Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Sensacionalismo por Pedrógão Grande

21.06.17Publicado por O Informador

pedrógão grande.png

Nos dias trágicos sobre o acidente de Pedrógão Grande e tudo o que tem surgido depois com uma imensa área territorial a arder, todos os meios de comunicação social viraram sensacionalistas. Acho que não é difícil perceber o que quero dizer já que os factos têm-se refletido pelas reportagens televisivas dos principais canais nacionais e seus parceiros de informação.  

Através da transmissão de imagens chocantes em direto os canais informativos tentaram criar impacto junto do espetador usando e abusando da tragédia de Pedrogão Grande que continua a devastar quilómetros de área onde não é só a mata que fica em cinzas. 

Portugal não está preparado para este tipo de situações e os meios de comunicação social ao apanharem um caso tão forte acabaram por usar e abusar da situação, criando um alarido onde vale tudo para se ser o melhor, para mostrar o que dá audiências, recorrendo a depoimentos de pessoas sensibilizadas e que perderam familiares e os seus bens, optando por mostrar corpos espalhados, feridos a serem socorridos, num autêntico cenário de guerra a ser mostrado em direto nos canais generalistas e informativos nacionais. 

Nos últimos anos assistiu-se a uma alteração no modo de se fazer notícia, tentou-se criar uma informação mais rigorosa que desse outra imagem ao que era feito e transmitido ao espetador, no entanto quando acontecimentos de maior envergadura aparecem, todos acabam por cair no erro do facilitismo com o impacto onde a situação leva a comportamentos controversos e onde os momentos sensíveis, tocantes e polémicos surgem através de profissionais que se desequilibram de um momento para o outro pela pressão de querer ser o melhor e reconhecido nos momentos de aflição. 

Tudo parece desmoronar na mente de jornalistas que caem no erro de seguir um modo sensacionalista, compreendendo no entanto que estar ao longo de todo o dia a fazer sucessivos diretos porque a direção de cada canal assim o exige torna-se complicado para que exista sempre algo de novo a dizer e para mostrar, acabando por seguir uma viagem pelo que não deve ser feito e mostrado. 

Por isso eu digo, todos os canais televisivos generalistas e de informação que estão ligados aos canais principais conseguiram seguir a linha do que tem sido feito por outro órgão de comunicação social que de informação de rigor tem mostrado muito pouco no dia-a-dia. Não vejo, mas imagino o que tem sido feito agora com todos a recorrerem ao seu estilo para fazerem notícia.