Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

15
Jan17

Violência doméstica não é crime na Rússia


O Informador

Da Rússia nem bons ventos nem boas políticas! Então não é que agora o parlamento russo aprovou com 368 votos com 1 voto contra e 1 de abstenção a lei que descriminaliza vários atos de violência doméstica?

De acordo com a nova lei as agressões físicas que não obriguem a vitima a procurar tratamento hospitalar e a faltar ao trabalho não serão consideradas crime caso ocorram uma vez por ano. Ou seja, passando isto por outros termos, os agressores podem uma vez por ano espancar os companheiros sem que se possa considerar um crime. Caso existe agressão mais que uma vez no mesmo ano então ai sim, poderá ser apresentada queixa junto das autoridades. Isto não é um absurdo?

O pior é que existe mais! Então a senhora, não sei se a poderemos considerar como tal, deputada Yelena Mizulina não defende a medida como uma forma de preservar «a tradição da autoridade parental»? A mesma deputada tão defensora desta nova medida russa vai ainda mais longe e afirma que «Não queremos que as pessoas sejam presas por dois anos ou consideradas criminosas para o resto da vida por causa de uma chapada».

São estas as medidas, que um país com mais de 36 mil mulheres agredidas diariamente, segundo dados governamentais de 2013, implementa para que tudo continue na mesma, sendo agora legal espancar uma vez por ano, talvez num dia especial ou consoante a disposição do agressor. 

12
Dez16

Agressão de Helena ao Cláudio


O Informador

No final de contas quem é culpado na bronca entre a Helena e o Cláudio em plena gala?

Helena realmente partiu para a agressão, que não me parece ter sido violenta, pelo menos não tanto como o Cláudio tem afirmado ao dizer que foi espancado. Mas depois existem frases do Cláudio a dizer para a tapada da namorada... «Prepara-te para o que vai acontecer!», e depois da agressão a Cristiana a dizer com ar de contente, «Já foi!», mostrando que o plano está feito e que a Helena será expulsa do jogo!

Ele provocou ao máximo, rebaixou Helena, tal como faz à tapadinha da namorada que anda atrás dele, teve comentários racistas ao longo do programa, chamou nomes consecutivamente às pessoas e o certo é que ninguém é de ferro. Helena errou mas ele também errou e tem cometido bem mais erros ao longo de todo o programa. O público está do lado de Helena, como sempre, detestando Cláudio, e a produção mostra que não quer tirar a concorrente do jogo, caso contrário teria logo agido em direto com expulsão na hora. 

O que prevejo para Quarta-feira, dia em que serão as nomeações esta semana... Helena será nomeada automaticamente pela Voz, Cláudio perde o passaporte de finalistas, fica disponível para ser nomeado e será mesmo nomeado pelos colegas. Os dois vão a votos com Amor e no Domingo ele poderá ver o feitiço virar-se contra o feiticeiro e ver a ordem de margem dada diretamente pelo público. 

14
Nov16

Boxe com estilo em Alvalade


O Informador

Os presidentes do Sporting e do Arouca, Bruno de Carvalho e Carlos Pinho respetivamente, trocaram acusações e quase agressões no túnel do estádio de Alvalade e a imprensa não percebeu que os dois dirigentes estavam a tentar implementar um novo desporto com as mãos.

Senhores de fato começam por se atacarem verbalmente porque estão bem vestidos e depois partem para a agressão, mas tudo com estilo e respeitando a etiqueta, tentando usar somente as mãos.

18
Mai15

Era escusado!


O Informador

Por muitos motivos que existissem por parte das autoridades para deter aquele senhor, existem formas e formas para o fazerem, para mais quando um menor, filho do detido, estava presente e ainda andou no meio de toda a confusão!

Eram definitivamente escusadas estas atitudes acontecerem e ainda ficarem gravadas para todos as puderem ver! O miúdo gritou e chorou ao ver o que estava a acontecer, andou meio atrapalhado nos primeiros momentos onde se viu no meio do pai e dos agentes até que foi "abafado" por um outro agente que ainda o tentou proteger quando o mal já estava feito. 

14
Mai15

Adolescentes imbecis


O Informador

Imbecis é sem dúvida a descrição adequada para o caso nacional do momento em que um grupo de adolescentes da Figueira da Foz agride um outro jovem ao longo de treze minutos. Como todos os que puderam assistir a este vídeo chocante, incredulidade é um dos estados que alertam para este facto que está a abrir os notíciários pelas últimas horas e a motivar grande alarido pelas redes sociais. 

Um absurdo é o comportamento dos jovens de hoje que mostram cada vez mais atitudes deploráveis perante os seus pares. Imbecilidade de tamanhos comportamentos e incredulidade com tais pensamentos sobre o que se passa nos dias pelas mentes dos jovens que não se negam a causar problemas. Muitas vezes fala-se da má educação que vem de casa onde os pais muitas vezes erram. No entanto isso nem sempre é bem assim, não existindo em vários casos uma má linha sobre como agir em sociedade, existindo sim depois um desvio consoante companhias e amizades. Quantos jovens não saem de famílias problemáticas e tornam-se adultos exemplares no futuro e vice-versa? 

A agressão não leva a lado nenhum, seja em que caso for! A educação pode ser deficiente em casa, no entanto isso não é tudo e na sociedade dos tempos modernos pais e educadores conseguem controlar cada vez menos os comportamentos dos mais novos que passam mais tempo sozinhos do que o aconselhado. Um bom pai não significa que consiga criar um bom filho, tal como um mau pai não significa que um mau filho irá surgir. Tudo depende de vários fatores e neste caso, venha quem vier contrariar, mas a imbecilidade do gang que se formou entre aqueles jovens afetou todos os que se foram incluido, muitas vezes sem o conhecimento dos progenitores. Os grupos estragam muitas vezes o que poderia correr bem e aí cabe a cada qual saber escolher com o que lhe foi passado sobre o que está bem e o que está mal. A mente é fraca em vários casos, eu sei, mas não vejo uma culpa total dos pais do século XXI como muitos outros agora afirmam com medo de andarem a fazer um mau trabalho de casa!

13
Mai15

Miúdos agressivos!


O Informador

2015-05-13-agressao-01.jpg

Afinal em que mundo vivemos? Graúdos loucos é o prato do dia, agora os miúdos andarem com agressividade como comportamente permanente é mau demais numa educação que se espera seguir com rigor os bons costumes que muitos de nós ainda tivemos!

Nas últimas horas surgiu um vídeo, que entretanto foi retirado, no Youtube com um jovem estudante da Figueira da Foz a ser agredido por um grupo de raparigas ao longo de pelo menos 13 minutos. Chapadas, murros, empurrões, pontapés, palavrões e gozo foram os pratos fortes deste grupo que resolveu colocar um colega de escola a um canto para mostrarem que conseguem ser valentes perante um indefeso que se encontrava a solo. Não sabemos as razões que levaram estas raparigas, com a ajuda de alguns rapazes, a cometerem este grave erro social, no entanto o que é certo é que não existe justificação para tais cenas acontecerem, muito menos serem gravadas para mais tarde poderem recordar o mal que fizeram e gabarem-se ainda disso. Onde está a humanidade e onde estavam as regras que os pais passaram para estes adultos do futuro? Como jovens conseguem mostrar tamanha falta de bom senso nos dias que correm e com o acesso que têm a tudo, sabendo que mais cedo ou mais tarde isto iria aparecer e ser comentado por quem não queriam?

02
Nov14

Até que a morte nos separe


O Informador

Até que a morte nos separeDiariamente as vítimas de violência doméstica aparecem através das mãos dos namorados ou maridos e se com o tempo tudo poderia mudar com a evolução da sociedade, o que tem sido alterado no número de casos que têm aparecido ao longo dos últimos anos? Nada, rigorosamente nada, ainda para mais quando surgem depoimentos de mulheres que afirmam que em poucas semanas de namoro já sofriam de tal violência e que mesmo assim deixaram seguir um romance complicado que chegou ao casamento, tendo anos de sofrimento sem denunciarem o que as poderia levar à morte!

O medo, a humilhação e a aniquilação são assim tão fracos sobre um amor de agressões onde muitas vezes amigos, familiares e vizinhos percebem e também não partilham tais crimes públicos por cumplicidade e covardia para com o agressor?!

Como as vítimas, em grande maioria as mulheres, conseguem enfrentar anos de passagem por um deserto vazio sobre a mão pesada de criminosos sem escrúpulos não fugindo e procurando ajuda junto de autoridades e instituições? O apoio às vítimas de agressão existe, mulheres e homens morrem constantemente por sucessivos maus tratos corporais por parte dos companheiros com quem partilham as suas vidas transformadas num inferno e a mudança social tarda em acontecer!

A APAV tem uma linha de apoio à vítima - 707 200 077 - sempre disponível para qualquer esclarecimento! Não há que ter medo, há sim que enfrentar a realidade e perceber que existe todo um mundo de liberdade onde poder viver sem a repressão e ameaça constante de quem não consegue estar bem consigo próprio é bem possível! A fuga não é nada nestes casos que só podem desejar o afastamento dos agressores!

A liberdade pessoal existe e as agressões são punidas, procurem ajuda enquanto é tempo porque a morte não é a única solução para o final de uma união de violência!

26
Out13

A Bárbara, o Carrilho e a Imprensa


O Informador

Bárbara e Carrilho formaram um casal apaixonado e que transpirava amor quando apareciam publicamente. Agora, e sem que nada previsse, a separação acontece e os conflitos entre a apresentadora e o político são tornados públicos com várias queixas crime já a correrem em tribunal de ambas as partes e com a imprensa em cima do caso.

Uma separação a mal está a acontecer entre o casal que tem dois filhos em comum. Ela acusa-o de violência doméstica, ele revela que também já fez entrar uma queixa contra Bárbara por esta não o deixar entrar na casa que ainda é de ambos e onde os filhos residem. Ele volta a aumentar partes à história dos últimos tempos e conta à imprensa que a sua agora quase ex-mulher deixa-se levar pelo álcool e isso levava a conflitos entre ambos. Violência entre o casal e os seguranças, acusações, queixas e imagens a defender... Um embrulho que promete dar muito que falar!

Uma separação entre famosos que promete fazer correr muita tinta pela imprensa nacional, uma vez que ambos são bem conhecidas, estão na berra, têm um caso que tornaram público e agora todos querem saber novos pormenores sobre este divórcio que vai ser tão comentado e falado como os podres dos residentes da casa da TVI.

Um caso de violência doméstica entre famosos é um mimo para os jornais e revistas que adoram estas histórias por conseguirem fazer grandes títulos de capa que chamam os seus leitores. Pelos próximos tempos já se prevê então o que as bancas vão ter pelas suas primeiras páginas... Bárbara e Carrilho serão o ex-casal dos próximos meses!

14
Nov12

Manifestantes contra Polícia


O Informador

A greve aconteceu por todo o país, mas em Lisboa, em frente ao Parlamento, as manifestações fizeram-se e em clima bem pesado.

Depois de horas com manifestantes de um lado e polícias do outro, as forças de autoridade enfrentaram a população em fúria e fizeram-os dispersar do local onde nas últimas horas arrancaram pedras da calçada, incendiaram caixotes do lixo, arrancaram sinais de trânsito e atacaram polícias e comunicação social. Ao final da tarde a polícia saiu do seu posto e enfrentou os milhares de manifestantes. A coisa não correu bem para todos, claro está!

Depois de horas a desafiarem a autoridade, os manifestantes foram atacados e com razão. O que leva as pessoas a estarem horas a fio a protestar de forma agressiva contra algo em vão? Será que por estarem a gritar palavras cruéis contra os membros do governo que estes vão mudar os seus planos de austeridade para com o país? Claro que não! Porque as pessoas acham que é com violência que têm que resolver os seus problemas? Protestem de forma calma... Já bastava a greve e a marcha contra as medidas implementadas e o estado de Portugal, não era necessário cair-se no erro de se querer fazer o mesmo que na Grécia ou na nossa vizinha Espanha.

Agora quero ver o que os manifestastes que foram agredidos pela polícia vão fazer e mostrar na comunicação social nas próximas horas. Vamos ver o desfilar dos coitadinhos que só estavam a passar na rua e que levaram pancada assim sem mais nem menos. E ainda vão queixar-se que foram agredidos porque atiraram pedras às forças de autoridade. Mas quem tem mesmo que impor o respeito nestas situações não são essas forças de autoridade? Pois é, estes aguentaram muitos provocações e falta de bom senso dos manifestantes, mas um ser humano é um ser humano e não é de ferro! Manifestar o descontentamento não é agredir o próximo!

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários Recentes

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________