Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

A Guerra e Paz na Feira do Livro de Lisboa

guerra e paz feira do livro de lisboa.jpg

Prestes a começar mais uma edição da Feira do Livro de Lisboa, que decorre de 1 a 18 de Junho, no Parque Eduardo VII, como sempre, a editora Guerra e Paz, que irá marcar presença pelo pavilhão B29 com as suas publicações ao longo de todo o evento, acaba de divulgar a lista das sessões de autógrafos já confirmadas.

Sendo assim e pelo dia 3, às 17h00, darão a conhecer a coleção Os Livros Estão Loucos? Estão em Festa num evento especial junto dos leitores e visitantes da Feira. Logo no dia seguinte, Domingo, 4, será a vez de Marco Neves, pelas 15h00 e Luís Pereira de Sousa, pelas 17h00, marcarem presença na feira para autografarem as suas obras. No Sábado, 10, pelas 17h00, Elizabete Agostinho estará disponível para conversar com os seus leitores, seguindo-se Jorge Rio Cardoso no Domingo, 11, pelas 15h00. Já na Terça-feira, 13 de Junho, será Maria Helena a autografar as suas obras pelas 16h30 e na Quinta-feira, 15, pelas 15h00, estão Io Appolloni e Carlos Quintas com a biografia da atriz e pelas 17h00 será a vez de João Lapa e Alexandre Fernandes a estarem presentes no certame da Guerra e Paz.

Vencedores de Amália - O Musical de Filipe La Féria [13-05-2017]

amália 2017.jpg

Após seis anos de sucesso, o musical Amália está de regresso aos palcos pela mão de Filipe La Féria no Teatro Politeama. Com Alexandra à frente de um elenco competente entre estreantes e rostos que já haviam passado pela primeira e longa temporada do espetáculo, este musical regressou para continuar o sucesso de outros tempos e a prova são as sessões esgotadas que continua a ter, uns meses já após a estreia desta nova versão de Amália. 

Vi, gostei e recomendei e tenho agora a oportunidade de oferecer convites duplos aos leitores do blog. Nesta primeira oportunidade estiveram cinco convites duplos em sorteio para a sessão das 17h00 do próximo Sábado a serem sorteados e é chegado o momento de revelar os vencedores que serão contactados via email também. Sara Tanqueiro, Graziela Costa, Joana Afonso, José Lopes e Dora Bárbara foram os selecionados através do sistema random.org e são assim os eleitos para assistirem a esta sessão. 

Bilhetes para Amália - O Musical de Filipe La Féria [13-05-2017]

amália.jpg

2000 assinalou a estreia do musical Amália, encenado e produzido por Filipe La Féria para o Teatro Politeama. Após sessões e sessões de sucesso e de sala cheia ao longo de seis anos, o grande espetáculo terminou para dar lugar a outras produções. Agora, em 2017 e com um elenco com rostos da anterior e brilhante temporada desta aposta de La Féria e com vários atores e cantores novatos no trabalho, eis que Amália - O Musical de Filipe La Féria está de regresso e a (re)conquistar o público que dia após dia continua a esgotar a assistência da sala lisboeta.

Com Alexandra, Anabela, Liana, Carlos Quintas, Tiago Diogo à frente de um elenco com mais de cinquenta fadistas, atores, músicos e bailarinos, Amália está excelentemente surpreendido, obedencedo e dando continuidade ao sucesso de outrora. Como vi, gostei e recomedei, agora quero que todos vocês possam ter a oportunidade de assistir a este espetáculo que continua e continuará pelos próximos tempos em cena de Quarta-feira a Sábado pelas 21h30 e aos Sábados e Domingos às 17h00.

Como podes ganhar um dos cinco convites duplos para a sessão das 17h00, do próximo Sábado, dia 13 de Maio? Ora lê o que se segue!

“Amália - o Musical” de Filipe La Féria, foi uma das últimas vontades de Amália Rodrigues que em 1998 manifestou-me o desejo de ver a sua vida num grande musical. Em 1999 o musical subiu a cena no Casino do Funchal tornando-se no maior sucesso de sempre a nível nacional e internacional do espectáculo em Portugal que, só em Paris teve cinquenta mil espectadores na sua apresentação no Zenith, percorrendo todas as capitais francesas e suíças e ultrapassando todos os recordes de audiências.“Amália – o Musical” é um espectáculo transversal a todo o público que obteve todos os prémios de melhor espectáculo nacional e a aclamação unânime da crítica internacional.Esta nova versão terá a participação de todo o elenco original que reúne os mais significativos nomes do Fado e do Teatro Português como Alexandra, Anabela, Liana, Carlos Quintas, Tiago Diogo à frente de um elenco de mais de 50 fadistas, actores, bailarinos e músicos.

Vencedor de Io Appolloni – Biografia sem tabus

Irreverência, liberdade, frontalidade, energia e talento são algumas das características que marcaram a carreira de Io Appolloni, a atriz que nos seus tempos áureos pisou os grandes palcos nacionais, entregou-se ao mesmo tempo ao cinema e foi uma mulher de amores que nunca deixou nada por dizer. Hoje, mais calma e sempre frontal, Io vê o seu amigo Carlos Quintas, também ator, relatar sem tabus e de forma biográfica a sua vida onde nada é esquecido. Os amores, as traições, os segredos de bastidores e conflitos profissionais ao longo do tempo. Nada parece escapar em Io Appolloni - Biografia sem tabus, a obra lançada pela Guerra e Paz e cujo um exemplar teve em sorteio aqui pelo blog.

Ganha... Io Appolloni – Biografia sem tabus

Io Appolloni.jpg

Io Appolloni marcou de certa forma a sociedade portuguesa com a sua irreverência, liberdade, frontalidade e energia ao longo dos tempos áureos em que a sua carreira como atriz a levou a pisar os grandes palcos nacionais, entregar-se a personagens cinematográficas e acima de tudo fazer bom espetáculo. Hoje, com uma vida para ser contada Carlos Quintas, seu amigo de longa data, é o autor de Io Appolloni, a biografia sem tabus onde tudo é contado, dos amores às traições, dos segredos pelos bastidores aos conflitos profissionais.

A biografia de Io Appolloni chegou às livrarias pela mão da editora Guerra e Paz e O Informador tem um exemplar desta obra para oferecer aos leitores do blog.

Amália - O Musical de Filipe La Féria

amália 1.JPG

Filipe La Féria criou e em 2000 estreou o seu maior sucesso em musicais. Amália - O Musical de Filipe La Féria, inspirado na vida de Amália Rodrigues chegou e logo conquistou o público para que a sua primeira e longa temporada durasse mais de três anos com a passagem pelas mil representações no Teatro Politeama e com uma tournée nacional onde o Porto recebeu este musical tão aplaudido. Agora, quase quinze anos depois da última sessão, eis que o regresso aos palcos acontece e o sucesso volta a espreitar esta produção do produtor que tem lutado pelo teatro em Portugal.

Com Alexandra de novo à frente de um elenco onde constam nomes como o de Anabela, Carlos Quintas, Hugo Rendas, Patrícia Resende e Tiago Diogo, o espetáculo Amália, cujo não vi da primeira vez, marca assim o seu regresso com uma estreia auspiciosa, levando a assistência para o mundo da fadista que levou o nosso país além fronteiras. A criança que foi, excelentemente interpretada, a jovem e a grande e soberba diva do fado com que caminhou até à morte fizeram de Amália Rodrigues um ícone. Uma criança que cantarolou pelas ruas de Lisboa e que desde cedo, mesmo contra a vontade familiar, foi conquistado quem a ouvia para que se iniciasse nos palcos, aqueles palcos que a levaram ao estrelato onde Paris, Rio de Janeiro e o Japão estiveram na sua agenda de espetáculos ao longo de uma vida onde os amores não foram esquecidos mesmo em tempo de revolução política. 

Em Amália - O Musical de Filipe La Féria toda a vida de Amália é recontada de forma cativante, emotiva e festiva onde o Fado toma lugar entre textos e guitarradas que puxam pelo público para que não sinta que esta produção não é mais uma, é a melhor da autoria de La Féria, aquela que fez sucesso e que agora voltou com um elenco renovado mas com estrelas de outrora a interpretar os mesmos ou outros papéis porque o tempo passa mas a marca deixada entre nós de Amália jamais ficará esquecida. 

Filipe La Féria está de novo de Parabéns por voltar a apostar num sucesso que tanto público recebeu e que está disposto a voltar para recordar. Com duas pequenas atrizes a darem os primeiros passos e com garra para o Fado, com uma Anabela adorada pelo espetadores do Politeama e com Alexandra que por muito que se vá, como eu ia, com a ideia que iria ver mais do mesmo, fiquei deveras surpreendido com a estrela maior que enquanto Amália na fase mais velha encanta logo de início ao lado da pequena Amália que conquistou desde logo pela sua simplicidade em palco. 

Faz-te ao Largo

faz-te ao largo.jpg

Carlos Cabral escreveu, Rui de Matos encenou e Alberto Villar e Carlos Quintas protagonizam a peça Faz-te ao Largo que se encontra em cena no Teatro Armando Cortez de 1 a 18 de Setembro, numa curta temporada por Lisboa a anteceder a digressão nacional que já começa a ficar agendada.

Um grupo de amigos decidiu avançar com um projeto para dar visibilidade aos autores nacionais que tantas vezes são esquecidos pelo nosso teatro em detrimento da aquisição de textos de sucesso internacional. Assim nasceu a peça Faz-te ao Largo, através do esforço de pessoas que acreditam que o teatro em Portugal está vivo e há que dá valor ao que é feito por cá do início ao fim. 

Com um cenário simples, a pensar na digressão do espetáculo, e somente com dois atores em palco do início ao fim, esta comédia une dois antigos conhecidos de guerra num só espaço, um quarto alugado a uma senhoria que embora ausente também faça parte da história. 

O convívio e conhecimento de outros tempos dão o mote para que tudo se inicie quando Zorba e Anselmo se encontram pela primeira vez em Lisboa, várias décadas depois dos contactos anteriores. Se de início as coisas não correm bem, ao longo da sessão o público é convidado a assistir a bons momentos entre os dois mas também a várias quezílias, tudo devido à insistência de Zorba para a falcatrua em forma de burla que ao ser confrontado com os cuidados de Anselmo percebe que não conseguirá dar o golpe do baú a mais um, como tem feito ao longo da sua vida. Vários momentos de brincadeira, conversa e discussão são vividos em palco através dum reencontro após quarenta anos da estadia por uma ex-colónia portuguesa. 

Uma comédia da Jafes Produções com a ajuda da Yellow Star Company que viu assim a luz do dia e que convida o público a presenciar duas vidas tão distintas, a de Zorba que assim que vê algum dinheiro não resiste a esbanjar e a de Anselmo, o homem controlado nas contas e que não cai em armadilhas, mesmo de velhos conhecidos com olho para o engano. 

Vencedores de Faz-te ao Largo [01-08-2016]

A estrear uma nova comédia pelo Teatro Armando Cortez, que está sob a responsabilidade da Yellow Star Company, a JAFES Produções convida o público a assistir a Faz-te ao Largo, uma produção cujo texto está a cargo de Carlos Cabral e a representação cabe a Carlos Quintas e Alberto Villar. 

O Informador, através de passatempo relâmpago de um só dia, tinha para atribuir cinco convites duplos para esta peça que estreia já amanhã, Quinta-feira, 1 de Setembro, pelas 21h30. Eis os vencedores do passatempo que irão receber email com as informações necessárias para usufruirem dos seus bilhetes!

  • Ana Serra
  • Ana Paula Barros
  • Maria Eunice Soares
  • Jorge Miranda
  • Leonor Camilo

Muito Obrigado a todos os que participarem e tentaram a sorte neste desafio e Parabéns aos vencedores! 

Bilhetes para Faz-te ao Largo [01-08-2016]

faz-te ao largo.jpg

A Yellow Star Company e o Teatro Armando Cortez apresentam de 1 a 18 de Setembro o espetáculo Faz-te ao Largo, uma produção da JAFES Produções. Numa comédia romântica de Carlos Cabral e protagonizada por Carlos Quintas e Alberto Villar, o público é convidado a assistir ao encontro de dois amigos que desfiam conversas através de histórias que tanto correm bem como podem ficar um pouco mais complicadas. Faz-te ao Largo promete ser uma comédia recheada de sentimentos e tu, leitor do blog, podes assistir à sua estreia pelas 21h30 já pelo dia 1 de Setembro através da oferta de cinco convites duplos que tenho para sortear. 

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários recentes

  • Juca

    Para mim essa é a ideia mais errada... Jesus Crist...

  • Juca

    A base da fé da religião católica é acreditar nos ...

  • Juca

    Tenho a dizer que se na igreja que frequenta não e...

  • Cláudia - Mulher XL

    Tanta coisa que a Igreja podia fazer com toda a fo...

  • Cláudia - Mulher XL

    Ora aí está uma grande questão! É o eterno síndrom...

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________