Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

30
Nov17

Pocahontas


O Informador

pocahontas.jpg

A época natalícia chegou e mais uma vez, após os sucessos dos anos anteriores, Alice no País das Maravilhas e Aladino e a Lâmpada Mágica, a Yellow Star Company volta a apostar num espetáculo de Teatro no Cinema onde existe ligação entre a grande tela e o palco ao longo de cada sessão de encenações viradas para o público mais jovem. Este ano foi a Pocahontas a escolhida para visitar Portugal, contando com Sofia Ribeiro e Marta Faial, em regime de rotatividade, no papel de protagonista deste espetáculo vindo do mundo encanto da Disney.

Com adaptação a cargo de Paulo Sousa Costa, encenação da responsabilidade de João Didelet e com João Correia, Quimbé, Leandro Pires, Mario Pais, Pessoa Junior, Débora Monteiro, Fernando Oliveira e João Vilas a juntarem-se às protagonistas de Pocahontas, esta produção veio para conquistar miúdos e graúdos de 16 de Novembro a 30 de Dezembro, com sessões de fim-de-semana para o público em geral e de semana para grupos e escolas com reserva. Pocahontas encontra-se em cena nos Cinemas UCI El Corte Inglês!

Tendo visto este espetáculo a opinião tem de existir, e ao contrário dos anteriores espetáculos do género apresentados, não vejo esta aposta tão atrativa junto do público. Vamos aos factos! Pocahontas nunca foi um grande sucesso televisivo e de marketing, não sendo esta uma das princesas com maior destaque do mundo fantástico criado ao longo das últimas décadas. Talvez pela história guerrilheira e pelo combate, sabe-se que esta narrativa, quer seja no grande ecrã, em termos de série televisiva e pela literatura, nunca conseguiu chegar às proximidades de outras apostas do género, o que faz logo por si que a atração não se consiga fazer sentir com tanto entusiasmo. Sofia Ribeiro, que adoro, está no elenco, sim, mas neste espetáculo propriamente não vejo que um nome forte da televisão e redes sociais consiga fazer alguma diferença junto do público mais novo. É verdade que a Sofia é um dos pontos fortes do elenco, mas só por isso não chega, sendo necessário existir uma boa personagem, o que a Pocahontas não me parece ser. No que toca ao cenário, ao contrário do que tem sido hábito nas apostas de Teatro no Cinema que a Yellow Star Company tem apresentado, junto do ecrã encontra-se um espaço completamente vazio, o que dá uma visão negativa logo de início. Percebo que assim seja para que exista uma mudança mais rápida entre os vários locais, mas em Aladino e a Lâmpada Mágica, por exemplo, o campo visual estava tão bem recheado com adereços físicos que tudo ajudou a criar outro ambiente. Em Pocahontas existe ainda uma parte em que algumas das personagens se deslocam ao cimo da sala de cinema, o que faz com que o público se tenha de virar, o que com crianças destabiliza um pouco a sala, para mais quando alguns se têm de colocar de pé para conseguirem perceber algo do que se está a passar bem no fundo do auditório. 

08
Dez15

Fui à missa!


O Informador

No Domingo o dia começou cedo e o final de tarde acabou por me levar à igreja! Inesperado, eu sei, mas fiz a vontade a alguém, não custou assim tanto, mas também não é onde me sinto bem!

Acordar praticamente pela mesma hora como se fosse trabalhar, tomar um pequeno almoço rápido e o caminho para Lisboa esperava. El Corte Inglês para uma sessão de teatro no cinema com o espetáculo Alice no País das Maravilhas. Após a saída da sala onde o cinema é trocado por bom teatro e em português, o caminho é feito para a zona do Bairro Alto para um almoço de sushi. Sushi é daquelas coisas que gosto mas que tem de ficar com um tempo de pausa porque acaba por enjoar. No Domingo foi o momento de voltar ao buffet de sushi e ainda bem. Entramos no restaurante e estava cheio de fome, com uma manhã quase inteira sem ter colocado alguma coisa na barriga após ter saído de casa, praticamente quatro horas. 

Após o almoço e um passeio pelo Rossio, eis que o horário da missa estava próximo. O pedido já me tinha sido feito, fiz que não ouvi. Passado um bocado o tema voltou e após uns segundos de pensamento rápido lá cedi. É Natal e tal e lá fui eu para a igreja, assistir à missa das 16h15 com um padre meio despachado e atrapalhado e uma cantora lírica que mais parecia estar no palco de um programa televisivo de talentos. A missa do ano foi assistida e agora só em 2016 é que espero voltar a sentar-me numa igreja de livre vontade para acompanhar um sermão que não me diz nada, sobre o qual não me revejo e em locais onde a distracção por não existir concentração aparece com tudo e mais alguma coisa. 

05
Dez15

Vencedores de Alice no País das Maravilhas


O Informador

O musical Alice no País das Maravilhas está de regresso ao cinema do El Corte Inglês, Lisboa, após uma temporada de sucesso no Porto. Mais de um ano depois da estreia, esta produção da Yellow Star Company regressa à capital para voltar a fazer sucesso junto do público que pediu assim que o elenco encabeçado por Sofia Arruda voltasse a subir ao palco do cinema para novas sessões com um cheirinho a Natal. 

Por aqui e como não quero que ninguém perca a sua oportunidade de poder assistir ao Alice no País das Maravilhas, um passatempo esteve a decorrer para atribuir cinco convites duplos da sessão de amanhã, Domingo, pelas 11h00. Eis os vencedores seleccionados através do sistema random.org.

  • Lubélia Inês
  • Rosalina Soares
  • Elsa Santos
  • Maria Ferreira
  • Catarina Lopes

Obrigado a todos os participantes e bom espetáculo aos vencedores! Já agora e antes que me esqueça, depois se tiverem um tempinho passem por aqui para contarem o que acharam de Alice no País das Maravilhas!

12
Mar15

Alice das Maravilhas na Moda Lisboa


O Informador

HNKN_MDLX_131415MAR_2015-02[3].jpg

A Alice no País das Maravilhas irá marcar presença na 44ª edição da Moda Lisboa através da patrocinadora oficial Heineken. De 13 a 15 de Março o Pátio da Galé irá receber um dos eventos mais esperados do ano pela nossa capital onde a fantasia não irá faltar.

O que estará do outro lado da passagem secreta pela qual todos serão desafiados a enfrentarem? Esse é o principal enlace deste ano da Heineken com a Moda Lisboa levando mais uma vez a cabo a originalidade, a criatividade, o talento e a visão mais cosmopolita ao evento. 

Até onde poderá ir a imaginação através de passagens para o outro lado desconhecido? Várias portas vão estar instaladas pelo recinto à espera dos curiosos que vão pretender embarcar no mundo mágico do conto de Lewis Carol. Será que existirão audazes com a capacidade de saírem da sua zona de conforto para viverem novas experiências e explorarem mundos diferentes do seu?

O desafio vai ser lançado em plena Moda de Lisboa! Quem vai conseguir entrar no mundo da Alice no País das Maravilhas?!

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

Mensagens

Posts mais comentados

Pesquisar

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador