Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

28
Dez14

O ano do Facebook


O Informador

«Foi um ano espetacular! Obrigado por fazeres parte dele.» é a mensagem que está nos últimos posts publicados por todos pelo seu perfil de Facebook. A sério mesmo que as altas linhas da rede social lembraram-se desta estúpida ideia e agora querem que todos publiquem o seu vídeo do resumo do ano? Obrigado mas os meus melhores momentos de 2014 não foram passados pelas redes sociais.

Já o ano passado fizeram algo do género com outra frase a chamar a atenção para a publicação que todos acabavam por partilhar com um resumo das suas imagens ao longo dos últimos doze meses. Agora, como não estavam contentes com tal ideia absurda, quiseram mostrar que são espetaculares e arranjaram um vídeo todo piriri com as frases que podem ser as mais partilhadas pela rede social este ano «Foi um ano espetacular! Obrigado por fazeres parte dele.».

Quem é que anda mesmo a partilhar estas coisas pelo seu perfil sem pensar que poderá fazer o seu próprio vídeo, não tendo que seguir as linhas mundiais do Facebook e ter uma ideia igual a todos os outros, com fotos que muitas vezes nem quer ver serem destacadas porque não interessam a ninguém?

Enfim, continuem a partilhar tudo o que eles querem que daqui a uns tempos acabam por controlar tudo e ainda nos andam a tirar imagens diretamente dos computadores ou telemóveis sem qualquer autorização! Aplausos para a ideia e para quem a alimenta!

20
Out14

Jovem Prémio Leya


O Informador

O Prémio Leya é talvez a distinção literária nacional com mais peso nos dias que correm, descobrindo novos autores. Este ano o prémio foi atribuído a Afonso Reis Cabral, o jovem de 24 anos, trineto de Eça de Queiroz através do livro O Meu Irmão.

O vencedor do galardão foi escolhido entre 361 obras originais, recebidas de 14 países mas sempre com a língua portuguesa como base, tendo sido seleccionado pelo júri presidido por Manuel Alegre que se juntou aos escritores Nuno Júdice, Pepetela e José Castello, ao professor José Carlos Seabra Pereira, ao reitor Lourenço do Rosário e à professora Rita Chaves.

Afonso Reis Cabral é o mais jovem vencedor do galardão, recebendo 100 mil euros e vendo o seu livro vencedor publicado pelos próximos meses.

A história do Prémio Leya começou em 2008 com a selecção de O Rastro do Jaguar, do jornalista brasileiro Murilo Carvalho, tendo o prémio sido atribuído pelos anos seguintes a João Paulo Borges Coelho (O Olho de Herzog), João Ricardo Pedro (O Teu Rosto Será o Último), Nuno Camarneiro (Debaixo de Algum Céu) e Gabriela Ruivo Trindade (Uma Outra Voz).

28
Set14

Visita ao Palácio de São Bento


O Informador

Parlamento 4O Palácio de São Bento abriu as suas portas ao cidadão comum, de forma gratuita, através das Jornadas Europeias do Património 2014 neste último fim-de-semana de Setembro. Passeei pelos corredores e salas do edifício histórico, visitando todos os espaços disponíveis para percorrer, começando pelo Claustro e terminando na Biblioteca!

Vendo o Átrio, os Jardins Interiores, as Salas das Sessões, dos Passos Perdidos, do Senado, a dos Arcos e a de D. Maria II, a Escadaria e o Salão Nobre, a Sala de Visitas do Presidente da Assembleia da República, a Galeria dos Presidentes, a Biblioteca e o Refeitório dos Monges, a tarde de hoje foi passada pelo Parlamento, a poucos quilómetros da sede do PS, o centro da acção política do dia.

De fora não imaginava a grandeza do edifício e os cuidados que o mesmo tem tido ao longo do tempo. Salões e corredores excelentemente trabalhados, tal como o jardim que não foi possível ver na sua totalidade. Todo o espaço central de um dos principais locais políticos nacionais reflecte o verdadeiro ambiente de calma e tranquilidade necessário para o que no seu interior é feito, sentindo-se claramente um ambiente neutro e uma forma de estar pacífica dos seus funcionários.

O Palácio de São Bento abriu as portas aos portugueses e turistas num fim-de-semana onde todos foram convidados a percorrer o património nacional, visitando a história que se foi fazendo pelo país, tendo muitas reviravoltas sido engendradas por este espaço tão marcante. O palácio parlamentar é hoje um local que muitos odeiam, no entanto muitas das mudanças e alterações políticas que se fizeram sentir ao longo das últimas décadas passaram por este local.

Uma iniciativa a ser repetida porque a história foi contada e tem de ser mostrada, para mais num local tão emblemático como é o Palácio de São Bento/Parlamento!

Parlamento 6

Parlamento

Parlamento 2

Parlamento 3

Parlamento 5

26
Jun14

Adeus Portugal!


O Informador

A Selecção Nacional chegou ao Brasil como sendo uma das preferidas à vitória no Mundial 2014, com o final dos jogos de Grupos percebe-se que os tugas estiveram sempre mal pelas três entradas em campo que fizeram.

Perderam contra a Alemanha, continuaram a perderam com os EUA e esperaram por um milagre com o Gana. Venceram o último jogo mas não chegou para conseguirem passar para a próxima fase do campeonato.

Cristiano Ronaldo e companhia jogaram mal, não mostraram ser uma equipa unida e conseguiram deixar a ideia de que não estavam ali para ganhar nada, tendo sido uma das selecções mais fracas deste início da copa, ficando agora pelo caminho, algo que já era previsível após a primeira exibição da equipa com mais lesões do Mundial.

Onde andam as culpas para este mau desempenho? Paulo Bento não foi bom no Sporting, como poderiam achar que iria ser o substituto ideal de Scolari para levar a equipa à final das competições? Quem pensa levar jogadores lesionados para brilharem onde todas as estrelas do futebol estão? Fala-se que o agente da maioria dos jogadores, um tal de Jorge Mendes, teve boa influência pelas escolhas dos nomes seleccionados, mesmo que estivessem em mau estado físico, e isso dá que pensar!

Foram coxos e voltam coxos! Começaram mal e voltam mal ao seu país! Desiludiram e agora há que arranjar culpados para tão mau desempenho... Ah esperem, foram as altas temperaturas as principais culpadas pelos poucos golos e talvez uma baliza com uns centímetros a mais a favor dos adversários!

Será que existe alguém que deveria pensar em deixar o seu lugar vago? Sim, o senhor Bento que não foi Papa, mas que se tem achado o melhor seleccionador só porque tem um Cristiano Ronaldo como capitão numa equipa feita de amigos e contra os bons desempenhos em campo.

Portugal diz assim adeus ao Mundial 2014 e ao Brasil! Daqui a quatro anos haverá nova hipótese pela Rússia!

12
Jun14

Cerimónia de Abertura do Mundial 2014


O Informador

A natureza e a beleza dos encantos do Brasil tiveram em destaque na Cerimónia de Abertura do Mundial 2014 com centenas de figurantes a mostraram as múltiplas características do país através dos seus costumes, danças e locais. Se a abertura da Copa é um evento único, a qualidade com que foi apresentada através da televisão não conseguiu destacar tal grandiosidade.

No geral vejo que já se fez bem melhor no que toca a cerimónias do género, estando a nossa abertura do Euro 2004 melhor organizada do que esta celebração brasileira. Demasiados figurantes que com as suas específicas coreografias podiam mostrar para o que estavam, não fosse a exibição em simultâneo em vários pontos do recinto, deixando assim escapar demasiados pormenores ao longo do evento. Muitos grupos com diversos destaques a atuarem ao mesmo tempo acabou por fazer com que nenhum conseguisse ser visto como gostaria, não existindo uma história para ser contada, já que tanto se estavam a ver as danças tradicionais do país como ao mesmo tempo já podia perceber que as diferentes culturas andavam por ali misturadas, voltando logo de seguida ao samba no pé. 

Dividido em três partes, a Abertura do Mundial 2014 teve inclusive várias falhas, destacando a exibição final de Cláudia Leite, Jennifer Lopez e Pitbull, onde se percebeu que os microfones das duas cantoras estavam claramente desligados em grande parte do momento em que atuaram.

O morno pontapé de saída deste Mundial 2014 não me conseguiu convencer na sua totalidade, talvez por estar à espera de mais de um país onde o futebol é rei!

04
Jun14

Compras na Feira do Livro


O Informador

LivrosEste ano, e acho que pela primeira vez, fui dois dias à Feira do Livro de Lisboa numa só edição, só que se num dos dias andei a fazer visita sem pensar em compras, pelo segundo comprei um quarteto literário no grupo Bertrand e não vim totalmente recheado do que queria.

Como já tinha revelado, este ano pela feira não encontrei aqueles verdadeiros livros de que todos falam, que todos querem e que estão com um óptimo preço. A feira literária da nossa capital nesta sua edição de 2014 não está com a magia do costume e deixou-me algo desiludido com o pensamento que na maioria dos casos vale mais aproveitar os bons descontos e ofertas que as editoras lançam nos seus sites do que esperar por este evento para desgraçar a bolsa por mil e uma compras literárias!

Mas falando nos quatro livros que trouxe para casa! Três já são de autores conhecidos por estes lados e o outro é algo completamente novo para mim! Começando pela novidade que tem como autora Elizabeth Gilbert, Comer, Orar, Amar já foi bem comentado por diversas pessoas, já andou pelos tops de vendas quando saiu em Portugal e é um sucesso mundial. Já o queria ter comprado na altura em que todos falavam de si, mas fui deixando passar e agora consegui tê-lo comigo por metade do preço. Falando nas restantes compras... Isabel Allende, a autora de Casa dos Espíritos que todos elogiam e que foi um dos piores livros que já tive como companhia, volta agora a ser a minha escolha! A primeira experiência com a Isabel não correu bem, mas acredito que desta vez vou ficar conquistado e que O Caderno de Maya vai ser uma obra reveladora e que me fará ficar fã da sua autora! Daniel Silva para mim já dispensa apresentações! Gosto da sua escrita, da forma como conta e descreve os acontecimentos em torno dos mistérios que cria e é um dos meus autores preferidos, por isso ter agora comprado por metade do preço Morte em Viena, um dos seus trabalhos mais vendidos em Portugal! No final, a minha autora de romances preferida... Danielle Steel é das melhores do seu género e neste momento já li quase todos os seus livros lançados pelo nosso país, tendo chegado agora a vez de comprar Resgate.

Quatro autores, quatro estilos diferentes, duas visitas à feira, duas boas companhias pelas compras e várias horas pela frente de leitura! Queria ter tempo para ler estes quatro livros e os que já tenho à espera há várias semanas, mas não consigo esticar para todo o lado, infelizmente! No entanto prometo que me irei dedicar mais à leitura como antes acontecia, porque esta calma literária por aqui não pode permanecer por muito mais tempo!

04
Jun14

Cheguei da Feira do Livro


O Informador

Feira do LivroSegundo serão passado na Feira do Lisboa de Lisboa este ano e agora sim fiz compras, não muitas por achar que por vezes as promoções que a Fnac faz no seu portal são bem melhores que a Hora H, mas as suficientes para me ocuparem várias horas pelos próximos tempos literários.

Não posso dizer que me faziam falta novos livros aqui por casa por ainda ter leituras em fila de espera, mas é sempre tão bom comprar um, dois, três (...) livros para juntar à prateleira dos não lidos que acabei por não resistir.

Cheguei à feira por volta das 21:00 e às 22:00 comecei a perceber o que queria comprar. Depois de andar pelo espaço do grupo Leya, acabou por ser na Bertrand que fui levado até ao local de pagamento para poder trazer quatro obras, três de autores já conhecidos e uma novidade para mim.

Agora já em casa, pela 01:00, escrevo este primeiro texto através do telemóvel para o blogue, sendo já hora de ir dormir com a promessa de que mostrarei pelas próximas horas as compras que fiz pela Feira do Livro de Lisboa nesta edição de 2014.

Feira do Livro

27
Mai14

XXXII Feira da Ascensão


O Informador

Ascensão

Alenquer, a vila que sempre me acolheu, está em festa com a trigésima segunda edição da Feira da Ascenção, que sempre coincide com o fim-de-semana da quinta-feira da Espiga. Este ano conto andar pelas ruas da vila por alguns serões destes dias, ao contrário do que tem acontecido pelos últimos!

Deixo aqui a programação diária do evento para quem quiser dar um saltinho até Alenquer pelo próximo fim-de-semana para conhecerem a Feira da Ascensão, uma montra do que se anda a fazer culturalmente pelo concelho que há uns anos deixou a tradição de lado, entregando-a aos comerciantes locais para seguirem em frente com este fim-de-semana onde todos se conhecem e encontram pela zona da Romeira.

Exposições, dança, canto, diversão, comida e bebida prometem não faltar ao evento e mesmo não tendo convidados e atracções de topo, a feira de Alenquer será sempre a feira da minha vila!

Ascensão 2

26
Mai14

Apoio à Selecção Nacional


O Informador

https://www.youtube.com/watch?v=fdoRKmxKPEk&feature=youtu.be

O apoio à Selecção Nacional para o Mundial de 2014, no Brasil, já começou e com ele diversas campanhas estão a ser desenvolvidas para serem partilhadas, tudo para ajudar todo o grupo que parte daqui a uns dias para o outro lado do Atlântico em busca da vitória.

A SmartKiss acaba de lançar este divertido vídeo de animação, o primeiro de uma série com vários episódios que irão acompanhar os craques ao longo do torneio. Com início na chegada a Óbidos, a nossa Selecção já está na fase de treinos para poder garantir algumas alegrias aos portugueses daqui a uns dias e é isso que aqui é mostrado de forma animada!

Cristiano Ronaldo e companhia viraram bonecos animados nesta série de animação que tem aqui o seu começo e onde se espera que o final feliz apareça!

Partilhem o vídeo com a hashtag #skportugal e comecem já a comentar como os craques se irão comportar em campo e também pela continuação destes divertidos vídeos!

03
Jan14

Passagem de ano com os amigos


O Informador

2013 já se foi e 2014 já chegou! O meu salto deu-se ao lado dos amigos que eu adoro e que me deixaram feliz por podermos viver por uns dias juntos e em boa companhia! E saber que todos sentem o mesmo que eu... É óptimo!

Bebemos, cantamos, compramos, cozinhamos, comemos, conversamos, dançamos, divertimos, dormimos, jogamos, partilhamos, parvamos, passeamos, rimos... Fizemos trinta por uma linha, como se costuma dizer, e foi tão bom! Foram dias e noites agradáveis ao lado da família de coração que cada um foi escolhendo ao longo da vida e as últimas horas do último ano e as primeiras deste já estão memorizadas para não mais esquecer!

Sempre existirão momentos como estes, mas alguns tornam-se especiais!

31
Dez13

Balanço de 2013


O Informador

O ano de 2013 trouxe-me coisas boas e más, tendo sido um ano de surpresas e de desgostos q.b. Se por um lado tive os momentos que me marcaram e que ficarão na memória de forma a serem relembrados com um sorriso no rosto, por outro existe o esquecimento que me faz apagar o que não foi digerido da melhor maneira.

De momentos positivos traço vários atos e fases que fui passando ao longo de todo o ano. Antes de mais o reaproximar de forma consistente dos meus amigos. Sempre andamos por perto, mas existiram momentos em que estivemos mais afastados e isso não nos andava a fazer nada bem. Com o pouco afastamento que fomos tendo sentimos que não era isso que queríamos e o tempo fez com que nos juntássemos de novo para partilharmos juntos o que só nós conseguimos uns com os outros. Amo-os um a um de diferentes formas e eles são os meus bichos de estimação que estando bem eu estou bem também. Conheci pessoas e reforcei novas relações que quero manter se continuarem a surpreender como o têm feito até aqui, querendo conhecer cada pessoa que me tem agradado de outra forma para um dia poder dizer que aquele ser me pertence como os outros. Fui convidado para ser padrinho de casamento de uma das minhas melhores amigas e isso deixou-me com um sentimento de responsabilidade enorme, fazendo com que a nossa relação a partir daquele momento se tenha alterado porque me sinto além de amigo, um membro da sua família... Algo estranho para ser explicado! Percebi que estou a ficar velho e ando mais caseiro, com saídas pelas redondezas onde se bebe um copo aqui ou ali e nada de chegar tarde porque o dia seguinte espera-me e torna-se pesado se as horas de sono não forem bem geridas. Conheci novos lugares e passei férias em boa companhia, a companhia que eu quero ao meu lado mas que por vezes não sei dar valor. Cresci, a nível pessoal, este ano serviu para dar um pulo, sinto-me mais confiante comigo próprio e ao sentir-me amado e acarinhado pelos outros tenho conseguido fazer com que a auto-estima se eleve. Festejei, coisa que raramente faço, o meu aniversário com alguns dos meus amigos que me mimaram como gente grande num serão calmo e bem agradável. Foram doze meses que se foram passando de forma evolutiva, onde aprendi a partilhar momentos de outra forma e abri o meu cantinho a quem andava a ser recusado por não gostar de me dar a conhecer aos outros. Surpreendi e fui surpreendido, dei e recebi, partilhei e fui partilhado... Existiram momentos únicos que jamais irei esquecer e cada qual sabe o que me tem feito de bem para me continuar a pertencer.

No que toca às coisas más que me foram acontecendo ao longo de 2013, prefiro não ter lembranças, mas sei que elas existiram. Tive conflitos com pessoas de quem gosto que só o meu mau feitio sabe responder a razão pela qual aconteceram. Magoei e saí magoado, embora as palavras proferidas tenham virado restos do passado na minha mente. Senti a falta de quem já não está connosco, principalmente dos meus avós maternos que partiram ambos em 2012 e deixaram saudade, mesmo sabendo que olham por mim através da minha estrela protetora. Fiz birras e irritei-me a mim próprio. Não lutei por algumas coisas que me podiam ter proporcionado um futuro com outros moldes, mas acredito que tudo tem o seu tempo e a minha sorte chegará...

Os momentos bons compensaram os maus de 2013 e no novo ano que agora vai começar só tenho o desejo que os meus pedidos sejam concedidos e que os momentos positivos consigam superar os negativos, dando-me asas para mais e melhor. 2013 foi melhor que 2012 e espero que 2014 siga na mesma linha ascendente!

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários Recentes

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________