Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Praga pelas férias

Não sou supersticioso e tento não acreditar em bruxas mas que elas existem...! Então não é que uma pessoa anuncia publicamente que vai entrar de férias e começa a adoecer? O Mundo odeia ver os outros a desfrutar de uns dias de pausa e com a força mental conseguem encontrar algo que atrapalhe esses mesmos dias de descanso de quem só quer aproveitar e estar bem.

Entrei de férias na Sexta-feira passada e desde Quinta que ando com o estômago às voltas com algo que comi. Sei que passei umas horas por estes últimos dias que não desejo a ninguém. Lembrei-me até que se tivesse a trabalhar não sei se me teria conseguido aguentar. Nunca faltei e em dez anos de trabalho só coloquei três dias de baixa por dores musculares nas costas, mas como bem se sabe três dias nem são remunerados. Por um lado é bom estas coisas me aparecerem quando estou de férias mas por outro é chato, logo quando só quero ficar a dormir até mais tarde e lá surgiam as picadas na barriga que me faziam acordar para depois nada conseguir fazer ou então fazer demais.

Engripado! Quase a morrer...

Desde o início da semana que sinto o corpo a dar sinais de gripe! Sexta à noite as primeiras dores de garganta apareceram! Sábado acordei pior, com os músculos meio doridos e a garganta a pedir para não falar porque a voz fraquejava se tivesse muito tempo a dar à língua. Hoje, Domingo, embora esteja melhor que ontem, sinto-me como se um camião me tivesse passado por cima, com a tosse a surgir de vez em quando, a garganta arranhada e pernas e braços pesados como um âncora.

Dores e mal estar

Ontem já não andava completamente bem e ao acordar senti que o corpo não estava bom, parecendo que um camião me tinha passado por cima! Hoje acordei ainda pior, depois de uma noite mal passada, com suores quentes e vários momentos de insónias febris. Agora estou mal, com um mal estar enorme e as dores pelo corpo parecem não querer passar.

Estou com febre, um peso enorme por todos os membros do corpo e quando fecho os olhos parece que a sensação de tantos quilos a mais une-se às imagens tresloucadas que aparecem devido à transcendência que enfrento com todos os calores.

Fui trabalhar mas cedo percebi que não iria aguentar até ao final do dia, sendo que pouco depois do almoço tive que me vir embora, andando-me a arrastar e quase a cambalear por não aguentar com a falta de força até para andar. 

Medicado, dormi um pouco de tarde, pelo escuro do quarto, só que continuo sem poder dizer que estou melhor porque se fizesse tal afirmação estaria a mentir. Estou indisposto, com fome mas falta de apetite e a pensar que amanhã tenho que estar melhor para ir trabalhar.

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow

Comentários recentes

Posts mais comentados

Atual leitura

_________________________________________________________

Mensagens

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________