Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

22
Jan16

MEO vs. Ética


O Informador

Vou a uma loja para baixar o valor da factura mensal MEO e colocam-me ao telefone com um assistente que sabe-se lá onde estará. Entramos em acordo para uma migração de satélite para adsl na televisão, uma vez que anteriormente não existia nada mais que satélite aqui pela aldeia, possibilitando ao mesmo tempo baixar o valor a pagar mensalmente e com a oportunidade de ficar com duas boxs e mais canais. Tudo bem e em bom tom! Um dia passou e os técnicos da instalação não ligaram. Dois dias passaram e ninguém ligou. Ao terceiro dia eu liguei e surpresa... Afinal por aqui ainda não existe nem adsl nem fibra. Onde o moço no outro dia foi buscar tal ideia de algo inexistente pela zona? E qual a razão de não ter sido contactado entretanto para me dizerem que afinal tudo estava embrulhado e teria de ficar como estava anteriormente? Por agora, tudo fica inalterado como até aqui, embora tenha reduzido um serviço, o que acaba por diminuir o valor total da factura, no entanto agora vou esperar até que surja alguma promoção assim daquelas um pouco mais atraentes para alterar o pacote que terá de continuar a ser de satélite na televisão e adsl na internet e no telefone fixo que era totalmente indispensável mas que é praticamente obrigatório em qualquer pacote. Não gostei deste atendimento do salta pocinhas e do dá-nãodá-dá-nãodá, só para tentarem empatar durante uns dias, neste caso umas semanas, uma mudança de tarifário ou mesmo de operadora. Erraram e ficaram depois em silêncio talvez à espera que me esquecesse da situação, não percebi! Ainda dizem que as grandes empresas como a MEO têm um grande atendimento ao cliente! Nota-se!

29
Ago15

Brinde perdido


O Informador

Vou à MultiOpticas comprar líquido para as lentes de contacto. Pego num suposto cartão de pontos que vai dando direito a descontos e ofertas em modo de brinde. Só que no momento do pagamento e de receber o brinde, eis que a balconista diz que não tem brindes na loja naquele momento, só que a mesma situação já tinha acontecido anteriormente.

Será que no quadrado utilizado, se dissesse desconto de 25% ou 2 por 1 também me diziam que não seria possível realizar tal promoção por erros do sistema? Afinal para que serve aquele cartão se depois no momento exato para ser utilizado não existem os supostos presentes para os clientes?

15
Jun15

Café da estrada


O Informador

Uma viagem para férias de Alenquer até Portimão! Pelo caminho parasse para um cafézito e percebe-se que o bom atendimento e simpatia não reinam por todas as paragens!

Onde andam as boas maneiras dos proprietários dos estabelecimentos da borda da estrada, não falo daquelas meninas atenção, mas mesmo dos cafés e lojas de conveniência?! Primeiro entrasse no parque de estacionamento de umas bombas de combustível, estaciona-se e tenta-se beber café para marcar ponto a meio da viagem. Só que o senhor TóZéManel poderá não saber o que é servir com bons modos os clientes para mais tarde quando voltarem a circular na mesma via poderem parar de novo no local. 

Além do bom atendimento que não existe posso ainda falar do tipo de clientes do café da estrada. Quem pelas dez matinais pede um branquinho e uma bifana para enfrentar os quilómetros que se seguem? Ah pois é, aquele grupo familiar de clientes que já estavam no café do TóZéManel já estava a bebericar o belo do vinho. Os restos do pacote do branquinho sabem para onde foram? Pois, eu sei porque vi na esquina o patrão a beber do gargalo o que restava do pacote do branquinho saboroso do pequeno almoço dos outros.

26
Abr14

Bem atendido desde pequeno


O Informador

Quando era pequeno os meus pais iam várias vezes a uma churrasqueira por Alenquer onde as empregadas me começaram a conhecer. Hoje, 27 anos depois, elas já mudaram de local de emprego, continuando a fazer a mesma coisa, e continuam a saber o meu nome e a darem-me as boas-vindas como sempre o fizeram. Que bom!

Toda a equipa foi contratada por uma nova empresa à alguns anos e a partir da abertura do novo espaço que aqui por casa se começou a frequentar aquele novo local para comprar o almoço ou jantar assim de forma mais rápida. Hoje em dia não vou lá tanto como ia antes porque trabalho e não ando com os meus pais às compras, no entanto quando me calha ir buscar o frango ou outra refeição, tenho as boas-vindas de ponta a ponta, perguntando-se pelos pais e sabendo-se o meu nome.

Gosto de frequentar estes locais onde o produto é bom, são simpáticos e me reconhecem desde pequeno, sempre com a mesma prontidão e disposição através de um bom atendimento!

12
Nov13

Chimarrão do Chiado... Não gostei!


O Informador

Fui jantar ao Chimarrão nos Armazéns do Chiado, Lisboa, na parte interior do restaurante, e ao contrário do serviço de balcão, na sala, tudo muda e o atendimento é bem diferente e não deixa saudades!

Primeiro quero destacar os empregados que falam praticamente todos de forma sussurrada como se não quisessem ser ouvidos pelos clientes. Depois, e como falam baixo, se os questionamos com alguma coisa deixam escapar palavras e sons estranhos que não se devem pronunciar quando se está a atender alguém. Já pelo final da refeição, mal se pousam os talheres no prato existe logo alguém a dirigir-se à mesa para o tirar, não dando tempo de voltar atrás com a decisão de terminar a refeição. Além dos empregados, a comida, principalmente as carnes, apareceu-me muita vez mal passada, o que não gosto nada e deixa-me logo com vontade de não comer muito mais!

O restaurante Chimarrão nos Armazéns do Chiado não voltará a ter a minha presença na sua sala porque a primeira vez correu mal por não me sentir um cliente bem atendido pelos empregados que mostraram sempre cara feia para as mesas e cedo quiseram despachar quem estava para limparem tudo e irem para as suas casas.

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários Recentes

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador