Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

17
Fev18

Vencedores dos Convites Duplos | Aladino | 18.02.2018


O Informador

aladino o musical genial.jpg

Aladino - O Musical Genial é uma adaptação do conto árabe Mil e uma Noites que é um dos mais famosos da celebre coletânea que faz parte do imaginário de várias gerações e que já deu origem a vários filmes e espectáculos.

Esta versão segue o texto original que preserva valores de liberdade, tolerância e solidariedade com os nossos semelhantes.

Além de ser um espectáculo deslumbrante, para toda a família pela sua magia e fantasia, é uma lição de humanidade para o público infanto-juvenil que através do texto, da música, dos bailados e da cenografia é transportado para o exotismo do Oriente através de uma história plena de sensibilidade e deslumbramento.

Aladino - O Musical Genial, como todos os espectáculos dedicados à infância e aos jovens que o Teatro Politeama há 18 anos apresenta criando permanentemente um público fiel às suas produções, fará o jovem espectador descobrir o Teatro como um prazer que ensina, diverte e encanta e que contribui decisivamente para a formação dos educandos.

No tapete mágico de Aladino jovens e adultos voarão para as estrelas do sonho, da inteligência e da compreensão do mundo e das possibilidades infinitas do ser humano.

Filipe La Féria estreou Aladino no Teatro Politeama em 2017 e desde então que este espetáculo infantil tem recebido miúdos e graúdos ao longo de cada sessão. Contando com rostos conhecidos dos espetáculos do produtor no elenco, Aladino convida o público a viajar pelas aventuras da personagem que todos nós conhecemos ao longo de gerações.

Para vos presentear, quatro convites duplos estiveram em sorteio, destinados à sessão de Domingo, 18 de Fevereiro, pelas 15h00, sendo chegado o momento de revelar o nome dos vencedores sorteados através do sistema random.org. Paula Carvalho, Aldina Martins, Marina Frias e Maria Aureni Oliveira foram as premiadas com os convites duplos para Aladino, o musical genial de Filipe La Féria.

16
Fev18

Convites Duplos | Aladino | 18.02.2018


O Informador

aladino o musical genial.jpg

Aladino, o musical genial de Filipe La Féria tem conquistado miúdos e graúdos ao longo dos últimos meses no Teatro Politeama. Contando com jovens rostos já habituais dos espetáculos do produtor, esta adaptação do conto das Mil e Uma Noites recheada de fantasia leva em cada sessão o público a viajar pela história do jovem Aladino que todos nós conhecemos. 

Com sessões para o público em geral aos Sábados e Domingos às 15h00 e com os grupos escolares de semana, Aladino estreou e virou sucesso pela sala lisboeta por onde já permanece há largos meses. Para vos presentear e celebrar este sucesso teatral, tenho quatro convites duplos para sortear destinados à sessão do próximo Domingo, 18 de Fevereiro, pelas 15h00. 

07
Fev18

Vencedor | Deixa-me Odiar-te


O Informador

deixa-me odiar-te livro.jpg

Lançado hoje, 7 de Fevereiro de 2018, pela editora Clube do Autor, Deixa-me Odiar-te, da autoria de Anna Premoli, é um dos romances vencedores do Prémio Bancarella. Como um exemplo das relações amor-ódio que vão sendo criadas por diversos ambientes sociais, nesta narrativa o que começa mal entre dois colegas de trabalho tende a melhor com o tempo e convivência, até que o amor acontece. 

Para premiar os leitores do blog no mês onde o Amor anda no ar, um exemplar de Deixa-me Odiar-te esteve disponível em passatempo ao longo dos últimos dias. Agora é o momento de revelar que foi a Fátima Martinho a vencedora deste romance amplamente elogiado. O sorteio foi feito através do sistema random.org onde todos os participantes que comentarem o texto do passatempo com acesso à sua página do Facebook ou deixando o link do mesmo foram contabilizados. 

Agradeço a todos os que tentaram a sua sorte e partilharam este desafio pelas suas redes sociais, deixando-vos com a sinopse de Deixa-me Odiar-te e com a promessa de que novas oportunidades literárias irão surgir dentro de pouco tempo.

30
Jan18

Ganha | Deixa-me Odiar-te


O Informador

deixa-me odiar-te livro.jpg

As relações por vezes começam num cruzamento onde uma má impressão inicial aos poucos vai sendo colmatada pelo interesse no outro através de pontos que se vão destacando, mostrando que afinal o que poderá ter sido um sentimento inicial de ódio transforma-se com o tempo em amor e é assim que Jennifer e Ian se encontram ao longo do romance Deixa-me Odiar-te, que será relançado pelo Clube do Autor no próximo dia 7 de Fevereiro. 

Da autoria de Anna Premoli e vencedor do Prémio Bancarella, este moderno romance retrata uma história onde não faltam pormenores da atualidade entre os vários momentos de divertimento e ternura que vão sendo vividos entre o par protagonista deste envolvente enredo.

Para vos deixar ainda mais curiosos com este relançamento, eis que tenho um exemplar para vos oferecer. Como? Ora bem, neste mesmo texto só têm de deixar um comentário com o que quiserem. Podem basear-se no tema «amor/ódio», nos romances que mais vos marcaram, o que esperam ler pelas próximas novidades que estão a ser lançadas no campo literário, o que quiserem mesmo comentar, até podendo deixar um simples «Eu participo!». Não será o melhor comentário o premiado, visto que selecionarei o vencedor através do sistema automático random.org, que me dará um número aleatório que será atribuido pela ordem de participação. O que é necessário é que comentem este mesmo texto aqui no blog pela caixa de comentários, com a sessão de Facebook aberta para depois conseguir contactar o vencedor de forma mais fácil. A par do comentário, a partilha do link deste texto pelo vosso feed de Facebook é essencial para a participação pode ser aceite. 

O desafio irá decorrer até às 18h00 de dia 7 de Fevereiro, dia do lançamento da reedição da obra e por agora resta-me desejar-vos boa sorte! O livro será enviado por correio na semana seguinte ao término do passatempo, não me responsabilizando pelo extravio do exemplar!

19
Jul14

Ganha bilhetes para a peça Gisberta


O Informador

GisbertaNa passada Quinta-feira fui assistir à peça Gisberta, em cena no Cinema São Jorge, Lisboa, e interpretada pela atriz Rita Ribeiro. Agora, e porque os bons espetáculos são para serem partilhados, eis que chegou o momento de lançar um passatempo onde os leitores do blogue podem também assistir a este monólogo que tem recebido os aplausos do público e da crítica pelas várias salas por onde tem passado.

Quem quiser habilitar-se a ser um dos vencedores destes bilhetes que tenho para oferecer para a sessão da próxima Quinta-feira, dia 24, de Gisberta, só tem que copiar a frase que se segue e colocá-la como comentário a este mesmo texto, ser seguidor do blogue pelo Facebook e partilhar o passatempo pelo seu mural.

«Gisberta, o espetáculo que irei ver com O Informador!»

Este passatempo começa pelas 01h00, de dia 19, terminando no dia 23, pelas 09h00. Os vencedores serão sorteados através do sistema automático random.org, sendo revelados após o final do passatempo num novo texto e contactados também via email, pedindo assim para que os participantes coloquem corretamente os seus dados – nome e email – no comentário para que seja mais fácil a comunicação com os mesmos.

Deixo-vos de seguida a apresentação do espetáculo Gisberta...

Rita Ribeiro interpreta a história ficcional, com contornos realistas, da mãe da transexual Gisberta, que foi morta barbaramente no ano de 2006, na cidade do Porto, vítima da violência de 14 jovens internos de uma instituição católica. Durante a peça, ela vai relatando a um jornalista fatos da vida do “seu menino”, desde a infância até o momento em que parte do Brasil em busca do seu direito de ser vista e respeitada como mulher. Fala da sua dificuldade em aceitar a identidade de género do filho e das várias tentativas de o dissuadir, ainda na infância, a não seguir um caminho por ela e por muitos considerado “anti-natura”; fala da saudade que sente do “seu menino”; do arrependimento por tê-lo deixado partir… Mas no discurso desta mãe, por um lado delator da sua tristeza, há uma ternura que revela o amor incomensurável desta mãe pelo seu filho. Um sentimento que se mistura à revolta contra àqueles que mataram o “seu menino”, e a uma subsequente negação à Deus. A personagem também assumirá a sua parcela de culpa por nunca ter sido capaz de realizar o desejo mais fulcral do “seu menino”: ser tratada por Gisberta.

Local: Cinema São Jorge – Lisboa

Horários:

Quinta a Sábado – 22H

Domingo – 17H

Bons comentários e sorte para seres um dos sorteados para assistir a este emocionante trabalho!

06
Jul14

Ganha o livro A Escuridão procura a Escuridão


O Informador

a escuridão procura a escuridãoSónia Ferraz da Cunha é a autora de A Escuridão procura a Escuridão, um livro publicado pela Chiado Editora na colecção Viagens na Ficção. Um amor, uma forma rude e agressiva de agir e várias questões sobre o que é procurado pela noite por duas pessoas apaixonadas além do amor! Vários temas são falados e comentados neste livro lançado em Maio e que O Informador agora vai oferecer!

Quem quiser habilitar-se a ser o vencedor do exemplar de A Escuridão procura a Escuridão que tenho para oferecer basta viver em Portugal, ser seguidor pelo Facebook d' O Informador e da Chiado Editora, partilhando este passatempo pelo seu estado, tendo depois que copiar a frase que se segue e colocá-la como comentário a este mesmo texto.

«O Informador e a Chiado Editora estão a oferecer o livro A Escuridão procura a Escuridão!»

Este passatempo começa pelas 10h00 do dia 6 de Julho, Domingo, e termina pelas 18h00 de dia 16 do mesmo mês! Com a participação validada é só ficares atento porque será logo pelo dia 16 que anunciarei o nome que foi seleccionado através do sistema random.org. O vencedor será também contactado via email, como tal peço que no momento da inscrição os dados fiquem correctos para uma melhor comunicação.

Deixo de seguida a apresentação de A Escuridão procura a Escuridão e um desejo de Boa Sorte a todos os participantes!

Autor: Sónia Ferraz da Cunha

Colecção: Viagens na Ficção

Páginas: 192

Data de publicação: Maio de 2014

Sinopse:

"Ele sorriu (...), segurou-me o braço que pousava sobre o colchão e encurtando novamente a pequena distância que nos separava, e de forma decidida e deixando-me sem reação, segurou-me com firmeza o rosto com a outra mão e encostou os seus lábios aos meus num beijo onde o pouco discernimento que a hora avançada, e o algum álcool que já bebera, me permitiam possuir foi morrer, dissolvido no seu cheiro irresistível, nos seus movimentos seguros, intensos, firmes, na suavidade dos seus lábios e no seu sabor, um sabor que naquele momento me empurrou a um abismo de descontrolado desejo."

"O tempo é implacável, imparável e a mais confiável das realidades, e mesmo que dele percamos o trilho ele seguirá sempre o seu caminho, indiferente à nossa falta de sensibilidade.

E assim os dias passavam sem que eu tivesse a real perceção do seu impacto ou dos meus atos e dos seus possíveis danos, e através deles eu ia repetindo rituais de culpa, de mentira e principalmente de prazer, um prazer do qual eu não estava disposta a abrir mão sobre nenhum pretexto."

"O seu toque era mais rude que o habitual, as suas mãos grandes e fortes seguravam com firmeza e os seus dedos longos e finos pressionavam-me a pele, por vezes exagerando na intensidade; também os seus movimentos dentro de mim foram mais enérgicos, como se um impetuoso fogo o estivesse a consumir. Esporadicamente sentia como me segurava o cabelo com uma das mãos, imprimindo alguma agressividade ao ato, enquanto a outra, no meio das minhas pernas, me provocava um descontrole indescritível, levando-me com a sua insistência e habilidade ao limite do prazer."

Biografia

Sónia Ferraz da Cunha é licenciada em História da Arte pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, e em Conservação e Restauro pelo Instituto Politécnico de Tomar. Ao longo da sua vida profissional exerceu diversos cargos em diferentes áreas, como Técnico Superior de Conservação e Restauro, Professora Universitária de Conservação e Restauro e Professora de História do 3º Ciclo e Secundário. A paixão pela Literatura em geral, e pela arte da escrita em particular, nasceu ainda Sónia se encontrava sob a estática e permanente observação das elevações montanhosas que coroam as paisagens de Trás-os-Montes, de onde é originária e onde nasceu decorria o ano de 1977, sendo que atualmente reside na Invicta cidade do Porto, cidade que a adotou e que por ela foi tão apaixonadamente adotada.

16
Jun14

Ganha bilhetes para o espetáculo 40 e Então?


O Informador

40 e entãoHá uns dias fui ver o espetáculo 40 e Então?, em cena no Teatro Tivoli BBVA! Agora, e porque gosto de partilhar bons espetáculos com os leitores do blogue, tenho três bilhetes duplos para poder presentear os comentadores deste texto!

Quem quiser assistir ao espetáculo da UAU interpretado por Maria Henrique, Ana Brito e Cunha e Fernanda Serrano no próximo dia 20, sexta-feira, pelas 21h30, tem aqui a sua oportunidade, só tendo que seguir três passos para que a sua participação seja válida! Copiar a frase que se segue, colocando-a como comentário a este mesmo texto, ser seguidor de O Informador pelo Facebook e partilhar o passatempo pelo seu perfil na rede social.

«40 e Então?, um espetáculo que vou ver com a ajuda d' O Informador!»

Este passatempo começa no dia 16 de Junho, pelas 19h00, terminando a 18, pelas 23h00. Os vencedores do mesmo serão sorteados através do sistema automático random.org, sendo revelados após alguns minutos do término do passatempo num novo texto e contactados também via email, pedindo assim para que os participantes coloquem corretamente os seus dados - nome e email - no comentário para que seja mais fácil a comunicação com os mesmos.

Aguardo as vossas participações e aconselho vivamente esta peça tão bem interpretada por três grandes atrizes, com fantásticos textos de mulheres consagradas no mundo das artes e do espetáculo. Bons comentários e boa sorte!

Deixo de seguida a apresentação de 40 e Então?...

40 e então?

Ana Brito e Cunha, Fernanda Serrano e Maria Henrique regressam ao palco dez anos depois do sucesso de Confissões das Mulheres de 30. Com elas trazem histórias, muitas. São histórias comoventes, histórias divertidas, histórias de afectos, histórias novas, histórias antigas que os anos fazem viver de forma diferente. São histórias contadas por outras mulheres, com vivências diversas, a quem a idade não assusta ou, se calhar, assusta e muito.

Em 40 e então? a vida é assumida sem tabus ou adoçante. A idade é um posto e as actrizes dão voz a textos seus e a autoras como Ana Bola, Helena Sacadura Cabral, Silvia Baptista, Inês Maria Meneses, Rita Ferro, Rute Gil e, sobretudo, a todas as mulheres que já estiveram, estão ou vão entrar na década da ternura.

Direcção Sónia Aragão

Textos Ana Bola, Ana Brito e Cunha, Helena Sacadura Cabral, Inês Maria Meneses, Leonor Xavier, Maria Henrique, Sílvia Baptista, Sónia Aragão, Rita Ferro e Rute Gil

Figurinos Isabel Carmona

Desenho de Luz Luís Duarte

Interpretação Ana Brito e Cunha, Fernanda Serrano e Maria Henrique

M/16Teatro Tivoli BBVA | Estreia 30 Abril5ª a Sábado às 21h30 | Domingos às 16h30Preço entre 10€ e 18€5ªs: 10€ Iniciativa UAU TEATRO 5ªs Feiras 10€  (preço único sem marcação de lugar)6ªs, Sábados e Domingos: entre 12€ e 18€

Sobre mim

foto do autor

Ganha

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • O Informador

    Acho que as atividades que acontecem nos dias de s...

  • P. P.

    Eu já tive alunos com toda a tarde de sábado ocupa...

  • Ricardo Trindade

    Duas horas semanais no máximo de catequese achas q...

  • P. P.

    Respeito e gostava de ser portador de tal fé/ espe...

  • O Informador

    Combinado! Quanto ao Catequista diz-te alguma cois...

Mensagens

Pesquisar

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador