Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

24
Dez16

Feliz Natal daqui par'ai!


O Informador

feliz natal.png

Oh! Oh! Oh! O Natal chegou e não tarda já todos estamos sentados à mesa a desfrutar do tradicional bacalhau com todos e do perú no forno pensando nos doces que se seguirão. A tradição já não é bem o que era nesta época onde o consumismo tem dado cartas para que os pormenores e afetos familiares fiquem para trás, no entanto o Natal continua a ser festivo segundo os novos modelos sociais e familiares e aqui estamos em mais um ano onde «paz, amor, saúde e felicidade» voltam a ser desejados numa noite onde o calor humano é desejado e merecido por todos, mesmo para aqueles que não têm onde se recolher nestas noites frias de Inverno.

Um bom e feliz Natal para todos os leitores do blog! 

11
Dez15

Felicidade!


O Informador

Neste momento sinto-me com um toque especial de felicidade! As coisas ainda não estão totalmente definidas e só quando tudo ficar resolvido é que esta felicidade pode ser plena, no entanto o caminho parece estar traçado e agora somente desejem-me sorte! 

Feliz! Feliz! Feliz! A razão? Estou prestes a alcançar um dos objectivos de 2015, mesmo no final do ano!

04
Jun15

Bilhetes para Guia para a Felicidade #2


O Informador

Chamada de atenção a todos por favor! Pela segunda vez tenho bilhetes duplos para oferecer para o espetáculo Guia para a Felicidade que junta Teresa Guilherme e Manuel Marques no palco do Teatro Villaret. Através de um divertido show de ensinamentos sobre a felicidade de um casal, a dupla Alda e Paulo tornam público os métodos que os levaram a um casamento feliz. Só que será que tamanha felicidade é mesmo real? Algo para ver até ao final de Junho na sala lisboeta de Quinta a Sábado pelas 21h30 e ao Domingo às 18h00.

Feita a introdução vamos passar ao que interessa realmente neste texto aos meus excelentissimos leitores. Será que alguém quer habilitar-se a ganhar bilhetes duplos para a sessão de Quinta-feira, 11 de Junho? Se sim, continuem a ler porque irão ter uma hipótese para participar num passatempo que vos guiará até ao Villaret pelos próximos dias!

guia_para_a_felicidade_(1).jpg

GUIA PARA A FELICIDADE

Directamente vindos de Huelva, onde receberam o prémio de “Melhor Palestra ao Nível da Pessoa Humana”, Alda e Paulo vão estar no Teatro Villaret para a apresentação da sua palestra “Guia para a Felicidade”.

Esta dupla de oradores vai apresentar ao vivo o seu revolucionário método para a felicidade conjugal, baseado na sua experiência pessoal e em anos de palestras um pouco por todo o lado, incluindo Fafe.

O sexo, o amor e onde guardar fotos de antigas namoradas, são apenas alguns dos temas abordados e que ensinam o método para a felicidade a dois seguido por muitos casais famosos.

É a vida conjugal analisada a fundo com este casal de motivadores que vai sugerir, aconselhar e explicar em detalhe como se chega ao nirvana caseiro.

Estão prontos para serem felizes?

Com Teresa Guilherme e Manuel Marques

Texto Sílvia Baptista e Henrique Dias

Encenação Maria Henrique

Música Alexandre Manaia

Imagem e Grafismo Hélder Mendes

Desenho de Luz Luís Duarte

Participação Especial Paula Lobo Antunes e Jorge Corrula, Joana Machado e Eduardo Madeira, Fernanda Serrano e Pedro Miguel Ramos

Produção Força de Produção

M-12

Estreia 23 de Abril

Teatro Villaret

5ª a Sábado: 21:30

Domingos: 18h

Preço único: €15

Este passatempo vai decorrer até às 19h00 de 10 de Junho e para se habilitarem a um dos bilhetes duplos que tenho para sortear só têm de:

  • Fazer Gosto nas páginas de Facebook d' O Informador e da Força de Produção.
  • Partilhar este post. 
  • Preencher o formulário que se segue onde só é permitida uma participação por endereço de e-mail.

21
Mar15

Mandamentos da Felicidade


O Informador

Andava por aí a vaguear quando encontrei pelo blog Tempestade de Ideias que por sua vez encontrou pela Visão os dezoito mandamentos da Felicidade. Será que os ando a cumprir na sua totalidade?

 

1 - Abrandar e desfrutar dos pequenos momentos

2 - Dizer não aos desperdícios de tempo 

3 - Ser mais sincero e aberto consigo mesmo

4 - Correr mais riscos

5 - Reconsiderar o círculo de amigos

6 - Aceitar que o passado não pode ser alterado

7 - Arranjar tempo para ajudar quem precisa

8 - Deixar de arranjar desculpas para não viver os seus sonhos

9 - Sentir-se feliz pelos outros

10 - Dar o que gostaria de receber

11 - Deixar as expectativas à porta

12 - Dar crédito a si mesmo e parar de se menosprezar

13 - Respeitar a sua própria privacidade

14 - Pensar pela sua cabeça

15 - Comprometer-se com os objetivos

16 - Encontrar significado no trabalho

17 - Consumir alimentos frescos

18 - Fazer exercício

31
Jul14

Momentos


O Informador

bons momentosUma imagem encontrada algures pelo Facebook e que me deixou a pensar em como estes símbolos tão bem podem representar as características apresentadas.

Os «bons momentos» que devem continuar a existir agora e sempre, contribuindo para o bem estar de qualquer um, ajudando ao crescimento pessoal onde se consegue sair valorizado. O bem e as coisas boas da vida são para desfrutar em boa companhia e em harmonia. 

As «memórias» devem ficar retidas nas paragens onde acontecem! Tudo o que deverá permanecer pelo pensamento de cada um tem de fazer parte das boas memórias sobre os acontecimentos que se sobrepõem aos maus momentos deixados para trás e que a mente apaga.

A «tristeza», aquela onde sempre devemos colocar um ponto final e seguir em frente! Quando a música tocada não é a pretendida deve-se seguir em frente, deixando o que não corre da melhor maneira para quem o desejar, nunca para os defensores do bem. Costuma-se dizer que tristezas não pagam dívidas, então porque tais aparecem e nos fazem cair num abismo de onde por vezes é complicado sair?

A «felicidade» deverá sempre ser revivida porque embora aconteça no presente e seja desejada no amanhã, antes também já marcou presença e deverá sempre ser recordada. É bom poder reviver os momentos do passado, aquelas situações que nos fizeram sorrir e estar bem, querendo sempre estar assim, com o desejo do paraíso impresso em cada pensamento.

Os bons momentos, as memórias, a tristeza e a felicidade, quatro situações particulares que afectam os sentimentos de quem pensa, sonha e realiza! Se pudesse abafava a tristeza de agora com a felicidade do passado, deixando as memórias mostrarem os bons momentos que irão surgir amanhã, no entanto para ser completo a balança entre o bem e o mal tem de estar sempre presente porque a monotonia das coisas boas iria gerar uma verdadeira tristeza de tanta falsidade junta.

31
Dez13

Passagem de ano da família


O Informador

A passagem de ano da minha família é sempre bem diferente do Natal. No salto para um novo lote de doze meses todos se juntam e a festa é feita com talvez vinte pessoas sentadas à mesa entre os grelhados e os cozidos, as febras e os doces. Na família a passagem para um novo ano é um momento de união e festejo!

Pais, tios, primos, tios-avós, pequenos primos... Todos se juntam naquele serão como manda a tradição! Cada qual leva partes da refeição que se estende pela noite fora e o final de tarde é passado a ultimar os preparativos para nada faltar na mesa onde sobra sempre algo para o almoço e jantar do dia seguinte.

Momentos alegres e algumas peripécias engraçadas pelo meio, é assim que as últimas horas de Dezembro são passadas, dando as boas-vindas ao Janeiro que trás consigo todo um novo ano pela frente. Conversas, gritos, música, televisão, barulho... Acima de tudo, a passagem de ano da minha família é uma completa balbúrdia familiar! Que coisa boa!

Um pormenor, esta será a sétima vez em que passo o último dia do ano e o primeiro do próximo longe do seio familiar, passando entre a outra família, a do coração e a que escolhi!

14
Jul13

Estou contente por ti!


O Informador

Não interessa quem és e também não interessa contar a que se deve, mas de uma coisa tenho a certeza... Estou contente por ti, posso?

Fico contente por ti, pelos teus passos certeiros, pelos teus objetivos e pela tua dedicação e empenho ao que enfrentas. Agora parece-me que tenho novos motivos para estar feliz pelo que sei e também por saber que mais um sonho se concretiza na tua vida.

Pronto, estou contente por ti e é tão bom estar contente por uma coisa especial!

27
Mar13

Casamento de fachada


O Informador

Existem vários graus de felicidade e o casamento parece-me ser um ato que dá alegria a uma pessoa, dando a dois seres muitos momentos de paixão, ternura, bem-estar... Fazendo-se prever que se estão juntos é porque se amam e gostam de estar em comum acordo, de bem com a vida e a viver um sonho a dois. Mas nem sempre isso acontece desta forma idílica.

Porque será que as pessoas não admitem que o que era bom já está terminado e que vivem em relações e casamentos de fachada? Na rua são unha com carne como se só existissem coisas boas entre os dois, em casa, cada qual faz a sua vida independente como se o outro não existisse e não andasse pelas redondezas. Só porque existem filhos em comum? Tenham paciência, mas isso já não é desculpa para os dias que correm. Ah, talvez porque sozinhos não conseguem aguentar a boa vida que gostam de aparentar aos outros. Mas será preferível viver de forma fantasiosa em falsa harmonia quando isso não acontece e depois andam a dar facadinhas no matrimónio sempre que possível?

O simbolismo de casamento não é isso, qual a necessidade de viver na mentira só porque se tem medo de romper totalmente com o passado e um maior medo de enfrentar o futuro sem a pessoa que esteve ao seu lado, bem ou mal, nos últimos anos? Viver num casamento de fachada é só mesmo para quem tem que aparentar estar bem, feliz e com receio da sociedade.

16
Dez12

Os sorrisos sinceros das crianças


O Informador

As crianças têm sem dúvida dos sorrisos mais sinceros que qualquer um de nós pode querer receber em qualquer altura das nossas vidas.

Olhar para uma pura criança que sorri com a sua boa disposição, com um sorriso que não tem maldade, nem segundas intenções ocultas, mostra-nos que o mundo poderia ser tão melhor se todos fossemos mais sinceros uns com os outros, sem falsos depoimentos e momentos. 

Na sociedade dos tempos modernos vive-se cada vez mais de aparências, fazem-se as coisas a pensar no que vão pensar pelos nossos atos, assistem-se a discrepâncias sentimentais incríveis. Se tivéssemos todos um pouco de criança dentro de nós viveríamos numa melhor comunhão social.

Sorrir ao lado de uma criança transforma os adultos em puros espetadores da bondade e gentileza de quem ainda é feliz neste mundo de acidentados sociais! Quero voltar a ser criança e poder sorrir como se o mundo fosse uma eterna árvore de magia, de onde o bem flui como se não tivéssemos medo de nada!

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários Recentes

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________