Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Atual leitura... Pecados da Igreja [Secundino Cunha]

pecados da igreja.jpg

Os temas religiosos têm andado um pouco pelas leituras que tenho feito ao longo dos últimos meses porque quero perceber um pouco de tudo o que o misticismo da Igreja Católica tem para desvendar. Como tal e porque também já li a história de Jesus e Maria por um prisma diferente com a leitura de O Homem Mais Inteligente da História, agora quero ver um pouco das histórias pecaminosas que têm acontecido ao longo das últimas décadas no seio católico nacional.

Os pecados carnais entre o amor, os abusos sexuais, homossexualidade e prostituição existem, tal como a falsidade, o dinheiro, os abusos de poder e a inveja habitam no seio da igreja que todos nós conhecemos mas que não queremos acreditar em tais atos ofensivos para com uma organização que parece tão bem limada e sem pontos negros a apontar. 

Secundino Cunha foi o jornalista que pegando em histórias reais e noticiadas ao longo dos últimos tempos pelos meios de comunicação social, resolveu investigar todos os temas e escrever assim Pecados da Igreja, a obra lançada recentemente pela Saída de Emergência. 

Obrigações religiosas

Um cliente, achando talvez que tenho cara de religioso e de andar a testar as várias comunidades religiosas presentes pelo país resolveu entregar-me um folheto de uma celebração que irá existir em diversas cidades e vilas no mesmo dia pelas próximas semanas. Não dei praticamente conversa enquanto o senhor tentava espalhar a sua fé perante a minha figura e no final lá fiquei com a folha recheada de figuras, ditos, datas e horas para que marcasse presença no tal evento. Até fiquei a saber como quem não quer a coisa quem é o representante aqui da zona da dita comunidade religiosa, também um cliente da empresa, por sinal. 

Se aquele senhor que me fez o convite soubesse o quanto religioso sou nem tinha aberto a boca sequer para me convidar para o que quer que seja, para mais para um grupo ainda mais complexo que a igreja católica. O folheto foi de imediato para o lixo porque nem sequer existe interesse em perceber do que se tratava. Será que espalhar a fé é melgar e quase pedir «por favor» para as pessoas marcarem presença num evento onde depois a lavagem ao cérebro tenta ser feita?!

Rezamos então!

As beatas moralistas vão à sua missa de fim-de-semana e depois conseguem ficar uma hora à porta da igreja na coscuvilhice a ver quem passa para comentarem a vida dos peões da aldeia. Que lindo!

Beatices tem destas coisas... Até a conversa se consegue colocar em dia semana após semana para que nada escape ao radar nesta sociedade tão profunda e recheada de pessoas conhecidas e reconhecidas pelos vizinhos!

Ganha... Todos os Dias com Francisco

capa_Todos os Dias com Francisco_300dpi.jpg

O Papa Francisco tem conquistado multidões pela fé, amor e humanidade e pelo seu dom de oratória, pela simplicidade das palavras e atos que inspiram crentes e não crentes!

Já este ano foi lançado pela Guerra e Paz através do Clube do Livro SIC o livro Todos os Dias com Francisco, da autoria do próprio Papa e com prefácio em Portugal do Padre Vítor Melícias. Será que as palavras e os atos do dia a dia de um homem que está a marcar a atualidade marcam quem gosta de seguir as pisadas religiosas da principal figura viva da igreja católica?

Três exemplares de Todos os Dias com Francisco estão disponíveis neste primeiro passatempo literário de 2016!

Mas que feliz ideia esta de seleccionar e organizar os pensamentos, ditos e gestos do Papa Francisco e disponibilizá-los para meditação espiritual e estímulo intelectual e emocional ao ritmo dos dias do ano.

Padre Vítor Melícias, Prefácio

 

Este livro é o mais completo retrato do Papa Francisco. É um retrato feito de palavras e de actos, as palavras e os actos do próprio Francisco. Dia a dia, este livro oferece-lhe os grandes momentos da acção do papa, os factos mais marcantes da sua vida, o que ele disse sobre a pobreza ou o casamento, sobre os refugiados ou sobre a globalização. Este livro é a memória da vida de um homem cuja acção está a marcar a vida de toda a humanidade. Um livro para ler todos os dias. Helder Guégués escolheu os acontecimentos, os actos e as palavras e organi­zou-os, dia a dia, para que nos sirvam de agenda perpétua.

Este passatempo vai decorrer até às 20h00 do dia 25 de Janeiro e para se habilitarem a um exemplar do livro só têm de:

  • Fazer Gosto nas páginas de Facebook d' O Informador e da Guerra e Paz.
  • Partilhar este post, mencionando dois amigos nessa mesma partilha.
  • Preencher o formulário que se segue onde só é permitida uma participação por endereço de e-mail.

Após o final do prazo de participação publicarei o nome dos vencedores que serão seleccionados através do sistema random.org e contactados posteriormente via email. 

Fui à missa!

No Domingo o dia começou cedo e o final de tarde acabou por me levar à igreja! Inesperado, eu sei, mas fiz a vontade a alguém, não custou assim tanto, mas também não é onde me sinto bem!

Acordar praticamente pela mesma hora como se fosse trabalhar, tomar um pequeno almoço rápido e o caminho para Lisboa esperava. El Corte Inglês para uma sessão de teatro no cinema com o espetáculo Alice no País das Maravilhas. Após a saída da sala onde o cinema é trocado por bom teatro e em português, o caminho é feito para a zona do Bairro Alto para um almoço de sushi. Sushi é daquelas coisas que gosto mas que tem de ficar com um tempo de pausa porque acaba por enjoar. No Domingo foi o momento de voltar ao buffet de sushi e ainda bem. Entramos no restaurante e estava cheio de fome, com uma manhã quase inteira sem ter colocado alguma coisa na barriga após ter saído de casa, praticamente quatro horas. 

Após o almoço e um passeio pelo Rossio, eis que o horário da missa estava próximo. O pedido já me tinha sido feito, fiz que não ouvi. Passado um bocado o tema voltou e após uns segundos de pensamento rápido lá cedi. É Natal e tal e lá fui eu para a igreja, assistir à missa das 16h15 com um padre meio despachado e atrapalhado e uma cantora lírica que mais parecia estar no palco de um programa televisivo de talentos. A missa do ano foi assistida e agora só em 2016 é que espero voltar a sentar-me numa igreja de livre vontade para acompanhar um sermão que não me diz nada, sobre o qual não me revejo e em locais onde a distracção por não existir concentração aparece com tudo e mais alguma coisa. 

A Bíblia

Aquela série tão bem comentada e falada na altura em que estreou em todo o mundo fez-me companhia nos últimos dias pela primeira vez! O que dizer agora? Aprendi, chorei e fiquei a querer saber um pouco mais! Contentes caros católicos que me atormentam dia após dia?

Gravei a série na altura do Natal passado quando o canal História a repôs com o pensamento de que talvez a pudesse ver, sem ter uma verdadeira certeza sobre esse talvez. Agora e porque as séries que acompanho estão em pausa com os meses de paragem entre temporadas resolvi começar a ver o que tem estado em fila de espera! A primeira série a sair do baú foi então A Bíblia, com o português Diogo Morgado, que ao contrário do que pensei, só aparece nos últimos dois episódios da produção!

Ao início e como desconhecedor de grande parte da história bíblica, confesso que fiquei meio baralhado com a passagem do tempo e o aparecimento de mentores da verdade da fé. Mortes e mais mortes, crenças e mais crenças e nada parecia ser diferente, sempre com o próximo a mostrar sinais de violência física para agarrar um lugar onde acreditava ser melhor que o actual detentor do título. Aos poucos lá comecei a apanhar algumas personagens e partes que já conhecia até conhecer Maria e José que de burro lá chegaram ao destino onde a história mais conhecida começou a desenrolar-se!

Aí e com o actor que tantos portugueses veneram e que contínuo a não achar a mínima piada, lá entrei verdadeiramente no espírito da série! A pesada história de um herói que sofre por um povo até morrer por ser mais do que qualquer um conseguia sequer imaginar alcançar. A partir do momento em que Jesus aparece consegui enrolar-me com a História e acabei por sofrer quando o grande apogeu aconteceu! Chorei, enrosquei-me na cama e fiquei de coração apertado, lágrima ao canto do olho e pensamentos controversos!

Adeus aos pecados

Os deuses andam loucos e o Papa vai atrás! Agora surge a informação que o Papa Francisco concedeu indulgência plenária ao santuário de S. Bento da Porta Aberta, em Terras de Bouro. Ou seja, a partir de agora os fiéis pecadores que visitarem o local e cumpram determinados requisitos conseguem ver os seus erros perdoados depois de confissão.

A romaria a partir de agora vai começar com autocarros e mais autocarros a viajarem de todo o país para Terras de Bouro com a finalidade dos inúmeros pecados nacionais serem perdoados para que se possa seguir em frente e pensar que o céu está bem mais próximo que o inferno. 

Eu, que não sou nada religioso, acabo por me divertir e achar uma certa graça a estas informações católicas. Então se nos formos confessar até ao santuário de S. Bento da Porta Aberta conseguimos ficar livres religiosamente dos erros do passado e com o pensamento que o futuro será bem melhor com a comunhão entre um corpo perdoado e o bem?

A igualdade do Papa

Papa Francisco.jpg

E no Vaticano as coisas agora acontecem assim, com o Papa Francisco a juntar-se aos empregados também pelo refeitório, mostrando que a igualdade está instalada pelo centro da igreja católica!

Estariamos a falar de normalidade se isto não fosse uma imagem única do presente símbolo máximo do Vaticano que tem alterado as formas de estar e aparecer ao mundo sem as grandes regalias e protecções que os seus antecessores foram obtendo.

Arrisco até a afirmar que por ali, no meio dos funcionários, o Papa até se encontra mais protegido que pelos seus aposentos, aqueles que também escolheu sem os luxos de outrora.

Wi-fi nas igrejas para atrair crentes

Uma ideia absurda só pode vir de alguém absurdo, pelo menos sempre pensei assim! Agora tenho que fazer um à-parte nesta ideia concebida e afirmar que afinal o criador dos sucessos Cats e Jesus Christ Superstar afinal também consegue ter ideias absurdas!

Então não é que Andrew Lloyd Webber lembrou-se de revelar ao mundo a sua ideia sobre como atrair a população às igrejas? Segundo o criador dos musicais, colocar internet gratuita, através do sistema wi-fi, pelas igrejas, tal como acontece em cafés, restaurantes e hotéis, será uma boa forma de atrair as pessoas para os locais religiosos. A proposta do senhor anuncia ainda que quando cada igreja no país tiver wi-fi, que as mesmas voltarão a ser o centro da comunidade.

A questão que coloco é... Então se o silêncio é pedido no seio dos locais de culto, esta ideia acaba por contradizer tal «obrigação», não? Com wi-fi por todo o lado é ver os crentes a tirarem selfies para partilharem em direto pelas redes sociais, comentando o que padres e diáconos vão dizendo ao longo das homilias, existindo o burburinho de fundo de conversas com partilhas de imagens e textos por vezes não tão próprios! Será que além de telemóveis também se poderá levar portáteis para o ceio das igrejas e poder ficar a jogar aos jogos do Facebook enquanto se ouve ao longe o discurso religioso?

Além de internet nos locais, Andrew propõe ainda aplicações com a história da igreja, tal como o regresso aos pequenos negócios locais em torno dos altares que contém internet gratuita para todos! Bora lá então fazer a festa nos bancos e sacristias de todos os santos!

Padres russos em calendário sexy

Calendário dos padresOs bombeiros portugueses da zona de Setúbal andam a fazer os seus calendários anuais e a fazerem as delícias de muitos. Agora, e pelo terceiro ano consecutivo, foi a vez dos padres ortodoxos colocarem tudo a nu e mostrarem-se mais despidos que o habitual!

Em prol da luta contra a discriminação homossexual, os padres russos são os protagonistas do calendário sexy para o ano que se avizinha. Segundo a imprensa a produção fotográfica que promete dar muito que falar decorreu em várias igrejas do sul de Moscovo! O certo é que neste momento as fotografias já correm o Mundo, estando a ser comentadas da melhor e pior maneira possível!

Qual é mesmo o pecado cometido pelos senhores? Não vejo o problema existente, mas compreendo os defensores acérrimos da fé quando as suas críticas são bem formuladas. Se os bombeiros podem, os modelos podem e até alguns políticos dão o seu toque em calendários, qual a razão dos padres não o poderem fazer? Venha de lá o diabo criticar!

Roupa do baptizado

BatizadoDia 24 de Maio, dia de baptizado da pequena Matilde, onde não faltei! Com o recurso a roupa de um casamento do ano passado pela praia e juntando peças novas, foi assim que optei por ir celebrar o momento que uniu a pequena à ideia de religião que a igreja católica tenta transmitir e a qual não consigo defender.

Com calças e casaco Zara, novidades da colecção do ano passado, e onde ambas as peças costaram no seu conjunto pouco mais de 70€ na altura, optei desta vez por juntar uma camisa da Under Blue International em tons de branco e azul claro e com motivos florais à mistura com o preço de 29,90€ e sapatos da Hush Puppies em tons de azul, virados para a ganga, que foram comprados por 39,90€. Um estilo informal e com peças que vou conseguir conjugar com outras no dia-a-dia, não tendo optado por roupa que depois não iria usar!

Um conjunto que fui reunindo e que devido ao tempo que se tem feito sentir nos últimos dias lhe tive que juntar o casaco que não era suposto, mesmo assim ficou bem e gostei do conjunto final!

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários recentes

  • O Informador

    Uma comédia muito bem disposta, sem dúvida!

  • Carla Moita

    Olá Ricardo,Eu estou desempregada no estrangeiro, ...

  • Anónimo

    Adorei a peça e ri até chorar quase do princípio a...

  • O Informador

    O que aconteceu esta semana vejo como uma tentativ...

  • Alexandra

    Completamente de acordo. Acho que ela demonstrou m...

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________