Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

04
Fev16

Apagar blogs


O Informador

Será possível que três anos após ter criado este primeiro blog não consiga entender a razão que leva bloggers a desistirem dos seus para criarem no próprio dia um outro com a mudança de nome e com a desculpa de quererem falar de outros temas que não encaixam com os que comentavam anteriormente?

Como por aqui sempre disparei para todos os lados e mais algum sem ter um tema como base e sem sequer ter tal intenção, não percebo a razão das pessoas apagarem um blog para criarem um outro onde outros assuntos são chamados para entrarem em acção. Não seria mais fácil manterem tudo como está, com nome, link e muitas vezes aspecto e aos poucos começarem a encaixar os novos assuntos com os antigos que dizem não conseguir nutrir amizade pela mesma plataforma?

Mudanças de blog em blog é daquelas coisas que ainda não consigo perceber quando tudo é mais fácil se se mantiverem fiéis à criação inicial onde podem fazer tudo e mais alguma coisa se conseguirem criar um canto livre e com espaço para todos os temas pessoais e sociais. 

24
Jan16

Falar e Teimar!


O Informador

Existem conversas que de tão persistentes entre as mesmas pessoas que as provocam dia após dia, acabam por conseguir cansar as partes envolvidas. Uma coisa é conversar e por muito que se sinta que um bom porto não foi atingido, deixar o assunto e seguir em diante, outra completamente diferente é começar praticamente a fazer massacre com um certo tema, persistir e insistir até à exaustação, acabando por cansar quem está à volta e tem de levar com a conversa que parece um disco riscado daqueles que não conseguem ser tirados do leitor. 

Será que um bom teimoso não consegue perceber quando já chega e que não vale a pena continuar a tocar em determinados assuntos porque a resposta é sempre a mesma? Será que o tema que surge sempre do mesmo lado é assim tão importante para não se conseguir elaborar outro tipo de conversa que não contenha determinadas palavras chave, como se certas tags tivessem encontro marcado quando a conversa entre duas pessoas acontece?

Irra que cansa ouvir a mesma coisa uma, duas, três, quatro... vezes, sabendo a resposta que advém do ouvinte e percebendo que aquilo já cansa qualquer pessoa que esteja simplesmente de lado, quanto mais o que tem de enfrentar o tema hoje, ontem, sabendo que o mesmo surgirá amanhã, depois e posteriormente. 

Existe o teimoso e depois existe o teimoso que não consegue perceber o momento em que determinadas conversas de estarem tão batidas acabam por ter o efeito oposto ao pretendido.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários Recentes

Mais Comentados

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________