Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

25
Ago16

Pagar consoante o sexo


O Informador

Entrar numa grande loja de vestuário, ter de passar por toda uma secção feminina, olhar para os preços que estão bem visíveis e depois entrar na área de homem é um grande contraste. Como pode a mesma cadeia de lojas vender, por exempo, uma t-shirt feminina e quase idêntica ao modelo masculino, a metade do preço deste? Nos dias que correm ainda não consigo entender o facto de toda a roupa de mulher ser mais barata que a nossa, seres que para andarem bem vestidos têm de possuir mais dinheiro na hora do pagamento. 

Certo que o mulherio gasta muito mais que os homens dinheiro em roupa e que o número de peças de fabrico de um só modelo feminino é superior ao destinado ao público masculino, mas será possível existir uma discrepância tão grande nos preços?

Se a roupa de homem tivesse o valor de venda equivalente ao de mulher tenho a certeza que também venderia mais! Mas com valores tão diferentes um casal que vá às compras junto sai da loja com dois sacos de tamanhos bem diferentes. Enquanto ela compra duas ou três camisas ele compra uma! Ela leva dois pares de calças e ele um! Um casaco para ele e dois para ela! Uns sapatos todos jeitosos para a senhora e uma nulidade para o senhor!

14
Nov15

Será possível continuar?


O Informador

Um comerciante chega ao final da semana e afirma para quem o quiser ouvir que na sua caixa ao longo dos seis dias em que o estabelecimento esteve aberto entraram menos de setenta euros. O que esperar no futuro com aquele negócio?

Em pleno Novembro com o Natal a começar a bater à porta onde existe um negócio que nem cem euros consegue fazer ao final de uma semana? Com uma renda do espaço no valor de trezentos e poucos euros, gastos necessários para com luz e água e ainda um ordenado para tirar, o que fica? Nada de nada, ou melhor, prejuízo!

Certo que mentalmente o comerciante parece consciente do que o futuro lhe está a reservar, mas custa perceber que no início do ano se fez a aposta e que tudo parecia começar a correr bem, quando os estabelecimentos do lado se mudam para outros locais e o jogo do bom negócio muda completamente de figura. Com a época alta das compras à porta sem dar qualquer sinal de mexida, como espera aquele lojista enfrentar o início do próximo ano onde as vendas sempre quebram?

07
Nov15

Não querem vender, é isso?!


O Informador

Será normal ir até uma grande loja de um centro comercial e pedir um número de umas botas da nova colecção e ter de ficar há espera por volta de dez minutos porque em loja só tinham o exemplar que estava exposto na estante? Nem um número a mais, nem um número a menos!

Calço o 42, o que estava no expositor onde colocam somente um exemplar de cada modelo era o 41, a moça andou em busca pela loja dos restantes números, tal como já eu tinha feito, e depois lá pegou no telefone de serviço e ligou ao colega do armazém. Entre a ligação e o aparecimento das botas passaram talvez uns dez minutos!

03
Mar15

Carregamento IKEA


O Informador

20k983c.jpg

O IKEA prepara-se para lançar pelos próximos meses uma nova colecção de móveis com um sistema de carregamento wireless incorporado onde bastará colocar os telemóveis numa área do móvel e estes começarão a carregar a sua bateria através de uma ligação wi-fi. 

Secretárias, candeeiros, mesas e acessórios estão a ser elaborados de modo a surpreender os consumidores quando as primeiras peças forem lançadas para o mercado. Isto é mais que uma excelente notícia para quem não gosta de ver fios pendurados pelos cantos da casa.

29
Dez14

Já começaram os Saldos! Boa! Boa! Boa!


O Informador

A época oficial dos saldos de Inverno já começou! Foi ontem, 28 de Dezembro de 2014, que os preços voltaram a baixar na maior parte das lojas nacionais, para gáudio de muitos!

Pelos próximos dias lá terei que ir espreitar os centros comerciais lisboetas em busca de duas peças pelas quais tenho andado a adiar uma compra à espera dos preços com algum desconto! Será que encontrarei as botas e o casaco ideal até 28 de Fevereiro ou como suspeito as colecções mais caras e melhores de cada marca saem mesmo de venda quando os saldos batem à porta dos lojistas nacionais?

As carteiras estão recheadas e a vontade já aperta para atacarem as lojas mais in do momento, devorando todos os preços baixos da época?! Os consumidores andam aí e nem com o frio irão afastar-se das ricas peças desejadas ou das sobras que agora ganham destaque porque estão com valores bem apetecíveis!

22
Dez14

Compras de Natal despachadas


O Informador

Já está! Umas a semana passada, outras hoje e agora posso dizer que todas as minhas compras de Natal já estão feitas, restando entregar aos respetivos proprietários os seus presentes pelas próximas horas e dias!

Comprei poucas e o poucas é mesmo no sentido rigoroso da palavra! O Natal significa gastos acima da média dos outros meses para muitos, no entanto prefiro ser mais recatado e a algumas pessoas nem oferecer nada nesta época de altos consumos, esperando depois pelos aniversários para poder presentear com algo especial e não os presentes feitos a pensar nas vendas próprias desta época natalícia.

Já estou despachado das confusões dos centros comerciais e agora talvez só necessite de ir ao supermercado se faltar alguma coisa de última hora para o jantar ou almoço aqui de casa de dia 24 e 25. Stress das compras já não acontecerá por aqui, estando totalmente despachado e descansado com as filas intermináveis das lojas mais in do momento!

Para os centros comerciais e ruas cheias de lojas e pessoas apressadas, «bye, bye, até para a semana!».

02
Dez14

O preço da roupa


O Informador

Sempre foi assim, mas agora reparo bem mais nos preços praticados com a roupa masculina e na feminina. Qual o verdadeiro motivo para as colecções de homem serem mais caras que as de mulher? Sei que elas gostam mais de passar horas nas compras e de saírem das lojas e centros comerciais com os braços cheios de sacos, ao contrário do público masculino, no entanto isso é a razão para tal diferença na hora do pagamento?

Talvez no momento da fabricação um top feminino seja feito com cem mil exemplares enquanto que uma tshirt de homem nem aos cinquenta mil chega, serão os custos fabris a ditarem as diferenças destes valores? Não acho nada plausível ter praticamente duas peças iguais, na mesma loja, estando uma em colecção feminina e outra na área masculina e o preço ser bem diferente, o que falando em percentagens talvez fique pelos vinte por cento entre a diferença entre ambos os preços. 

A roupa está a ficar cada vez mais cara, as outroras marcas baratas e mais vendíveis estão a aumentar os seus valores de mercado, a diferença dos preços faz-se sentir entre o público que reina pelos espaços, as mulheres, e o que está em minoria, embora elas tenham peças mais trabalhadas e com um maior número de pormenores, somos nós que temos de desembolsar um maior número de euros por estarmos do lado dos consumistas mais fracos e de menor valor.

22
Nov14

Malhas Springfield


O Informador

[caption id="attachment_9320" align="aligncenter" width="400"]Camisola Allen Camisola Allen - 39,99€[/caption]

A Springfield tem sido uma das minhas principais marcas de eleição e a sua nova colecção de Outuno/Inverno já me conquistou simplesmente através das imagens publicadas pela página da marca. Eis algumas das minhas escolhas e preferências pelas malhas deste ano!

[caption id="attachment_9321" align="aligncenter" width="400"]Camisola Broome Camisola Broome - 39,99€[/caption]

[caption id="attachment_9322" align="aligncenter" width="400"]Casaco de Malha Nowa Casaco de Malha Nowa - 49,99€[/caption][caption id="attachment_9323" align="aligncenter" width="400"]Camisola Sam Camisola Sam - 39,99€[/caption]

19
Nov14

Promoções literárias


O Informador

Promoções LiteráriasEsta semana as promoções literárias não param de aparecer pelo email, sites e blogues, sendo revelado que em qualquer esquina deste país podem existir bons livros a óptimos preços, pensando no Natal e nos presentes que já estão a ser comprados por estes dias.

Se por um lado temos a Wook com o famoso «Leva 4 e Paga 3» prontinho com milhares de livros para chegarem às caixas de correio de todos nós, a Fnac e a Bertrand não se deixaram ficar por meias medidas. A primeira tem neste momento também a promoção do 4 em 3, estando a fazer concorrência direta à Wook. Já pelo site da Bertrand as promoções vão até aos 50%, sendo difícil não encontrar um bom livro com um preço bem apetecível pelo portal da loja online.

Os bons livros estão mais baratos e com tanta promoção, estes três exemplos são simplesmente os mais fortes que encontrei e os que me vieram parar ao email com a finalidade de atraírem os meus euros para tanta compra literária.

Há que aproveitar estes descontos, pensando na descoberta de boas palavras mas sempre com conta e medida! Fiquem atentos!

15
Nov14

Livres saldos


O Informador

Até aqui os períodos abertos aos saldos nacionais estavam fixos e exigiam que todos os estabelecimentos cumprissem dentro das datas as suas fortes promoções. Agora a lei foi alterada e embora os quatro meses abertos aos saldos sejam para manter, cada entidade pode colocar os seus artigos com um preço mais baixo quando quiser, não tendo que esperar pelas datas nacionais para o fazerem.

Tendo que obedecer aos quatro meses por ano para cada estabelecimento, cada local pode colocar os seus saldos no período que bem entender, não tendo que começar a época oficial no mesmo dia que todas as outras lojas.

A partir de agora será óptimo ir a um centro comercial e perceber que algumas marcas já estão com os seus saldos, sabendo que passadas umas semanas serão as vizinhas da porta ao lado a entrarem na competição dos preços mais baixos que o habitual.

Agora os saldos podem acontecer ao longo de todo o ano, tendo cada loja o período obrigatório de quatro meses ao longo dos doze anuais para colocar as suas promoções a decorrerem nas semanas em que bem entenderem. Não é bom esta mudança da lei? Eu gosto e espero que assim todas as marcas optem por marcar uma semana fixa mensalmente para darem um bombom aos seus consumidores que adoram os preços baixos.

Uma boa notícia na nossa lei de consumo!

30
Set14

Dia de mensagens com Promoções!


O Informador

Cada vez mais o comércio opta por chegar junto dos seus clientes de outras formas, recorrendo agora às aplicações dos telemóveis, mensagens e publicidade gratuita para conseguir o poder da atracção através das suas promoções e descontos tão bem promovidos! Ontem recebi nada mais nada menos que quatro mensagens de lojas e supermercados, que já agora passo a mostrar para quem as quiser aproveitar!

  • Perfumes & Companhia-COLOMBO.20%Desconto ate 12/10/14. Exceto marcas assinaladas e serviços. Não acumulável c/promos
  • Aproveite o regresso as aulas e adquira 1 ano letivo de estudo online de todas as disciplinas do 5o ao 12o ano. Mais info em http://vfpt.pt/promo4u1
  • A PENSAR EM SI: 25% de desconto em Cartao em toda a Pastelaria no Continente ou continente.pt a 30/9 e 1/10. Apresente código .... (Cartão ...).
  • Amanhã é um dia Especial: Pá/Entremeada Porco 1,99€/Kg;Bacalhau Graúdo 4,85€/Kg;Poupe Metade em Salmao,Dourada,Robalo fresco e Super Bock 24x20; L3P2 em Cereais. E para alem de todas promoções poupa 25€ se valor a pagar for 100€ ou mais. Consulte condições nas lojas de Portugal Continental.

Recebi mensagem da Perfumes & Companhia, da Vodafone, do Continente e do Pingo Doce! Isto só para revelar as das últimas horas porque se fosse às da última semana aí a história já seria outra e ia de lojas de roupa a artigos electrónicos e para animais!

Nos dias que correm receber uma mensagem já não simboliza que a conversa com a família e amigos está a acontecer, servindo também como forma de aviso de algum estabelecimento comercial que quer manter os seus clientes informados do que se irá passar pelas próximas horas pelas suas superfícies!

Será que enquanto escrevi este texto consegui receber nova notificação comercial? É bem provável!

12
Set14

Vogue Fashion Night Out Lisbon 2014


O Informador

Primeira vez em que fui ao grande evento da capital portuguesa, o Vogue Fashion Night Out Lisbon 2014, depois de uma tentativa falhada pelo ano passado, e como posso descrever esta noite tão bem comentada numa só palavra? Desilusão!

Sempre ouvi e li ao longo destes últimos anos que este evento era o centro da moda, com grandes festas dadas pelas principais lojas da zona comercial da baixa lisboeta e o que vi foi uma grande multidão pelas ruas, as maiores lojas cheias até mais não, poucas pessoas a comprarem e de animação muito pouco! Para o que a imprensa e as redes sociais costumam mostrar pelos últimos anos, desta vez tudo me pareceu mais fraco que o costume!

Pouca animação de rua e praticamente nenhuma no interior das superfícies, várias lojas que não aderem à grande loucura da noite, descontos praticamente inexistentes nas principais marcas de roupa e milhares de pessoas a quererem passar por todas as ruas, entrar em todas as portas abertas e sempre de telemóveis na mão, tal como eu! 

A noite VFNO tem várias características que a distinguem dos restantes eventos de moda, no entanto em Portugal o conceito pode ter começado bem, mas desta vez perdeu o seu encanto e acabou por desiludir por completo. Para muitos aquele serão não passou de mais nada a não ser para terem uma desculpa para saírem, tomarem uns copos, tentarem ganhar brindes nos poucos locais que estavam a oferecer algo e tirar selfies com os hashtags #vfnolisboa, #vfnolisbon e #voguept, tal como me aconteceu.

Valeu a companhia, o passeio pelas principais ruas e lojas do evento, ir com o pensamento que nestes dias compras não podem ser feitas e a experiência. Além de tudo, poderei dizer que para o ano haverá mais e tenciono voltar ao local mais comentado numa noite única de Setembro. À primeira nem tudo corre bem e acredito que em 2015 conseguirei desfrutar do Vogue Fashion Night Out Lisbon de outra forma e com uma maior intensidade... Haja tempo, vontade, descanso e muita animação no local!

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários Recentes

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________