Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Verão estranho em Agosto

Agosto de 2017 não está a começar da melhor maneira como o mês mais quente e que a todos convida para assentarem arraiais pelas praias deste país. Várias horas em que o sol fica tapado pelas nuvens, um vento desagradável para quem gosta de desfrutar da praia em sossego e sem levar com areia a todo o momento e as ameaças esporádicas de chuva não ajudam nada os fãs deste mês para tirarem umas ricas férias onde sonham atingir um bronze perfeito para regressarem ao dia-a-dia com um vigor reforçado graças ao sol e ao descanso que obtiveram. Parece-me que o querido mês de Agosto este ano não está de modas e deixou-se influenciar por um tempo mais virado para o Outono.

Nunca fui fã de tirar férias nestas semanas supostamente mais quentes e com as multidões a invadirem as praias, os estabelecimentos comerciais em zonas tradicionalmente mais movimentadas neste período e os preços a serem inflacionados a pensar no consumismo desenfreado a que os dias de pausa como que obrigam por existirem subsídios para gastar. Mas é certo que a maioria dos portugueses continua a apostar nas semanas de Agosto para tirarem férias, mas este ano parece que tiveram azar se o tempo continuar frouxo e a fazer caretas ao longo dos dias. Não está um calor constante, não existe um céu limpo de manhã à noite, existindo sim a presença de vento que arrasta areias movediças pela praia fora e um nevoeiro por vezes desmoralizador, deixando aquela ideia de um Verão com altas temperaturas de lado.

Férias pelos Santos

Recém chegado ao meu segundo emprego, eis que sou surpreendido em semana de Santos Populares com mais de metade da equipa de férias. Sim, é verdade, a maioria dos novos colegas tirou uns dias de pausa, aproveitando o feriado da próxima Quinta-feira, 15 de Junho, e estando assim por casa a 13, já que quase todos vivem pela zona de Lisboa e como onde trabalhamos hoje não é feriado, aproveitam assim um dia de férias para ficarem com a família e festejarem noite dentro estes dias de Santo António. 

Ao longo de dez anos por onde trabalhava sempre era complicado marcar férias e se dois quiséssemos um dia que fosse de pausa ao mesmo tempo que outra pessoa já era um grande problema, tendo alguém que ceder e mudar a sua opção. Agora chego a uma nova empresa e percebo que marcar férias parece não ser um problema para ninguém. Tirar dias ocasionalmente para aproveitar feriados e conseguir prolongar fins-de-semana é uma realidade, ao contrário do que estava habituado. Não podia sequer pensar porque se quisesse tirar uma Segunda por ser feriado à Terça, por exemplo, tinha de trocar folgas se alguém cedesse porque disponibilizarem dias era sempre complicado. Não podíamos ficar com dias livres quando marcávamos férias em Outubro para o ano seguinte - onde isto acontece? - para ir tirando. Nada, tínhamos de marcar os vinte e dois dias e seriam gozados nas datas marcadas, sem dar para alterar. Agora deparo-me com uma realidade que pensa nos funcionários e no seu bem-estar. Na empresa pela qual trabalho atualmente podemos marcar férias uns dias antes de nos ausentarmos, marcar os dias que queremos e sem existirem restrições de períodos obrigatórios.

O rabo de Rita Pereira

rita pereira.png

Volta não volta lá vem o corpo de Rita Pereira, mais concretamente o rabo, como notícia da nossa querida e simpática imprensa cor-de-rosa. Agora e porque a atriz publicou uma foto em biquíni ao longo de um período de férias pelas suas páginas nas redes sociais, logo começaram a surgir de novo os rumores sobre se o rabo de Rita tem ou não silicone. A sério que não têm mais nada para fazer?

O bumbum da atriz mete assim tanta inveja para que volta e meia o tenham de comentar para saberem se existiu ou não cirurgia estética em tempos? Rita já respondeu, sem existir necessidade também para tal, e revelou que o facto de ter ou não silicone no rabo só lhe diz respeito a si e «Isso acho que devem saber os gajos que me tocam e é só um», o namorado Guillaume Lalung, rematou. 

Férias sem sossego

Juro que não tenho paciência para estar de férias em casa! Passaram poucos dias e já é comum acordar com barulho, o que me deixa desde logo mal disposto pela manhã. Primeiro não consigo dormir mais que o normal, depois é desnecessário em período de férias ter de acordar tão cedo e por fim pergunto qual a razão de terem de fazer barulho só para irritarem os outros?

Uma primeira semana de férias por casa e o desejo que Sexta-feira chegue para que desapareça até dia 20 com a finalidade de descansar, dormir até mais tarde e não ter de ouvir o mesmo de sempre, dia após dia, hora após hora.

Férias bem próximas!

Está quase! Está mesmo quase a chegar o dia em que entro de férias, as primeiras de 2017 e tiradas praticamente por obrigação patronal. Não queria ter duas semanas e pouco de pausa já no início do ano, chegando uma, mas tínhamos de marcar todos férias até ao final de Março e adiei até mais não o meu período para calhar quase no final do prazo possível. 

Estou a desejar este período. Primeiro porque quem acompanha o blog sabe já que as coisas não estão fáceis com tanta instabilidade entre despedimentos, encerramento, ordenados e uma cada vez maior falta de vontade de todos devido ao que se tem passado e depois porque percebendo que não estaremos a trabalhar muito mais tempo na empresa mais vale despachar já metade dos dias de descanso do que ficar com eles por tirar e correr ainda o risco de não me serem pagos por não terem sido gozados. Assim fico de férias, longe das dores de cabeça, com preocupações porque venho e não sei quando recebo o ordenado mas pelo menos não estou lá, não ando sistematicamente a ver que é difícil existir volta a dar e que é cada vez mais complicado receber um ordenado para quem vive a realidade dia após dia. 

Frio é este?!

Vem uma pessoa de férias e o que encontra? Uns primeiros dias de descanso com a companhia do frio e da chuva!

Certo que estamos em Novembro e que o Outono já chegou há algumas semanas, tendo feito ligeiras ameaças esporádicas por vários dias, mas desta vez parece que as baixas temperaturas vieram mesmo para ficar. As noites frias e chuvosas convidam a ficar debaixo da manta enquanto não se parte para o aconchego da cama. De manhã ao abrir os olhos tudo tem indicado que o sol aparece e que assim o frio se desvaneça um pouco, mas na verdade não é isso que acontece. Colocando os pés fora de casa logo se percebe que na verdade o sol dá um ar da sua graça só que não é o suficiente para abafar o ar frio que se faz sentir lá fora. 

Camisolas mais quentes, casacos, golas e barretes vieram comigo, felizmente, para estes dias frios no meio do Alentejo, onde geralmente o clima costuma estar bem mais quente do que no resto do pais. 

Mês de férias com Seguro do carro

Desde que troquei de carro, em Dezembro do ano passado, que tenho tido a sorte (?) de ter o seguro do carro para pagar nos meses em que vou de férias e em que recebo também o subsídio referente a esses dias de descanso. Não planeei nada, mas que na verdade dá algum jeito, disso não tenho dúvidas!

Em Maio/Junho tirei férias e o que tinha para pagar? O seguro dos seis meses que se seguiram! Agora irei de férias ainda este mês e o que já chegou? O seguro referente aos próximos seis meses da viatura!

Isto assim até dá gosto! Não pode uma pessoa fazer uns planos extra com o dinheiro também extra que recebe que vem logo o custo do quatro rodas lembrar que necessita de ser pago para circular com a segurança do seu lado. 

O que escrever nas férias?

Estar de férias também parece significar ficar com os pensamentos bloqueados para que o cérebro consiga descansar, tal como o corpo!

Em férias a hora de deitar é livre e para levantar só mesmo quando a claridade do dia começa a incomodar a permanência na cama de olhos cerrados. Na escrita as coisas parecem semelhantes e no centro de uma aldeia alentejana, onde a internet não abunda como por casa, a vontade de partilhar novos e atualizados textos parece estar também «em modo pausa», devido a tudo o que me rodeia.

É sabido que escrever e publicar textos aquilo pelo blog através do telemóvel não faz o meu género por ainda ser complicado escrever, entabular e colocar imagens no sítio certo, esperando que esses pontos sejam melhorados pelos próximos tempos pela equipa de sapienses. Como por aqui não existe internet em todo o lado sem ter de me deslocar de um lado para o outro ou ligar a do telemóvel para fornecer ao computador, gastando todo o plafond mensal, o portátil tem estado mais desligado e consequentemente os textos escritos para logo serem publicados têm estado também mais ausentes do blog.

O Alentejo

Deitar cedo num serão pacato no seio alentejano é sinónimo também de acordar pelas primeiras horas da manhã, com o sol a espreitar e os animais, principalmente os galos e rolos, a lembrarem todos os humanos, que se encontram pelas suas proximidades, de que já é dia e horas de levantar.

Um acordar preguiçoso, com olhos meio abertos, esticar pernas e braços antes de dar o pulo para poder calçar chinelos e começar a fazer a primeira e rápida higiene diária. Tudo aqui tem o seu tempo, nada exige pressa, para mais quando a juntar ao espírito de paz e sossegado ainda existe o fator férias a completar o ramalhete. Pequeno-almoço é preparado enquanto as novidades pelas redes sociais e também pelas aplicações da imprensa vão sendo obtidas. Existe tempo para comer com calma, sentar e desfrutar de uma tigela de flocos de cereais e umas torradas, o que no dia-a-dia acaba por ser uma perda de tempo para quem abre os olhos e faz tudo a correr para ir trabalhar logo de seguida. No Alentejo isso não acontece! Tudo tem o seu tempo, não importa se o pequeno-almoço é mais demorado ou não, o que importa é ficar de estômago cheio e confortável para umas horas de descanso, com um passeio matinal pelas ruas pacatas da aldeia e onde o «bom dia» não é deixado de lado. Aqui, todos se cumprimentam, residentes ou visitantes, nacionais ou estrangeiros. Existem boas maneiras entre a população que gosta de receber quem por cá passa.

Um bom descanso é feito numa aldeia alentejana sem pressões, sem trânsito e com as correrias distantes. Mesmo de férias pelos centros urbanos todos andam a correr, não se conseguindo ter um verdadeiro momento de paz e reflexão para que se consiga desfrutar do momento. Aqui não, tudo é feito com tempo, com calma e existe verdade através de palavras que são proferidas porque estão na educação das pessoas, não por qualquer ato de obrigação para com o próximo.

Acordei e...

... Estou finalmente de férias! 

As malas estão feitas, a ideia está pronta e a mente parece estar calma por saber que ao longo de duas, que se esperam longas, semanas irei estar de repouso total, sem ter de me levantar a horas certas porque o trabalho chama. Preciso de dormir, quero descansar e aproveitar os dias que por aí se aproximam, com bom ou mau tempo a fazer-se sentir. Ansiava há algum tempo por este momento, para mais quando sinto que a ansiedade aliada ao cansaço têm feito com que o psicológico ande um pouco afetado pelas últimas semanas!

Estou oficialmente de férias! Quer dizer, estes primeiros dias estou de folga e só depois é que entro de férias, mas é tudo a mesma coisa neste caso!

Férias a caminho!

férias setembro.jpg

Deixem-me dizer-vos que daqui a uns dias estou oficialmente de férias por duas semanas seguidas! Não sei para onde vamos porque não existe nada marcado nem combinado oficialmente, mas até lá as coisas resolvem-se e existirá um destino a chamar pelo nosso nome a partir do dia 17 de Setembro.

Quando todos já estiverem a trabalhar, muitos já cansados das semanas após as férias, lá vou eu descansar, apanhar ainda algum sol - sim, porque o ano passado em Outubro ainda fui uma semana para a praia sem problemas temporais - e desfrutar da segunda fase de descanso deste ano. Ainda ficarão a faltar uns dias de pausa, mas primeiro é gozar o que já aí vem!

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários recentes

  • Juca

    Para mim essa é a ideia mais errada... Jesus Crist...

  • Juca

    A base da fé da religião católica é acreditar nos ...

  • Juca

    Tenho a dizer que se na igreja que frequenta não e...

  • Cláudia - Mulher XL

    Tanta coisa que a Igreja podia fazer com toda a fo...

  • Cláudia - Mulher XL

    Ora aí está uma grande questão! É o eterno síndrom...

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________