Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

15
Dez17

Presente infantil... Um Livro


O Informador

Todos sabem o gosto que tenho pela leitura, como tal e porque no Natal os livros são ótimos presentes para oferecer, então há que não esquecer que mesmo para os mais pequenos existem lançamentos interessantes com histórias de todos os tempos ou com as animações do momento que podem ajudar as crianças a se iniciarem na literatura para que daqui a uns tempos vejam os livros como uma boa companhia. 

Sempre fui influenciado para ler para além do que era «obrigado» dentro do regime escolar e lembro-me perfeitamente nas idas ao supermercado onde escolhia um livro adequado à idade. Levava-o religiosamente para casa e aos poucos ia seguindo as aventuras de jovens em busca de um segredo ou percebia os mistérios de casas abandonadas e que viviam de histórias de terror. Foram essas histórias, que ainda hoje conquistam os jovens leitores, que me levaram a ser o leitor que sou hoje. Desde sempre me lembro de ler, de ter um livro pela mesa-de-cabeceira, evoluindo nas leituras e dando vários passos que me ajudaram a saltar de etapa em etapa até chegar à literatura adulta.

O facto de ser leitor recorrente e de me questionarem como consigo ler tanto deve-se à habituação de anos, porque existem coisas que não surgem de um dia para o outro e é por isso que todos devemos tentar encaminhar os mais novos pelo mundo dos livros para que possam seguir um caminho entre letras, com aprendizagens e conhecimentos de outros paradeiros sem sair do mesmo local. Um livro é um excelente companheiro, dentro e fora de casa, sendo raro andar por ai sem ter a minha atual leitura por perto, na mochila ou no carro. Na verdade ando sempre com um livro atrás porque naqueles momentos vagos, que por vezes surgem, umas páginas de ocupação servem sempre um pouco para encontrar vidas e viajar com cada personagem, umas melhores que outras, como todos nós, mas todas como boas companheiras de percurso.

14
Dez17

Atual leitura... Inferno em Lisboa [Flávio Capuleto]


O Informador

inferno em lisboa.jpg

A Cultura Editora nasceu este ano e tem dado cartas no mercado literário com lançamentos de obras de novos autores junto dos leitores e também apostando em nomes já conhecidos. É este o caso de Flávio Capuleto que lança assim o seu novo thriller através da Cultura Editora. Após No Calor dos Trópicos, em 2012, do sucesso Inferno no Vaticano, em 2014, Amar não é Pecado, em 2015, e Corrupção, em 2016, surge agora em 2017, Inferno em Lisboa.

O desaparecimento de uma conhecida jornalista com um pesado casamento serve como ponto de partida numa investigação onde o mistério se cruza com a verdade num enredo onde o crime acontece de várias formas perante o estuário do Tejo. 

13
Dez17

Vidas Finais [Riley Sager]


O Informador

vidas finais as sobreviventes.jpg

Autor: Riley Sager

Editora: Topseller

Edição: 1ª Edição

Lançamento: Outubro de 2017

Páginas: 384

ISBN: 978-989-8869-30-2

Classificação: 4 em 5

 

Sinopse: Para sobreviver a um assassino, é preciso ter um instinto assassino.

Há dez anos, Quincy Carpenter, uma estudante universitária, foi a única sobrevivente de uma terrível chacina numa cabana onde passava o fim de semana com amigos. A partir desse momento, começou a fazer parte de um grupo ao qual ninguém queria pertencer: as Últimas Vítimas. Desse grupo fazem também parte Lisa Milner, que perdeu nove amigas esfaqueadas na residência universitária onde vivia, e Samantha Boyd, que enfrentou um assassino no hotel onde trabalhava.

As três raparigas foram as únicas sobreviventes de três hediondos massacres e sempre se mantiveram afastadas, procurando superar os seus traumas. Mas, quando Lisa aparece morta na banheira de sua casa, Samantha procura Quincy e força-a a reviver o passado, que até ali permanecera recalcado.

Quincy percebe, então, que se quiser saber o verdadeiro motivo por que Samantha a procurou e, ao mesmo tempo, afastar a polícia e os jornalistas que não a deixam em paz, terá de se lembrar do que aconteceu na cabana, naquela noite traumática.

Mas recuperar a memória pode revelar muito mais do que ela gostaria.

 

Opinião: Nada melhor que iniciar a leitura de um thriller pelo início de tudo, pelo momento que deu origem ao presente, e é assim que Riley Sager mostra como a vida de Quincy se alterou no fim-de-semana que passou com os amigos no Chalé dos Pinheiros. 

Recorrendo ao passado onde um narrador ausente relata os acontecimentos que deram origem a tudo, desde a chegada dos jovens estudantes ao local do crime até que as descrições e as memórias de Quincy vão tendo lugar com o decorrer do tempo presente onde se vê confrontada com o aparecimento de Sam, uma Última Vítima que num outro local também conseguiu sobreviver a um massacre quantitativo. Quincy, Sam e Lisa são as sobreviventes de distintos massacres mas com histórias semelhantes e é com a morte de Lisa, que aparece sem vida na banheira de sua casa, que Sam procura pela primeira vez Quincy, para que juntas se apoiem sobre o mal que lhes aconteceu e que sempre continua a atormentar a vida de cada pessoa que passa pelo mesmo tipo de traumas.

Hoje no presente o que terá Sam para dar a Quincy após a morte de Lisa? E Quincy como terá recuperado a sua vida, onde o passado dramático parece ter sido esquecido e limpo da mente logo após o momento dos incidentes? Vidas Finais: As Sobreviventes é daquelas histórias brilhantemente conduzidas entre o passado e o presente, onde o leitor vai percebendo tudo o que aconteceu anteriormente ao mesmo tempo que acompanha a verdade dos dias que correm, aliando-se assim os dois fios condutores de uma história comum que não era possível existir uma sem a outra, porque o presente de cada um depende sempre das escolhas e vivências do passado. 

06
Dez17

Atual leitura... Vidas Finais: As Sobreviventes [Riley Sager]


O Informador

vidas finais as sobreviventes.jpg

Psst! Psst! Querem saber uma coisa? Já comecei a ler um dos sucessos mundiais do ano! Querem saber outra coisa? Estou a gostar! E vamos a mais uma novidade? Vidas Finais: As Sobreviventes além de ser bestseller internacional vendido para mais de vinte países já tem os seus direitos cinematográficos adquiridos pela Universal Pictures e ao que tudo indica será a produtora Anonymous Content a responsável pela adaptação ao grande ecrã desta narrativa. 

Já tinha o livro em fila de espera e a curiosidade acabou por se aguçar um pouco mais ao saber que a história de Quincy, Samantha e Lisa irá ser recriada no cinema. As Últimas Vítimas irão assim aparecer no grande ecrã, tal como aconteceu com outros sucessos literários do género, mas desta vez irei ter um espaço de tempo entre a leitura e a estreia do filme para que me deixe surpreender novamente. 

Por agora só vos posso dizer que Riley Sager, o pseudónimo do autor, deverá estar bem orgulhoso do seu trabalho porque pelo que já li... Temos thriller!

01
Dez17

Um Mais Um [Jojo Moyes]


O Informador

um mais um.jpg

Autor: Jojo Moyes

Editora: Porto Editora

Edição: 1ª Edição

Lançamento: Setembro de 2017

Páginas: 424

ISBN: 978-972-0-03002-3

Classificação: 4 em 5

 

Sinopse: Uma mãe por conta própria

Jess Thomas faz o seu melhor, dia após dia. É difícil lutar sozinha.

E, por vezes, assume riscos que não devia. Apenas porque tem de ser…

 

Uma família caótica

Tanzie, a filha de Jess, é uma criança dotada e brilhante a lidar com números, mas sem apoio nunca terá oportunidade de se revelar.

Nicky, enteado de Jess, é um adolescente reservado, que não consegue sozinho fazer frente às perseguições de que é alvo na escola.

Por vezes, Jess sente que os filhos se estão a afundar…

 

Um desconhecido atraente

Ed Nicholls entra nas suas vidas. Ele é um homem com um passado complicado que foge desesperado de um futuro incerto. Ed sabe o que é a solidão. E quer ajudá-los…

 

Uma história de amor inesperada

Um mais um - A fórmula da felicidade é um romance cativante e original sobre duas pessoas que se encontram em circunstâncias difíceis.

 

Opinião: Um Mais Um é daqueles romances que acabam por não surpreender na generalidade da história que vai sendo contada, no entanto é uma narrativa que me acabou por conquistar desde o início pela simplicidade e verdade dos factos que vão sendo contados. 

Neste romance onde a busca da felicidade escondida acontece Jojo Moyes consegue provocar um misto de emoções junto do leitor que começa por acompanhar a vida de Jess e dos seus dois filhos, Tanzie e Nicky, numa vida solitária e de luta diária onde um adulto faz de tudo para nada faltar junto dos mais novos que estão ao seu cuidado. Uma luta diária onde as contas estão para pagar, a comida é necessária pela mesa onde a tristeza não pode ser mostrada para que nada influencie a vida familiar. As dificuldades rotineiras de Jess, os problemas de bullying para com Nicky junto dos outros miúdos na escola e as contas exatas de Tanzie revelam uma família que facilmente conquista o leitor logo na fase inicial de perceção da história e é ai que Jojo Moyes mostra que tem a fórmula certa para nos prender desde o primeiro instante a Um Mais Um.

Contando a história primeiramente entre as vidas comuns de Jess, Tanzie e Nicky e acrescentando depois e para fazer contrassenso o milionário Ed Nicholls, a autora vai mostrando o passado destas quatro figuras até ao momento em que se encontram para uma viagem inesperada e recheada de tantos contratempos que os dias parecem anos e esse tempo consegue ser tão bem descrito com o que vai acontecendo que consegui chegar ao final a pensar que tudo tinha acontecido ao longo de semanas, quando grande parte da ação não durou sequer uns ligeiros dias. Jojo é uma excelente contadora de histórias e isso está bem provado em Um Mais Um onde em algum momento o leitor fica cansado da informação que está a receber. Tudo nesta criação parece tão real e faz sentido, desde o abandono de Jess por parte do marido que a deixou com uma filha do casal nos braços e a criar ainda um filho que não é seu, deixado pelo marido aos seus cuidados e provando que a família não se faz só de sangue mas sim dos afetos. Depois a mudança que Ed vai vendo acontecer ao lado desta família que não está dentro das normas que a sociedade dita como normais. A conturbada viagem para alcançar um sonho, a descoberta e aproximação com o passado, os receios, os medos e as questões que vão sendo colocadas por cada personagem são fulcrais junto do leitor que vai ficando preso aos desenvolvimentos que estão por acontecer, tendo chegado a pensar que talvez a união pudesse mesmo terminar num contra-tempo. 

A base é simples, fácil de perceber o final, embora se possa hesitar em alguns momentos que os caminhos não seguirão o trajeto desejado, mas a forma como esta narrativa está embrulhada cativa e conquista de tal modo que nem os limites onde Jess vive, os receios de Nicky, os estudos matemáticos de Tanzie e os problemas judiciais de Ed deixam de fazer sentido. Juntos numa viagem onde as experiências de vida distantes, poderes económicos dispares e uma adrenalina recheada de preconceitos que se aliam ao conhecimento do outro fazem a diferença e mantém a curiosidade sobre como o que começa em tempestade conseguirá terminar em beleza, mesmo quando nada segue o caminho da pacificação.

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários Recentes

  • Sérgio Ambrósio

    A TV portuguesa está muito chata. Precisava de uma...

  • O Informador

    Podemos oferecer livros mas depois se em casa não ...

  • O Informador

    É que este ano além de ser mais do mesmo conseguir...

  • O Informador

    Boas Pedro! Sei que gostam dos blogs com coluna ce...

  • O Informador

    Neste espetáculo especifico o Pedro encaixava perf...

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador