Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

24
Nov13

Pastéis de Belém


O Informador

pastéis de belémUma tarde fria de Inverno e um passeio pela zona de Belém não podia acontecer sem entrar no famoso espaço dos Pastéis de Belém para saborear o que de bom existe pelo mundo doceiro nacional!

Um café ou um chá bem quente e dois Pastéis de Belém e eu fico feliz por uns momentos! Convém confessar que apetece sempre mais que dois exemplares do famoso doce, mas a bem da saúde é sempre bom manter a calma porque se o desejo falar mais alto começam os pedidos e tudo corre mal depois.

O famoso espaço lisboeta é um marco da cidade e do país e sempre cheio e com filas de espera, eis que este estabelecimento pode ser considerado como sendo detentor do segredo de uma verdadeira maravilha doceira do mundo.

Delícia!

11
Mar13

Saída de amigos


O Informador

Há um bom tempo que não estava com os meus amigos, aqueles mesmo do coração, quase todos ao mesmo tempo. Combinamos uma saída e foi tão bom estarmos juntos por umas horas em amena cavaqueira com o som e uns bons temas pelo Piazza Di Mare, em Belém!

Os meus verdadeiros amigos contam-se pelos dedos, porque são mesmo poucos e há algum tempo que não nos conseguíamos reunir quase todos para irmos sair. Ora porque alguém está a trabalhar, ora porque o cansaço aparece, férias, outras coisas combinadas... Mas o que é certo é que finalmente lá nos encontramos e estes momentos são sempre tão bons de se viverem.

Por vezes é um desleixo total de todos que nos faz estarmos afastados fisicamente tantos dias seguidos e depois a presença por telemóvel e redes sociais também tem uma certa culpa de não nos encontrarmos tantas vezes como devíamos e precisamos. Quero ver se agora não ficamos tantas semanas sem sairmos todos juntos, mas mesmo todos, e não só uns e deixar os outros porque não podem ou não conseguem ir.

Gosto tanto do meu bando de morcegos atrasados onde existe espaço para tudo e mais alguma coisa quando estamos juntos que nem sei como consegui estar tanto tempo sem os ter por perto.

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários Recentes

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador