Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

13
Ago16

As Árvores Morrem de Pé


O Informador

IMG_6720.JPG

Filipe La Féria, Eunice Muñoz e Ruy de Carvalho sonharam levar a palco uma versão do espetáculo de Alejandro Casanova e o dia 11 de Agosto de 2016 simbolizou o arranque junto do público de um desejo de dois grandes atores e um encenador de excelência no panorama nacional. As Árvores Morrem de Pé é o novo espetáculo de Filipe La Féria para o Teatro Politeama e a estreia não poderia ter corrido melhor!

Com Manuela Maria, que divide a sua personagem com Eunice Muñoz, e Ruy de Carvalho nos comandos de um elenco bem conhecido dos espetáculos de La Féria, esta produção assinala o regresso aos grandes textos teatrais, quebrando o fio que vinha a ser feito através das várias revistas à portuguesa que subiram ao palco pelos últimos anos no Politeama. As Árvores Morrem de Pé é por si só um espetáculo que fala por si mas se lhe colocarmos os grandes da nossa representação a encabeçar o elenco acaba por ser perfeito. 

Plateia esgotada sem existir espaço para mais. Público bastante atento ao que ia ser feito. Encenador confiante. Equipa técnica alegre. O pano sobe e o palco mostra-nos que uma vez mais as Produções Filipe La Féria não falham no cenário e na caracterização dos personagens. O elenco começa a desfilar, uns com maior destaque que outros, como sempre, e rapidamente entra em palco Ruy de Carvalho que recebe os aplausos de um público que sabe perfeitamente a razão de estar naquela sala. A história começa a desenrolar-se e vamos sendo levados por atores que interpretam clandestinos atores até ao grande centro da ação, a casa onde está no momento a avó que poderia ser de todos nós.

Manuela Maria dispensa qualquer tipo de apresentações e confesso que é a grande surpresa desta estreia. Gosto e sempre gostei desta atriz que ao longo da sua vida tem feito história na representação, mas não pensei que estivesse tão bem e me conseguisse levar rapidamente do riso ao choro de forma perfeita e sem que tenha tido tempo para pensar nas alterações repentinas de uma personagem que lhe encaixa na perfeição. Seriedade, serenidade, calma, humana, profissional... Tanta coisa que tinha agora para contar sobre o que senti com a prestação de Manuela Maria pelas tábuas do Politeama. Emoção é acima de tudo o que esta grande atriz, tal como Ruy de Carvalho, conseguem passar para quem assiste a este grande espetáculo que irá ficar certamente em cena durante uma grande temporada. 

O talento em As Árvores Morrem de Pé não se coloca em questão porque dos jovens aos seniores, todos têm e revelam grande experiência. O texto está lá, tendo um grande contraste entre o bem e o mal que se atropela de forma positiva entre si. O cenário perfeito, o guarda-roupa perfeito, a iluminação perfeita. Enfim, tudo perfeito num sucesso que ainda agora começou!

11
Ago16

Estreia hoje... As Árvores Morrem de Pé


O Informador

 As Árvores Morrem de Pé é o novo espetáculo que Filipe La Féria coloca em cena no Teatro Politeama a partir de hoje e com nomes bem sonantes da nossa representação! Eunice Muñoz, Ruy de Carvalho, Manuela Maria, Carlos Paulo, Maria João Abreu, João D’Ávila, Hugo Rendas, Ricardo Castro, Paula Fonseca, Rosa Areia, João Duarte Costa, Patrícia Resende e os jovens actores João Sá Coelho, Pedro Goulão e Francisco Magalhães compõem um elenco que fala por si e que irá brilhar a partir de agora pela sala de espetáculos lisboeta que certamente irá ficar esgotada sessão após sessão de hoje em diante!

Um verdadeiro grupo de grande talento foi reunido por La Féria nesta sua nova aposta que passa também por resultar numa homenagem a Eunice Muñoz, Ruy de Carvalho, Manuela Maria e João D' Ávila que já contam com décadas de palcos com carreiras recheadas de sucessos, aplausos e muito carinho junto do público. 

As Árvores Morrem de Pé, um espetáculo que ninguém deve perder!

4F7A0098T1.jpg

08
Ago16

Eunice Muñoz de regresso aos palcos!


O Informador

Filipe La Féria não pára e desta vez convocou nomes grandes da representação em Portugal para encherem o palco do Teatro Politeama com o espetáculo As Árvores Morrem de Pé. Eunice Muñoz, Ruy de Carvalho e Manuela Maria são as grandes figuras de destaque desta produção que estreia já na próxima Quinta-feira, dia 11. Quem vai conseguir resistir a tanto talento junto? Eunice regressa assim, após pausa forçada, aos palcos na companhia de amigos e numa grande aposta de um dos principais produtores nacionais de espetáculos!

Portugal está convocado para assistir a esta nova aposta de La Féria! Eu vou! E tu?

as árvores morrem de pé 2.jpg 

10
Jan16

Bilhetes para Boas Pessoas


O Informador

O Teatro Aberto recebeu há umas semanas as primeiras sessões de Boas Pessoas, onde Irene Cruz, Leonor Seixas, Luís Lucas Lopes, Maria João Abreu, Pedro Laginha e Sílvia Filipe sobem ao palco da Sala Azul com um espetáculo de David Lindsay-Abaire. Desafiando-se a mostrar o que pode ser o dia-a-dia de gente comum que vive entre o trabalho ou a falta dele e a família e com os sonhos sempre à espreita, serão as escolhas tomadas as melhores decisões para um futuro melhor? Esta é a premissa de Boas Pessoas, o espetáculo que podes ir ver no serão do dia 21 de Janeiro através desde passatempo onde cinco convites duplos estão em sorteio! Vi e gostei!

boas pessoas.jpg

Margarida vive sozinha com a filha e trabalha na Loja de Tudo a Um Euro. A sua vida é dura, como é para a maior parte das pessoas que lutam dia-a-dia para pagar as contas.

Boas Pessoas é uma peça de gente comum, que sonha, sofre e se diverte, vive e trabalha numa grande cidade. Há quem se esforce para chegar ao topo, quem viva de caridade, quem não deva nada a ninguém e quem procure encontrar a sorte num jogo de azar.

O caminho de Margarida estará traçado à partida ou vai decidir-se num momento? As coisas hão-de melhorar ou piorar, fruto do seu esforço ou num golpe de sorte?

No fim de contas, a vida é feita de escolhas. Será?

 

FICHA ARTÍSTICA

ENCENAÇÃO | DRAMATURGIA | VERSÃO Marta Dias

CENÁRIO Catarina Barros

FIGURINOS Dino Alves

LUZ Alberto Carvalho | Marta Dias

VÍDEO Luís Soares

COM Irene Cruz | Leonor Seixas | Luís Lucas Lopes | Maria João Abreu | Pedro Laginha | Sílvia Filipe

 

ESPECTÁCULOS 

4ª a Sábado às 21h30 

Domingo às 16h 

Luis Lucas Lopes_Irene Cruz_Maria João Abreu©Cle 

Este passatempo decorrerá até às 19h00 de 20 de Janeiro, Quarta-feira, e para se habilitarem a um dos bilhetes duplos que tenho para sortear só têm de:

  • Fazer Gosto na página de Facebook d' O Informador.
  • Partilhar este post, mencionando dois amigos nessa mesma partilha.
  • Preencher o formulário que se segue onde só é permitida uma participação por endereço de e-mail.

09
Jan16

Boas Pessoas


O Informador

boas pessoas.jpg

A Sala Azul do Teatro Aberto tem em cena a peça Boas Pessoas da autoria de David Lindsay-Abaire. Ao longo de uma hora e quarenta minutos o público é convidado a reflectir sobre um tema bem na moda entre nós, o desemprego. Acima do drama de se ficar sem emprego de um momento para o outro persiste o facto das escolhas que todos vamos fazendo ao longo da vida, sejam essas escolhas ajudadas ou não pela sorte. Conseguiremos optar pelo caminho que nos dará uma melhor vida daqui a uns anos sem a sorte fazer das suas também?

Margarida vive num bairro problemático com a filha. Enquanto isso Daniel, fruto do mesmo bairro, seguiu um percurso diferente, tendo-se formado como médico, alterando de forma total a sua vida e rejeitando um passado na sua mente, mas ignorado no presente. Será que as escolhas de hoje ditam uma outra fase daqui a uns tempos?

Seremos boas pessoas quando nos confrontamos com os problemas perante o triunfo dos outros? Ou em momentos de aflição conseguimos revelar atitudes recheadas de problemas? Ao longo de Boas Pessoas o público é levado pela vida de Margarida que se vê confrontada com a alteração entre o mundo laboral e o desemprego, enfrentando problemas e criando história entre quem não tinha contacto consigo ao longo de décadas. 

19
Jul14

Portugal à Gargalhada


O Informador

Portugal à GargalhadaPortugal à Gargalhada é a nova revista de Filipe La Féria e pela sua primeira apresentação ao público tudo indica que o novo sucesso do Teatro Politeama está encontrado! Com um elenco com provas dadas pelo palco lisboeta pelos espetáculos anteriores e com texto de Helena Rocha e de La Féria, Portugal à Gargalhada está pronto para continuar o legado deixado pela Grande Revista à Portuguesa, o anterior espetáculo do encenador que esteve em cena.

Com Marina Mota, Joaquim Monchique, José Raposo e Maria João Abreu a encabeçarem um elenco composto também por Bruna Andrade, Filipe Albuquerque, David Mesquita, Paula Sá, Ricardo Soler e Paulo Miguel, em palco atores, cantores e bailarinos cruzam-se em variadas cenas de humor e sátira social. De Lisboa à Nazaré, os estilistas e os turistas, Portugal à Gargalhada tem o toque certo que o público fiel da sala gosta. Lembrando os nomes que deixaram marca em Portugal e que agora descansam pelo Panteão, passando pelos problemas da Troika e das Finanças nacionais e até falando do adeus que João Tordo fez ao país, La Féria optou por continuar com o formato de revista pelo espaço numa altura em que é necessário não arriscar para manter a boa adesão dos espetadores.

No total posso dizer que gostei, não tanto como tinha apreciado a Grande Revista à Portuguesa, no entanto e como assisti à primeira apresentação ao público, vejo que existem arestas para serem limadas pelos próximos tempos e que um ou outro ato têm, pelo menos deviam, de ser alterados por não conseguirem agarrar a atenção do público. Adorei a presença em palco de todo o elenco, principalmente a de Marina Mota que mostra que é a estrela da companhia, sempre com os pontos máximos do espetáculo entregues às suas interpretações que podiam não ter grande destaque, mas com o talento que lhes é imprimido, conseguem destacar-se sobre tudo o resto. Mas lá está, até aí existem arestas a serem limadas porque em determinados momentos existem muitas falas mortas e mal interpretadas pelo espetadores que não conseguem ficar agradados com o que é visto.

Portugal à Gargalhada terá um longo caminho pela frente pelo Teatro Politeama, sendo a típica revista à portuguesa, próxima dos tempos áureos dos espetáculos de Filipe La Féria onde os brilhantes, as plumas e os efeitos de palco faziam as delícias do público.

Em média gostei, podia estar melhor porque tenho assistido às produções do encenador e tenho que confessar que esta é das mais fracas, tendo um bom elenco, um guarda-roupa que surpreende pelas suas cores, mas falta algo pelo texto...

O que importa mesmo é que «venham à revista do Teatro Politeama» porque o espetáculo compensa e a magia da tradição nacional está à vista de todos!

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários Recentes

Mensagens

Mais Comentados

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador