Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

22
Mai14

Renascer na praia


O Informador

Um dia de folga, combinar anteriormente ir até à praia, sair de casa por volta das 9h30 para umas compras de última hora e partir por volta das 10h00. Uma hora de viagem que dá início a um dia bem passado ao sol, em boa companhia, sem stress e confusão! Isto é a representação de um bom dia de praia, o pior é o regresso, quando o corpo já está com uma moleza em cima incrível, existindo uma viagem para ser feita e com uma vontade de adormecer como pendura e não querer perder o sentido da viagem, percebendo sempre por onde se passa. Não se fala e não se consegue perceber bem o tempo que a viagem de regresso demora, no entanto a vontade é chegar bem a casa, tomar um banho para tirar a areia e sal acumulados pelo corpo, comer alguma coisa e deitar, relaxar, dormindo até ao outro dia de manhã!

Um dia de praia dá-me uma moleza enorme e o regresso a casa é quase sempre com o pensamento que o dia foi bem passado, serviu para descansar e conviver e que no final vou dormir como uma passarinho exausto em busca do seu ninho acolhedor! Um dia ao sol entre a areia e o mar, com conchas e algas, gaivotas e peixes a passarem é o ideal para deixar de lado o dia-a-dia cansativo de trabalho e da vida normal feita de rotinas. O bom tempo tem o dom de levantar a auto estima de cada um, desfazendo os novelos de mau humor que sobrevivem por cada ser ao longo do inverno e comigo uma ida à praia serve para renovar e reforçar energias, desde que o tempo seja bem aproveitado e não tenha que levar com tempestades de areia!

A moleza que a praia me faz é incrível e quando deixo o areal o que me apetece mesmo é entrar num hotel logo ao virar da esquina, subir a um quarto com uma bela vista, tomar um duche, deixar-me ficar a apreciar o mar longínquo, ali deitado, a olhar através da janela o outro lado, o horizonte, puro como quando vim ao mundo! Adormecer!

12
Jan13

Tempestade de areia


O Informador

Tempestade de areia

Uma das imagens naturais deste começo de ano e que foi tirada na Austrália! Para o bem e para o mal, o que é certo é que a natureza consegue fornecer aos seres humanos visões impressionantes.

Foi ao longo de uma tempestade de areia que estas duas imagens foram tiradas por um fotografo que se encontrava em alto mar e foi surpreendido com este fenómeno da natureza que eleva areia por cima do mar, ao longo de vários quilómetros.

Tempestade de areia 2Sem dúvida nenhuma que são imagens que devem ser partilhadas, porque nunca imaginei ver tal coisa. Embora seja algo que causa estragos, são sem dúvida umas lindas imagens.

Imagino o susto que estes tripulantes não tiveram quando começaram a ver tanta areia a ir no seu encalço e sem nada poderem fazer. Ficam com uma boa memória fotográfica  pelo menos, porque em termos de sentimentos, o medo deve ter acontecido em grande escala.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários Recentes

Mais Comentados

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________