Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

17
Nov13

Talvez Um Dia...


O Informador

ADN_Poster__Dia14_2_2Arrebatador e emocionante são as duas palavras que melhor caracterizam o filme Any Day Now - Talvez Um Dia... Um casal homossexual que se apaixona no momento em que um rapaz com síndroma de Down também entra nas suas vidas e assim surgem relações de amor, entre pessoas que querem fazer a sua vida em comum e terem do seu lado um miúdo que os conquistou pela diferença! Eu fiquei rendido a este drama inspirado em factos reais dos anos 70.

Talvez Um Dia não é um filme com grande produção nem com atores de topo, no entanto, tudo isso é deixado de lado quando a história começa a desenrolar-se e a conquistar os espetadores. Um rapaz a precisar de apoio e que acaba por ser abandonado pela mãe toxicodependente é recolhido por Rudy e desde aí tudo começa a acontecer, com a tentativa de protecção do menor e com as autoridades e o tribunal a puxarem o jovem Marco para instituições onde não existe felicidade.

O amor entre duas pessoas do mesmo sexo por um rapaz com síndroma de Down que se desenvolve intelectualmente com a ajuda e estímulo de ambos.

Este foi um dos melhores filmes que vi nos últimos tempos por vários motivos e tenho que confessar que se um dia tivesse estudado educação, o ensino especial teria sido a minha opção final e mais uma vez percebi as razões que me levam a pensar assim. O Marco não é um jovem qualquer, é alguém com muito para dar e que tem tanto para aprender com quem o rodeia e está do seu lado. ♥

Sinopse do filme: Rudy Donatello é músico e Paul Fleiger advogado. Os dois estão apaixonados e, apesar dos preconceitos da sociedade em que se inserem, são felizes e vivem como casal.

Certo dia, ao voltar para casa, Rudy encontra Marco, um rapaz de 14 anos com síndroma de Down, que ficou sozinho em casa depois de a sua mãe, toxicodependente, ter sido presa.

Decidido a fazer algo pelo rapaz, Rudy decide visitar a mãe e pedir-lhe que assine os documentos que permitam uma guarda temporária. Tudo corre como esperado e Rudy torna-se o seu guardião legal. Porém, quando a relação homossexual entre Rudy e Paul é levada a tribunal, os dois vêem-se a braços com uma batalha inesperada e injusta, cujos preconceitos parecem ter um peso maior do que o bem-estar daquela criança.

Um drama comovente, realizado por Travis Fine, que se inspira em factos verídicos ocorridos no fim dos anos 1970, nos EUA.

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Cláudia C Silva

    Mas estava em Alcântara (Lisboa) e toda a gente di...

  • O Informador

    E o risco de algo maior acontecer no país não está...

  • O Informador

    Estavas mais ou menos à mesma distância que eu ent...

  • O Informador

    Estavas num local onde talvez não se tenha sentido...

  • P. P.

    E podia ter sido. Infelizmente, o nosso país é sus...

Mensagens

Pesquisar

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador