Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

27
Mai17

A Guerra e Paz na Feira do Livro de Lisboa


O Informador

guerra e paz feira do livro de lisboa.jpg

Prestes a começar mais uma edição da Feira do Livro de Lisboa, que decorre de 1 a 18 de Junho, no Parque Eduardo VII, como sempre, a editora Guerra e Paz, que irá marcar presença pelo pavilhão B29 com as suas publicações ao longo de todo o evento, acaba de divulgar a lista das sessões de autógrafos já confirmadas.

Sendo assim e pelo dia 3, às 17h00, darão a conhecer a coleção Os Livros Estão Loucos? Estão em Festa num evento especial junto dos leitores e visitantes da Feira. Logo no dia seguinte, Domingo, 4, será a vez de Marco Neves, pelas 15h00 e Luís Pereira de Sousa, pelas 17h00, marcarem presença na feira para autografarem as suas obras. No Sábado, 10, pelas 17h00, Elizabete Agostinho estará disponível para conversar com os seus leitores, seguindo-se Jorge Rio Cardoso no Domingo, 11, pelas 15h00. Já na Terça-feira, 13 de Junho, será Maria Helena a autografar as suas obras pelas 16h30 e na Quinta-feira, 15, pelas 15h00, estão Io Appolloni e Carlos Quintas com a biografia da atriz e pelas 17h00 será a vez de João Lapa e Alexandre Fernandes a estarem presentes no certame da Guerra e Paz.

25
Mai17

Viajante à Luz da Lua [Antal Szerb]


O Informador

viajante à luz da lua.jpg

Autor: Antal Szerb

Editora: Guerra e Paz

Lançamento: Abril de 2017

Edição: 1ª Edição

Páginas: 272

ISBN: 978-989-702-267-8

Classificação: 3 em 5

 

Sinopse: Mihály, um homem de negócios de Budapeste, vai pas­sar a lua-de-mel em Itália com a mulher, Erzsi. Os pro­blemas começam na primeira paragem, Veneza, mas é em Ravena que um antigo amigo de Mihály perturba o casal com histórias do passado.

Ao perder o comboio para Roma, Mihály foge da mu­lher e vagueia pelo país, numa viagem de autodescober­ta. Dividido entre o desejo e o dever, o que quer e o que os outros esperam de si, a boémia da adolescência e as responsabilidades de adulto, Mihály reencontra os seus fantasmas e questiona o sentido da vida.

Amor e morte cruzam-se neste romance trágico-cómico de 1937, uma obra-prima do húngaro Antal Szerb, traduzida em diversos países, e que chega final­mente a Portugal.

 

Opinião: Viajante à Luz da Lua é um Clássico da Literatura Húngara e por ai já me fez ter interesse na sua leitura. Primeiramente porque é um clássico bem comentado e depois porque não estou habituado a ler autores húngaros e com este romance consegui fazer o dois em um. Mas no final da leitura fiquei com uma sensação estranha sobre a opinião que posso dar sobre a obra. 

De leitura fácil, recurso a um bom vocabulário que não necessita de ser elaborado para agradar ao leitor e com uma história fluída, no entanto e embora tenha acompanhado toda a narrativa que me prendeu, não consegui encontrar-me do lado de Mihály. O protagonista da história é um ser complicado, de baixa auto-estima e com um género bem individualista gerado também pela sua timidez e incapacidade de compreensão dos outros, no entanto o leitor entende estas descompensações mas não consegue encontrar um ponto com que se identifique para pegar na leitura e se ir debatendo por um final feliz. Percorremos Itália com uma visão de turista a descobrir o país e ao mesmo tempo em busca da perfeição que num ser complicado é difícil de alcançar. Fiquei com a sensação de uma boa história mas com uma grande falha quanto ao assumir a personalidade de cada personagem de forma direta, tal como o pouco cuidado de descrição para com os locais percorridos. 

23
Mai17

Atual leitura... Viajante à Luz da Lua [Antal Szerb]


O Informador

viajante à luz da lua.jpg

Diretamente da literatura húngara do século XX para Portugal do século XXI, chega até nós através da Guerra e Paz Editores a obra de Antal Szerb, Viajante à Luz da Lua. Num romance entre o amor e a morte com Itália como pano de fundo, esta obra que foi traduzida por vários países chega finalmente a Portugal e até mim.

Irei pelos próximos dias conhecer as vivências de Mihály por Itália numa aventura que começa como uma escapadela romântica para acabar por se transformar em momentos de solidão e de auto descoberta sobre a presença de um ser no universo e perante uma vida que o enfrenta no dia a dia.

19
Mar17

Vencedor de Io Appolloni – Biografia sem tabus


O Informador

Irreverência, liberdade, frontalidade, energia e talento são algumas das características que marcaram a carreira de Io Appolloni, a atriz que nos seus tempos áureos pisou os grandes palcos nacionais, entregou-se ao mesmo tempo ao cinema e foi uma mulher de amores que nunca deixou nada por dizer. Hoje, mais calma e sempre frontal, Io vê o seu amigo Carlos Quintas, também ator, relatar sem tabus e de forma biográfica a sua vida onde nada é esquecido. Os amores, as traições, os segredos de bastidores e conflitos profissionais ao longo do tempo. Nada parece escapar em Io Appolloni - Biografia sem tabus, a obra lançada pela Guerra e Paz e cujo um exemplar teve em sorteio aqui pelo blog.

17
Mar17

Grandes Histórias de Amor


O Informador

grandes histórias de amor.jpg

Autor: José Jorge Letria

Lançamento: Janeiro de 2017

Editora: Guerra e Paz

Páginas: 216

Classificação: 2 em 5

 

Sinopse: Incendeiam este livro histórias de amores arrebatadores como os de D. Pedro I e D. Inês de Castro, Simone de Beauvoir e Jean-Paul Sartre, Almeida Garrett e a viscondessa da Luz, Ava Gardner e Frank Sinatra, Oscar Wilde e Lord Alfred Douglas, John Lennon e Yoko Ono, Snu Abecassis e Francisco Sá Carneiro. Afinal, como escreveu Luís de Camões, o amor é «fogo que arde sem se ver». O fogo que arde neste livro pode não se ver, mas queima.

Os grandes amores desafiam as barreiras do tempo e do espaço e, muitas vezes, é a sua dimensão trágica que os mitifica e eterniza. Nestas páginas há histórias de amor heterossexual e homossexual, antigas e modernas, famosas e menos conhecidas, mas todas elas capazes de nos fazer suster a respiração.

 

Opinião: De Adão e Eva a Pedro e Inês para os amores mais recentes de Snu Abecassis e Francisco Sá Carneiro ou John Lennon e Yoko Ono, Grandes Histórias de Amor é um ponto entre várias reticências dos grandes romances que marcaram a sociedade e que se eternizaram de uma maneira ou de outra ao longo dos tempos.

Pela mão de José Jorge Letria, esta obra reflete um pouco cada forma de amar de figuras impares da nossa História. Os beijos roubados atrás do palco, as grandes viagens românticas, as declarações, os desaires, inconfidências, traições e verdades, tudo serve como fonte de inspiração para se percorrerem vidas que foram passadas com um grande amor que nem sempre esteve presente mas que marcou de certa forma uma etapa de cada momento que se conseguiu eternizar com o tempo e junto de todos.

14
Mar17

Atual leitura... Grandes Histórias de Amor


O Informador

Jornalista, poeta e dramaturgo, José Jorge Letria é agora o autor de Grandes Histórias de Amor, o Livro dos Amantes, uma das mais recentes obras lançadas pela editora Guerra e Paz. Fazendo o recurso a várias figuras da História nacional e internacional e com a junção de histórias antigas com as mais recentes, vários são os amores relatados nesta obra onde nos podemos apaixonar pela loucura que vários casais conhecidos e menos conhecidos viveram entre si e perante a sociedade.

A minha atual leitura para comentar daqui a uns dias...

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários Recentes

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador