquisar

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador