Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

28
Ago16

Serões televisivos ao Domingo?! Não existem!


O Informador

Coitados dos portugueses que somente têm quatro canais televisivos em casa neste momento! Os serões de Domingo devem ser o verdadeiro reino dos infernos dos diretores de programas...

Se na RTP passam o antigo filme A Menina da Rádio em homenagem a Maria Eugénia Pinto do Amaral que faleceu há dias, a SIC estreia novo programa, igual ao anterior, de vídeos de apanhados, memes da internet e erros televisivos com apresentação de Diana Chaves e João Paulo Sousa de seu nome Smile! e a TVI oferece um suposto episódio especial da novela Santa Bárbara, o que poderão escolher os espetadores que só têm quatro canais em casa?

Desligar a televisão e conviver um pouco ou então optar por dormir mais cedo porque pelo pequeno ecrã ou assistem a antiguidades em modo homenagem, programas com vídeos mais que vistos ou então uma novela que passa cinco dias por semana e ainda consegue ter episódios especiais ao fim-de-semana! 

03
Jul15

Entrada livre em Museus e Monumentos


O Informador

Sabias que os Museus e Monumentos da nossa capital no primeiro Domingo de cada mês estão com entrada livre? Ah pois é, não sabias e agora já estás a repensar os planos que tinhas para o fim-de-semana que se aproxima, não é?

Podes ficar a saber mais informações sobre a iniciativa pelas páginas que se seguem...

Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves

Museu de Arte Popular

Museu do Chiado - Museu Nacional de Arte Contemporânea

Museu da Música

Museu Nacional de Arqueologia

Museu Nacional de Arte Antiga

Museu Nacional do Azulejo

Museu Nacional dos Coches

Museu Nacional de Etnologia

Museu Nacional do Teatro

Museu Nacional do Traje

Palácio Nacional da Ajuda

Mosteiro de Jerónimos

Panteão Nacional

Torre de Belém

03
Mai15

Só uma questão... TAP


O Informador

Mas agora todos os noticiários têm de abrir com a greve da TAP? Será que não existem outros temas para destacar como principal foco depois de três dias de greve? É que as notícias são praticamente sempre as mesmas sobre o assunto e aqueles diretos televisivos sem nexo não mostram nem mais nem menos do que tinha sido noticiado horas ou até minutos antes. 

Pela próxima semana continuaremos a ter a TAP como grande notícia dos informativos nacionais? Só espero que o Correio da Manhã invente uma bronca qualquer em volta deste tema para apimentar a história e causar um fururu dos grandes! Algo do estilo, «Direcção da TAP com saco azul» ou «Pilotos dormem em serviço» daria um novo motivo para poderem continuar a ter os pilotos e os aviões como grande centro da acção sem cansarem com aquelas conversas de passageiros que ficam sem voo e sem onde ficar durante horas e mesmo dias!

10
Fev15

Coleção Franco Maria Ricci


O Informador

http://videos.sapo.pt/b4azeniEpAP16siGpWc8No passado fim-de-semana visitei o Museu Nacional de Arte Antiga que está de 29 de Novembro até 12 de Abril com a exposição da coleção de Franco Maria Ricci.

Uma abertura do espólio pessoal do italiano chegou a Portugal através desta exposição que foi a que mais agradou das que vi pelo Museu Nacional de Arte Antiga pelos últimos anos. Com mais de uma centena de obras, divididas entre pintura e escultura, o percurso do século XVI ao XX é visível através da viagem que os visitantes do espaço lisboeta são convidados a fazerem. Com trabalhos dos mais variados artistas ocidentais, Franco Maria Ricci reuniu uma verdadeira obra, porém foi no vídeo de apresentação, a que assisti pelo final do percurso, que acabei por perceber este sonhador nascido em 1937.

Uma exposição que não tem do seu lado um toque chamativo como as anteriores que estiveram presentes pelo Museu Nacional de Arte Antiga mas que vale a pena visitar, existindo ainda a hipótese de entrar na Biblioteca do espaço que regularmente está fechada aos visitantes.

[caption id="attachment_10440" align="aligncenter" width="640"]Jesus por Filippo Mazzola Jesus por Filippo Mazzola[/caption][caption id="attachment_10439" align="aligncenter" width="640"]Cabeça de São João Batista Cabeça de São João Batista[/caption][caption id="attachment_10437" align="aligncenter" width="640"]Vítor Amadeu de Saboia e Maria Antonia Fernanda de Bourbon Vítor Amadeu de Saboia e Maria Antonia Fernanda de Bourbon[/caption]caveira morte
01
Dez14

Mercado de Natal


O Informador

Mercado de Natal 2O Mercado de Natal está de volta ao Campo Pequeno e de 4 a 8 de Dezembro será possível ver e comprar produtos nacionais nas áreas do artesanato, design, vintage, livros, brinquedos, gourmet, bio, artes plásticas, miniaturas, cerâmica e joalharia, sem esquecer a solidariedade.

O Campo Pequeno recria uma vez mais o espírito dos mercados antigos onde é possível encontrar de tudo um pouco numa época onde o consumo aumenta. Com produtos 100% nacionais, este ano a iniciativa conta ainda com um espaço dedicado a petiscos e tapas de renome, confeccionados com produtos à venda pelo recinto, dando assim primazia à divulgação das várias áreas em exposição.

Neste evento contribui-se para a divulgação, estímulo e sustentabilidade dos pequenos artesãos, ofícios e recentes atividades produtivas do nosso país, dando assim a oportunidade de se apresentarem perante o público. Além de ajudar a divulgar o que é nacional e está a dar os primeiros passos, no Mercado de Natal é ainda possível adquirir produtos a baixo preço, trazendo consigo assim várias vantagens de aquisição. A par de tudo isto, esta iniciativa tem uma componente solidária, ajudando a angariar receitas para mais tarde repartir pelas Instituições Particulares de Solidariedade Social. 

De 4 a 8 de Dezembro, a partir das 11h, o recinto do Campo Pequeno abre ao público pelo preço de 1€ cada entrada, sendo esse valor dedutível em compras superiores a 8€.

Quem ainda não fez as suas compras natalícias está mesmo à espera de quê para marcar na sua agenda este evento?

22
Nov14

A Champions na RTP


O Informador

A RTP, depois de em 2012 ter deixado a guerra com as privadas sobre os direitos da Liga dos Campeões, voltou ao ataque e adquiriu a transmissão dos grandes jogos entre os anos de 2015 e 2018 por algo como 18 milhões de euros! Uma decisão que tem suscitado várias criticas e com boas razões justificativas para acontecerem! Estamos num período de austeridade, o Governo manda as instituições, ainda públicas, pouparem e depois, assim como quem não quer a coisa, surge uma surpresa desta espécie onde as despesas são avultadas e todos parecem ter fechado os olhos a tantos milhões!

Se a RTP é uma empresa que tem dado prejuízo ao longo dos últimos anos como concorre agora à apelidada de liga milionária? O Governo aumenta os impostos de todos nós e depois podem esbanjar assim com um simples contrato tanto dinheiro como se nada fosse? Qual a verdadeira explicação para isto poder acontecer quando existem canais privados que não são pagos pelos contribuintes, neste caso TVI e SportTV, a quererem adquirir tais direitos televisivos? Existem prioridades e num canal público será que todos estes milhões não podiam ser aplicados por outros campos bem mais essenciais e que se estendam por toda a grelha de programação, não focando-se somente num dia específico de mês a mês? O que leva uma empresa falida, paga por todos nós, a gastar 18 milhões de euros com instituições estrangeiras em vez de aplicar tal valor em programas nacionais?

Tantas e tantas questões para serem colocadas à direcção da RTP e ao Governo, que já mostrou insatisfação pública mas que irá deixar passar mais um caso numa das suas empresas que continuam a esbanjar o dinheiro dos contribuintes sem olhar para o lado!

06
Set14

Made in Portugal


O Informador

João Santana, o diretor da revista GQ Portugal afirma no editorial da edição de Setembro da publicação que Lisboa está na moda e que o turismo tem vindo a crescer na nossa capital e consequentemente pelo país, o que tem sido visto por muitos e bem comentado pelos últimos tempos. Além disso o sr. Santana também fala de um aspecto importante e que está a ganhar proporções descontroladas, os novos produtos nacionais, de design artesanal, a que se juntam artigos impróprios! Com o crescimento e aparecimento de lojas desta especialidade em cada ponto da cidade, acaba-se por começar a comercializar gato por lebre através dos típicos souvenirs que são levados para terras internacionais para a família e amigos que por lá ficaram. O que sugere o diretor da GQ? A criação de um selo de qualidade para eleger as verdadeiras peças nacionais, valorizando os bons produtos nesta indústria que tem dado cada vez mais cartas pela nossa capital e não só!

Isto é absolutamente verdade! Há uns anos, quando apareceu, por exemplo, a loja de Catarina Portas, A Vida Portuguesa, poucos eram os locais especializados na tradição, onde os antigos artigos estavam de novo à disposição de todos, com velhas ou remodeladas roupagens. Agora e talvez em pouco mais de cinco anos, as zonas centrais de Lisboa estão repletas de muitas vidas portuguesas, com produtos originais, de criadores nacionais, unindo o recente com o antigo, tudo em busca da conquista dos milhares de turistas nacionais e internacionais que passam pelas ruas da capital diariamente. É certo que existem muitos bons locais com a dita qualidade e cuidados com as escolhas do que comercializam, mas ao mesmo tempo também se começa a perceber que outros produtos de qualidade duvidosa e já muitas vezes produzidos longe das linhas portuguesas começam a infiltrar-se com o made in Portugal, não existindo o controlo por parte das entidades responsáveis para o que é servido como sendo nacional.

Os negócios de produtos portugueses apareceram em grande quantidade de um momento para o outro mas a inexistência de cuidado e a busca das vendas rápidas poderão acabar com muitos pontos já de referência. O que é demais acaba por não sobreviver e se não existir um controlo daqui a uns tempos as agora lojas onde o design, rigor e características produzidas por autores lusos acabarão por seguirem outros caminhos, perdendo a verdadeira essência para as quais foram criadas!

O Made in Portugal tem que ser levado com muita atenção pelo país porque a continuar assim as outrora infindáveis lojas chinesas podem dar lugar às lojas dos portuguesas com bandeiras, símbolos e histórias nacionais que nada têm haver com a verdadeira essência para a qual foram criadas... Levar Portugal pelo Mundo de forma original!

26
Jun14

Adeus Portugal!


O Informador

A Selecção Nacional chegou ao Brasil como sendo uma das preferidas à vitória no Mundial 2014, com o final dos jogos de Grupos percebe-se que os tugas estiveram sempre mal pelas três entradas em campo que fizeram.

Perderam contra a Alemanha, continuaram a perderam com os EUA e esperaram por um milagre com o Gana. Venceram o último jogo mas não chegou para conseguirem passar para a próxima fase do campeonato.

Cristiano Ronaldo e companhia jogaram mal, não mostraram ser uma equipa unida e conseguiram deixar a ideia de que não estavam ali para ganhar nada, tendo sido uma das selecções mais fracas deste início da copa, ficando agora pelo caminho, algo que já era previsível após a primeira exibição da equipa com mais lesões do Mundial.

Onde andam as culpas para este mau desempenho? Paulo Bento não foi bom no Sporting, como poderiam achar que iria ser o substituto ideal de Scolari para levar a equipa à final das competições? Quem pensa levar jogadores lesionados para brilharem onde todas as estrelas do futebol estão? Fala-se que o agente da maioria dos jogadores, um tal de Jorge Mendes, teve boa influência pelas escolhas dos nomes seleccionados, mesmo que estivessem em mau estado físico, e isso dá que pensar!

Foram coxos e voltam coxos! Começaram mal e voltam mal ao seu país! Desiludiram e agora há que arranjar culpados para tão mau desempenho... Ah esperem, foram as altas temperaturas as principais culpadas pelos poucos golos e talvez uma baliza com uns centímetros a mais a favor dos adversários!

Será que existe alguém que deveria pensar em deixar o seu lugar vago? Sim, o senhor Bento que não foi Papa, mas que se tem achado o melhor seleccionador só porque tem um Cristiano Ronaldo como capitão numa equipa feita de amigos e contra os bons desempenhos em campo.

Portugal diz assim adeus ao Mundial 2014 e ao Brasil! Daqui a quatro anos haverá nova hipótese pela Rússia!

25
Jun14

Mulheres


O Informador

Mulheres, a novela que conta com sete atrizes nos papéis principais, inspirada num produto internacional de sucesso, chegou há poucas semanas ao final do serão da TVI. Se na altura a direcção do canal foi criticada por colocar um novo produto de ficção nacional no horário da meia noite, hoje nota-se que a decisão tomada foi a correcta. Além disso, eu estou viciado nesta novela onde sete protagonistas cruzam os seus destinos e mostram as suas vidas bem diferentes entre si!

Com Sofia Alves, Jessica Athayde, Susana Arrais, Fernanda Serrano, Maria Rueff, Paula Lobo Antunes e Gabriela Barros nos papéis principais, nesta produção da Plural o tempo decorrido durante um episódio passa a correr, não se dando por isso que quase uma hora decorre entre o início e o fim, existindo logo aí um sinal que a trama tem uma história que se desenrola facilmente, sempre com novos motivos de atracção. As interpretações de todo o elenco, mesmo contado com os jovens até agora quase desconhecidos, estão perfeitas e nota-se que a novela foi pensada e tem sido feita mesmo para o horário onde foi encaixada dentro da programação do canal. Com temas fortes como o cancro, a violência doméstica, o álcool e os inúmeros problemas conjugais e profissionais, Mulheres é uma novela que deixará marcas no panorama audiovisual, tendo todo um conjunto perfeito para mais um avanço no que se tem feito em Portugal a favor da representação. Não é um produto com vilões no centro da acção, tendo uma história forte e calma ao mesmo tempo, com uma imagem urbana e uma banda sonora romântica inspiradora.

Tenho acompanhado esta novela desde o seu episódio de estreia e tenho mesmo adorado ver que Mulheres é um produto que explora na perfeição os sentimentos das suas personagens, mostrando as vidas e reacções que qualquer pessoa comum vai tendo perante as barreiras que lhe vão sendo impostas ao longo do tempo.

Personagens comuns numa novela que retrata a vida de qualquer pessoa com quem me posso cruzar ao virar da esquina, não existindo uma grande heroína ou vilã que distorcem da realidade como na maioria das produções acontece. Estou rendido a estas Mulheres e espero que a sua produção se mantenha perfeita e que a novela não se fique pelos episódios previstos porque aqui existe muito para explorar e com qualidade!

23
Jun14

Quase um adeus ao Mundial!


O Informador

Portugal começou mal o Mundial e continua mal no campeonato que reúne as melhores selecções nacionais de futebol do Mundo! Se contra a Alemanha Cristiano Ronaldo e companhia não conseguiram fazer golo e ainda foram para o hotel com quatro sofridos, agora contra os EUA as coisas começaram por correr melhor, só que ao longo dos noventa minutos a situação deu a volta e os nossos tugas acabaram por deixar empatar o encontro por 2-2, ditando assim o desequilíbrio na continuação em prova. Portugal perdeu um jogo e empatou o outro, tendo agora que golear em grande o Gana e esperar que os EUA percam contra a Alemanha no último jogo de grupos.

É assim com pena e desilusão que os heróis nacionais de futebol continuam a deixar o país, ainda para mais quando são uma das equipas com melhor ranking da FIFA a nível mundial. O que aconteceu para tais resultados terem aparecido? Equipa desmoronada, jogadores com algum desalento, falta de bons nomes em campo, um mau começo na prova e cansaço também devido às altas temperaturas que se fazem sentir pelo Brasil? Algo não está bem na equipa rainha que já deu grandes alegrias ao país!

Eu não percebo grande coisa de futebol, mas quando é o Mundial e o Europeu gosto de acompanhar e claro que torço por Portugal. Será que iremos mesmo reunir tanta coisa pelo próximo dia para conseguirmos seguir em frente na competição? Será difícil ter de vencer e esperar por um resultado favorável no jogo dos adversários, mas tudo pode acontecer!

Agora resta esperar com desalento nacional e acreditar que a reviravolta possa mesmo aparecer!

06
Jun14

Praga de mosquitos


O Informador

Este ano a Primavera além de andar com um clima instável, trouxe consigo uns animais mais indesejados e que além de perseguirem as pessoas que acabam por entrar sem se aperceberem na sua nuvem, conseguem também invadir produtos alimentares, roupas e tudo o que lhes aparecer pela frente. Falo dos insuportáveis mosquitos!

Não sei se ando mais atento ou se de facto Portugal está a ser afectado por uma grande onda de mosquitos que parecem uma praga! Saio de casa e apanho uma nuvem com milhares de pequenos seres portadores de doenças, vou à praia e lá aparecem os primos da nuvem que vi perto de casa, vou até à capital e lá apanho com os mosquitos mais citadinos que se colam ao que lhes aparece pela frente como se tivessem um íman. 

O nosso país nesta Primavera de 2014 está a ser atacado por uma valente praga mosquiteira e os pequenos insectos são horríveis e causam algum nojo só de pensar que pousam por todo o lado e que transportam consigo bactérias. Alguns países e regiões do país já tinham sentido tal fenómeno negativo há uns tempos e agora é aqui pela zona que os apanho, vá para onde for!

23
Mai14

Prove


O Informador

ProveOs produtos locais estão na moda e há que ajudar a agricultura nacional, para isso existe o movimento Prove que pretende estreitar a relação entre produtor e consumidor. Com a oportunidade de experimentar produtos variados através de cabazes cheios de legumes e frutas de elevada qualidade, o Prove tem vindo a crescer pelo país, estando já em prática em diversas cidades, vilas e aldeias.

Com adesão semanal ou quinzenal, o consumidor é convidado a inscrever-se numa lista para nos dias destinados ir levantar o seu cabaz de produtos hortícolas da região, produtos esses livres de químicos e com os sabores e cheiros tão característicos da terra. O Prove tem cabazes a preços bem acessíveis e mais baratos que a totalidade dos produtos nas grandes superfícies e tem assim um convite para ser a primeira opção na altura de comprar os seus legumes e frutas da época.

Mais informações sobre o movimento Prove, aqui!

Prove1

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários Recentes

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________