Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Regresso às insónias

Há umas boas semanas que as insónias tinham abandonado de bom grado os meus serões. No entanto e porque existem maldades que gostam de aparecer sem convite, eis que de há uns dias para cá que as noites mal dormidas voltaram a atacar sem dó nem piedade.

Deitar mais cedo que o normal há um ano atrás tem sido o meu lema de há uns tempos para cá, mas por esta semana e mesmo com o manter dos horários de desligar tudo para pegar no sono, este custa a aparecer. Tenho conseguido estar mais de hora e meia às voltas na cama, com o ligar e desligar da luz da mesa de cabeceira porque o sono não aparece e os pensamentos de que tenho de dormir atacam. 

Nada me tem perturbado por estes dias, nada me leva a pensar que ando nervoso sem o sentir... Como tal não percebo este aparecimento das insónias assim sem mais nem menos e de forma a conseguirem perturbar as noites e posteriormente os dias que se seguem às poucas horas mal dormidas. 

Já vos disse?

Será que já vos contei que esta noite deitei-me após a meio noite e quando eram quase cinco da manhã ainda não tinha conseguido dormir?

Ah pois é! Andei quase duas horas a rebolar de um lado para o outro sem sono e com curiosidade sobre a razão de estar assim. Certo é que dormi mais um pouco que o habitual no fim-de-semana mas será isso motivo para não ter conseguido pregar olho? Após tanto tempo a rebolar de um lado para o outro na quente cama de Verão, eis que decidi ligar a luz da mesa de cabeceira, pegar no livro e revistas e colocar alguma da leitura em dia. Não consegui terminar o livro, não fiquei com grande coisa na cabeça, mas o que é certo é que o tempo foi passando.

Pelas cinco, mais coisa menos coisa, voltei a tentar adormecer e ai sim consegui pregar olho! Antes das nove da manhã já estava acordado, fresco como uma alface para mais um dia de trabalho! Se custou? Nada! Neste momento estou um pouco cansado mas não é por ter sono porque esse não bate à porta neste momento!

Sem dormir!

Um Domingo madrugador está a passar por estas bandas! Na noite passada deitei-me tarde e hoje levantei-me cedo! Decisão e vontade própria ao acordar? Não, nada disso!

Depois de me ter deitado para além das quatro da manhã, eis que acordei uma ou duas vezes ao longo das poucas horas em que consegui fechar olho. Pelas primeiras horas matinais e como se já não bastasse, eis que afastei as pestanas antes das nove e já não voltei a adormecer!

Ui! Ui! Ui! Que estou tão contente por continuar sem conseguir dormir uma noite em condições!

Insónias!

Há vários dias, para não dizer mesmo semanas, que ando com uma falta de sono incrível! Não consigo dormir por nada deste mundo! Não me sinto stressado, não vejo razões para isto acontecer, mas o que é certo é que não durmo e algo se andará a passar!

Há noite custa a adormecer, estando horas a rebolar depois de já ter aberto a boca umas dezenas de vezes! Quando é para dormir não o consigo fazer, ficando a rebolar de um lado para o outro a pensar na morte da bezerra. Lá chega o derradeiro momento em que consigo fechar os olhos e descansar um pouco para passadas poucas horas começar no acorda e adormece sem fim! Irritante mesmo! Começo a acordar, fico uns minutos a ouvir o som que não existe e volto a adormecer naquele sono leve que é interrompido por qualquer coisa! De manhã e ainda mal as galinhas estão a acordar também eu acordo como se tivesse muito para fazer ou com alguma ansiedade.

Madrugador

Pelas últimas semanas não sei o que tem acontecido mas ando a acordar bem mais cedo do que o desejado! Se tenho de abrir a pestana pelas oito, acordo aí às sete e meia, se é só lá pelas nove que o despertador tem o dever de tocar, então aí às oito e tal já estou de olho aberto e danado comigo próprio! O que se passará para andar a dormir menos sem qualquer motivo aparente?

Deito-me sempre depois da meia noite, coisa que há umas semanas tentei contrariar em vão! Se não saio de casa depois de jantar, fico por aqui com a televisão ligada como som de fundo, o computador também ligado e um livro ou alguma revista por perto. Lá pelas vinte e três deito-me e dedico-me um pouco de forma mais profunda à literatura para depois acompanhar alguma ou algumas das séries que estou a acompanhar. Depois disso e já quando os dois zeros atacam o relógio digital no lugar das horas começo a pensar que tenho de desligar tudo porque é tempo de ir dormir. 

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários recentes

  • Juca

    Para mim essa é a ideia mais errada... Jesus Crist...

  • Juca

    A base da fé da religião católica é acreditar nos ...

  • Juca

    Tenho a dizer que se na igreja que frequenta não e...

  • Cláudia - Mulher XL

    Tanta coisa que a Igreja podia fazer com toda a fo...

  • Cláudia - Mulher XL

    Ora aí está uma grande questão! É o eterno síndrom...

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________