Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

11
Ago14

Passeio por Lisboa


O Informador

Panteão NacionalLisboa, a cidade portuguesa que está cheia de turistas é também um bom ponto do país para os portugueses visitarem quando existe um tempinho livre para percorrer alguns dos monumentos e locais históricos nacionais. Ontem foi dia de visitar o Panteão Nacional e o Mosteiro de São Vicente de Fora, num passeio entre mortos e vivos, a história e o presente!

Depois de almoço lá fomos nós até à zona da Graça e São Vicente para visitarmos o Panteão Nacional, onde os heróis de vários feitos nacionais estão sepultados ou somente homenageados como acontece com os descobridores e navegadores de outros tempos! O fado com Amália Rodrigues, a escrita de Sophia de Mello Breyner Andresen, o general sem medo Humberto Delgado e Sidónio Pais são alguns dos nomes presentes neste monumento nacional, feito para homenagear quem sempre defendeu e levou o nome de Portugal pelo Mundo, conquistando fronteiras e quebrando barreiras, nas lutas internas e externas a favor do bem do país. Fui pela primeira vez ao Panteão da história e valeu a pena poder conhecer um pouco mais do nosso passado num local bem conservado!

Panteão Nacional

Panteão Nacional

Panteão Nacional

Amália

Depois do Panteão foi altura de subir um pouco a calçada e entrar no espaço do Mosteiro de São Vicente de Fora! Aqui, e ao contrário da visita anterior, não existe ideia do que pode ser encontrado dentro deste Mosteiro marcado pelo tempo! As relíquias, imagens e túmulos de reis, príncipes, duques e condes estão lá e a arquitectura do espaço e o que pode ser visto de Lisboa através das suas varandas é excelentemente recompensador. Posso garantir que vale mesmo a pena querer conhecer um pouco mais da nossa capital que tanta vez nos passa ao lado pela ideia do que o que é dos outros é melhor do que o nosso!

Mosteiro de São Vicente de Fora

As visitas aos monumentos nacionais deixaram-nos cansados porque tanta escada deixa qualquer um de rastos e também com uma certa forme, como tal, foi tempo de ir lanchar e aproveitar para ver a passagem dos eléctricos que continuam a marcar a paisagem lisboeta todos os dias! Lisboa é linda e recomenda-se!

Panteão Nacional

09
Mar14

Vencedor do Passatempo – Uma Noite em Casa de Amália


O Informador

34 1O Informador lançou, em parceria com a Chiado Editora, o Passatempo – Uma Noite em Casa de Amália, para oferecer um exemplar do livro Uma Noite em Casa de Amália, da autoria de Filipe La Féria e inspirado na noite em que Amália Rodrigues deu em sua casa uma festa de despedida em honra de Vinicius de Moraes. Depois do excelente musical com o mesmo nome que esteve em cena no Teatro Politeama durante vários meses, o encenador e produtor lançou esta obra escrita para os admiradores da grande voz do fado. Agora chegou a altura de revelar o nome do vencedor que foi seleccionado através do sistema random.org.

António Paiva

Cinquenta e sete foi o número de participantes deste passatempo literário, mas só um poderia ser o vencedor que irá receber pelos próximos dias o exemplar de Uma Noite em Casa de Amália! Através da selecção automática o número 34 foi o seleccionado, ficando assim atribuído o prémio através da ordem de comentários que foram sendo feitos ao longo do prazo do passatempo.

Agradeço a todos os participantes e dou os parabéns ao eleito. A todos deixo a mensagem que poderão ficar atentos porque os passatempos literários, teatrais e não só, irão continuar a fazer parte da vida d’ O Informador!

06
Ago13

Vanessa Silva


O Informador

Vanessa Silva era em outros tempos a voz musical dos programas da manhã da SIC depois de ter aparecido como concorrente num programa da TVI, mas foi através dos seus espetáculos na discoteca Trumps e com a entrada nos musicais de Filipe La Féria que saltou para as grandes luzes da ribalta e onde me conquistou. Pelo meio fez várias participações em programas televisivos e foi encantando o país através de presenças e cantorias em bares e discotecas. Eu via o trabalho da Vanessa de longe até que...

O Melhor de La Feria entrou em palco no salão preto e prata do Casino Estoril e por aí comecei a sentir que aquela Vanessa que cantava pela televisão não era uma simples cantora que imitava e tentava ser mais um nome no mundo do espetáculo. No musical, que mostrou o passado das produções de La Féria e os seus sonhos para os próximos anos, percebi que Vanessa Silva tinha uma excelente presença em palco, uma voz única e uma emoção espontânea perante o público, o que acabou por ser confirmado com a sua primeira protagonista, já no Teatro Politeama, em Lisboa, com Judy Garland - O fim do arco-íris. Em Judy Garland, Vanessa cantou, sorriu, chorou, emocionou e provou que o talento vive consigo e que só andava a ser trabalhado durante anos para finalmente poder conquistar o grande público.

A Vanessa Silva logo me conquistou com O Melhor de La Feria, tendo depois reforçado e bem a impressão que tive sobre si através da sua prestação em Judy Garland. Meses depois surgiu no papel da grande Amália Rodrigues em Uma Noite em Casa de Amália, sempre pela mão de La Féria. Interpretando os gestos e trejeitos da grande musa do Fado, Vanessa cantou, encantou, imitou, interpretou, entoou e não teve tempo para enjoar ninguém porque o que foi mostrando ao longo dos meses em que o espetáculo esteve em cena comprovou que o palco é o seu mundo e os musicais vivem para si. Consegui ver a sua prestação enquanto Amália por três vezes e isso por si só já diz muito porque nunca se volta ao local onde não se é bem recebido.

Agora, Filipe La Féria não deixou escapar a sua menina que tornou estrela e voltou a apostar em Vanessa para a Grande Revista à Portuguesa em boa hora. Ao longo das três horas de palco, a atriz/cantora/bailarina, e acima de tudo mulher, conseguiu a proeza que mais nenhum outro ator desta produção conseguiu em mim... Fez-me chorar com uma cena do Zé Povinho!

A Vanessa brilha hoje mais que ontem e brilhará amanhã acima do que o faz hoje. O caminho tem sido lento, com garra e ambição, mas é por aí que os grandes começam e acredito que do lado da Vanessa existe um futuro bem promissor e risonho pela frente!

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários Recentes

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________