Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

24
Dez17

Feliz Natal!


O Informador

natal.jpg

Chegou o fim-de-semana natalício e em modo alargado do ano e todos já preparam os últimos pormenores para a noite da consoada onde a família se reúne em torno da mesa e os mais novos aguardam, com questões constantes, sobre as horas para que possam abrir os seus presentes. A todos os que me acompanham por aqui desejo um Feliz Natal, esperando que se tenham portado bem para que o Pai Natal vos visite daqui a umas horas com os vossos desejos a cairem pela chaminé como se se tratasse da grande lotaria de Natal em que todos podem ser vencedores, mas só os bem comportados e com sorte ganham o melhor prémio. 

23
Dez17

Perfume de Natal


O Informador

O Natal também é sinónimo de novos perfumes a chegarem ao mercado que das antiguidades que viram clássicos às últimas novidades revitaliza-se para que ano após ano os presentes perfumados que trocamos uns com os outros possam seguir a linha de «mais do mesmo» porque segue o gosto do presenteado ou então arriscar com uma novidade, acabada de lançar no mercado e que poderá fazer êxito. 

Quem não gosta de receber um bom perfume, daqueles que ao passar deixam rasto, fazendo algumas vezes alguém olhar para trás e existir até a tentação de questionar sobre a marca ou o nome da fragrância que está a ser utilizada? 

22
Dez17

A verdade escondida do Natal


O Informador

merry christmas.gif

O Natal é o momento da família, das tradições, das mesas cheias de comida e doces, mas e o que está por detrás de tudo isto? Onde anda o trabalho sobre o qual muitos se queixam para terem tudo perfeito com a finalidade de receberem a família mais próxima em casa? E o que dizer das grandes noites de convívio que muitos dispensam em certas idades mas sobre as quais são obrigados a marcar presença para ninguém se sentir melindrado?

Nesta altura muitas coisas sentimentais são ditas e escritas por ai porque a época parece mexer com o sentimentalismo de cada um, mas na verdade, por trás, nas costas, as queixas são mais que muitas sobre o trabalho que tudo isto dá e o fastio que as uniões da época obrigam em dias em que pouco se faz dentro da normalidade e da vontade de muitos. 

O Natal é isto e aquilo mas também é cozinhar durante horas, encher a casa com pessoas que por vezes não se visitam durante todo o ano, enchendo cada casa naqueles dias com sacos, presentes e no final resíduos sobre o que sobrou de uma noite fria na rua e quente dentro de quatro paredes e de um dia onde é necessário regressar para terminar com o que foi começado e ficar assim a esticar por umas horas a noite natalícia que é tão desejada por muitos mas também tão fastienta para outros tantos.

Pessoalmente nunca fui grande apreciador do Natal! Não tenho tradição natalícia desde pequeno e isso fez com que esta época seja um pouco chata, com dias monótonos e parados onde nada apetece fazer. Se na minha vida o Natal é uma altura completamente dispensável, para outros sei que esses dias, por muito que aleguem que gostam, acabam por ser cansativos e trabalhosos. É que enquanto uns desfrutam, falo dos que vivem mesmo a época sem nada se preocuparem, os outros, os que ficam na retaguarda, têm de fazer todos os preparativos para que tudo esteja pronto e com os melhores sabores, com os presentes bem escolhidos para as pessoas indicadas para que nada falhe e todos, ou quase todos, se alegrem na hora de descobrirem os seus embrulhos. Quem desfruta será que ouve os desabafos de quem tudo faz para ver a família reunida, aquelas pessoas que se levantam bem cedo nos dias anteriores para que esteja tudo muito bem elaborado para receber os convidados em sua casa, com os lugares contados, mesa posta, peru bem temperado, bacalhau no ponto e o melhor bolo rei na mesa ao lado de todos os sonhos feitos ao longo da tarde da véspera de Natal para que ainda estejam quentes e fofos na hora de serem apreciados por todos, mesmo por quem os fez e já está com uma paciência quase nula no momento de se sentar e pensar em descansar. Mas descansar de quê? É que depois existe bastante mais louça que no dia-a-dia para lavar, existe uma casa para limpar, lixo para recolher e tudo dentro de pouco tempo porque umas horas depois é dia de regressar ao trabalho e convém deixar tudo perfeito para que nada fique por fazer ao longo da semana laboral, onde a pessoa continua cansada e sem paciência, querendo tirar aquele dia para si para descansar dos dias em que deveria estar em pausa mas que fez de tudo e acabou por não respirar para aproveitar um pouco do que gosta mas que lhe dá trabalho.

21
Dez17

Bombons para o Natal


O Informador

Quem não gosta de receber bombons no Natal? Acho que nem faz sentido não existir uma caixa destes pequenos chocolates, com e sem recheio, no sapatinho, para que antes e após a noite mágica fiquem espalhados pelas mesas e pelas bomboneiras em espera de que uma boca mais gulosa lhes diga «olá» e «boa viagem».

Pois é, os bombons são sempre daqueles pormenores que a solo ou como acompanhamento de outro presente podem sempre aparecer porque são totalmente bem-vindos, para quem não se encontra de dieta, claro. Digo isto porque existe também quem não goste nada de receber ou ver doces por perto no Natal porque tudo é visto como uma provocação para com o regime que se tende em manter e que os outros ousam tentar para que se caia na tentação açucarada.

Cá para mim, que não sou de dietas nem ainda tenho motivos para tal, podem vir bombons e mais bombons que a malta agradece. Adoro chocolate e se existem temporadas em que me deixo ressacar e nem me lembro que o cacau existe, noutras o vício regressa quase diariamente. 

18
Dez17

Oferece Música neste Natal


O Informador

Neste Natal as listas de presentes ideais são mais que muitas e a música volta a ganhar destaque para muitos como oferta predileta. Os novos discos de diversos artistas nacionais têm estado a sair pelos últimos meses, a pensar também nos presentes natalícios, e das fadistas Ana Moura e Gisela João ao estilo único de David Fonseca e Ana Bacalhau, existem oportunidades de oferta para todos os gostos. 

Sara Tavares acaba de lançar o seu Fitxadu, Cuca Roseta tem em Luz a sua nova aposta, Gisela João lançou Nua, Ana Moura usa o melhor de si para conquistar os fãs e Raquel Tavares canta Roberto Carlos com melodias perfeitas. O fado e as baladas da vida têm cada vez mais destaque no panorama musical nacional e neste Natal as vozes do momento têm os seus novos trabalhos disponíveis a todos para entrarem na noite da consoada em casa dos portugueses!

17
Dez17

Cabazes de Natal? Ainda existem!


O Informador

Há uns anos, quando comecei a trabalhar, já lá vai uma década, lembro-me tão bem de na véspera de Natal, a empresa oferecer um cabaz de Natal pelo último dia de trabalho antes da noite da consoada. Vinhos, chocolates, figos, queijos, licores, enchidos e umas latas de uma conserva, dita gourmet, apareciam embrulhados em ráfia, numa caixa de madeira. Podia não ser muito, mas era aquele mimo que a empresa oferecia aos seus funcionários. Aos poucos essa tradição na empresa foi desaparecendo. A caixa de madeira transformou-se em cartão, o tamanho começou a reduzir, até que foi transformada num presunto no último ano em que a oferta aconteceu. Após o cabaz e o presunto, tudo terminou e nos últimos anos nada mais surgiu naquele dia, quebrando-se também a vontade de querer presentear de outra forma o funcionário. O fim começava a surgir ao fundo e tudo terminou! Este ano o Natal é passado numa nova empresa onde também não existe o antigo e tradicional cabaz de Natal, mas existem ainda empresas e mesmo particulares que nesta altura gostam de presentear uns e outros com um cesto cheio de artigos especiais onde aos poucos os produtos portugueses ganham também cada vez um maior destaque com chocolates caseiros, licores da aldeia, doces da terra e aromas que fazem lembrar o passado. 

Sobre mim

foto do autor

Ganha

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Recebi a notificação deste post e tive que abrir.....

  • O Informador

    Fui também e adorei! Comentário no blog ao longo d...

  • Anónimo

    Adorei! muitos parabéns aos irmãos Feist e restant...

  • O Informador

  • Anónimo

    Que boa notícia!Obrigada pelo passatempo!;)

Mensagens

Pesquisar

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador