Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Leitura Sugerida na Feira do Livro de Lisboa

hoje estarás comigo no paraíso feira do livro 20

As editoras presentes na 87ª Feira do Livro de Lisboa este ano, talvez por estar mais dentro do assunto ou não, têm mantido outro cuidado para com os bloggers literários e que gostem de ler, como é o meu caso. Não tenho um blog exclusivo sobre literatura, no entanto parte das publicações que faço são sobre o mundo dos livros e assim será para continuar. Este ano as editoras começaram a olhar para os bloggers de outra forma perante o grande evento do ano e para além de sermos chamados a colaborar e participar em várias iniciativas de diversas editoras, tivemos também direito a colocar as nossas sugestões no espaço do Grupo Porto Editora, de onde fazem parte além de várias chancelas a Bertrand Editora e a Quetzal Editores. 

O convite para sugerir um livro e juntar a essa sugestão uma frase sobre a obra foi feito e como não resisti acabei por enviar duas opções para a Leitura Sugerida que se encontra junto dos exemplares que estão expostos para venda. Optei pela mais recente obra de Bruno Vieira Amaral, Hoje Estarás Comigo no Paraíso, com a frase, «Verdade e partilha numa história que ultrapassa a realidade na ficção» e depois como não resisti, eis que escolhi a minha autora de romance preferida, Danielle Steel, para mostrar que a sua escrita é a «Companhia ideal para momentos de leitura que se querem leves e recheados de sonhos inspiradores.».

Hoje Estarás Comigo no Paraíso [Bruno Vieira Amaral]

hoje estarás comigo no paraíso.jpg

Autor: Bruno Vieira Amaral

Editora: Quetzal

Lançamento: Abril de 2017

Edição: 1ª Edição

Páginas: 368

ISBN: 978-989-722-358-7

Classificação: 4 em 5

 

Sinopse: Em Hoje Estarás Comigo no Paraíso, Bruno Vieira Amaral, desenha uma investigação do assassínio do primo João Jorge - morto no bairro em que ambos viviam no início dos anos 80 - e usa essa investigação como estratégia de recuperação e construção da sua própria memória: a infância, a família, o bairro e as suas personagens, Angola antes da Independência e nos anos que se lhe seguiram, e a figura (ausente) do pai.

Na reconstituição da personalidade e do percurso da vítima, da noite em que tudo aconteceu, na apropriação que o narrador faz de uma ligação com João Jorge (mais ou menos forjada pelos mecanismo da memória) - e de que faz parte essa busca mais ampla das dobras do tempo e do esquecimento - são utilizados os mais diversos materiais: arquivos da imprensa da época, arquivos judiciais, testemunhos de amigos e familiares, e a literatura, propriamente dita - como uma possibilidade de verdade, sempre.

 

Opinião: Um acontecimento familiar no passado marca toda a narrativa que Bruno Vieira Amaral criou em Hoje Estarás Comigo no Paraíso. Com uma narrativa de excelência e com uma ótima qualidade a autobiografia une-se com a perceção dos factos sobre um crime que aconteceu há alguns anos atrás sobre um familiar, o primo João Jorge, que outrora lhe tinha sido próximo. 

Recorrendo a uma demonstração real e verdadeira dos factos, sem omissões, e com um poder de criação e descrição espacial muito boas, o realismo que é impresso nas palavras conquista o leitor que desde logo fica interessado em cada pormenor sobre a verdade dos acontecimentos, os locais e as pessoas que estão por detrás de um passado violento entre vidas que se foram cruzando num bairro onde as diferentes culturas conviviam para sobreviver. 

Atual leitura... Hoje Estarás Comigo no Paraíso [Bruno Vieira Amaral]

hoje estarás comigo no paraíso.jpg

Bruno Vieira Amaral lançou o seu primeiro romance, As Primeiras Coisas, em 2016, com o qual recebeu várias nomeações e prémios. Agora, um ano depois, surge com Hoje Estarás Comigo no Paraíso e o sucesso anterior parece estar a ter continuidade.

Numa aposta da Quetzal, o autor que venceu o Prémio José Saramago, optou desta vez por pegar num assassínio familiar e colocar-se no papel de investigador pela busca de um passado onde tudo serve para recontar a história em jeito de reconstituição da personalidade e percurso da vítima. 

Este será o primeiro contacto que terei com a escrita de Bruno Vieira Amaral que dizem ser muito boa e que pela base da história me está a deixar curioso. Depois já sabem que vos contarei tudo após a leitura!

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários recentes

  • O Informador

    Sim, existe sempre um dador ou barriga de aluguer,...

  • Anónimo

    Dois homens ou duas mulheres nunca fazem um filho ...

  • O Informador

    Boa sorte!

  • O Informador

    Quantos festejos não foram feitos por este país fo...

  • O Informador

    Por vezes já li relatos que o serviço não é cancel...

Posts mais comentados

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________