Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

O Segredo de Marrowbone | Sergio G. Sánchez

04.03.18Publicado por O Informador

o segredo de marrowbone.jpg

De Espanha costuma-se dizer que nem bons ventos nem bons casamentos, mas no cinema os nossos vizinhos têm conseguido dar cartas com vários argumentos que conquistam o público. Que o diga o argumentista Sergio G. Sánchez que em 2017 realizou a sua primeira película, O Segredo de Marrowbone. Numa mistura de drama e terror surge uma combinação perfeita que me conseguiu sensibilizar durante algum tempo.

Contando com George MacKay, Anya Taylor-Joy, Charlie Heaton, Mia Goth, Matthew Stagg, Kyle Soller, Nicola Harrison e Tom Fisher no elenco, O Segredo de Marrowbone retrata a história de quatro irmãos que de forma depressiva acabam por se refugiar numa casa abandonada, pertencente aos antepassados familiares. Através dos últimos conselhos da mãe antes de falecer, os jovens permanecem no local onde pouco existe, tentando que poucos saibam das suas existências porque o perigo pode estar em todo o lado e é necessário sobreviver em conjunto até que um seja maior de idade e possa ter o poder sobre os irmãos. Mas como um bom filme de terror promete, os mistérios surgem e entre suspeitas e imagens com ajuda de fortes sons os tremores acontecem ao mesmo tempo que os problemas do passado da família vão sendo apresentados a quem se deixa entreter por esta história que revela dor e sofrimento para com anos de maldade através de um progenitor que pouco de pai teve enquanto viveu com os menores.

Num complicado conflito entre viver escondido e ficar num local macabro, a história flui e facilmente é percetível que para além de sobreviverem fisicamente existe um estado psicológico bastante afetado por parte de todos, que sofrem pessoalmente ao mesmo tempo que se tentam proteger mutuamente. Um filme de união, medo e verdade, contado de modo bastante frontal e sem rodeios perante o que tem de ser contado. 

Pessoalmente, e porque o terror é um género cinematográfico que aprecio mas que não vejo tanto e o drama é o género que me leva mais vezes até às salas de cinema onde gosto de deixar que a sensibilidade se apodere do meu espírito ao longo do tempo em que a película passa, este filme está aprovado. O Segredo de Marrowbone acaba por conter os ingredientes que me conseguem conquistar do início ao fim, considerando que este filme contém uma produção cuidada, sem os grandes fundos orçamentais mas com capacidade para brilhar. Elaborado e capacitado para conquistar quem gosta do género, Marrowbone, no seu título original, teve a capacidade de me surpreender, emocionar e levar até uma história macabra de sofrimento até ao limite. 

Devastados com a morte da mãe, quatro irmãos, num estado crescente de depressão e paranoia, decidem refugiar-se numa casa abandonada, tentando permanecer unidos. No entanto, o local esconde um obscuro e perigoso segredo que desafiará a união e a sobrevivência dos quatro.

Ano 1969. América rural. Jack de 20 anos e os seus irmãos Jane (19), Billy (18) e Sam (5) vivem quase como prisioneiros na antiga casa da família Marrowbone, uma herdade em ruínas e abandonada há muitos anos. À medida que a história se desenrola, percebemos que Jack, Jane, Billy e Sam escondem um terrível segredo do mundo. Pouco tempo depois de tentarem a sorte de recomeçar uma vida livre de um pai altamente abusivo, a mãe das crianças morre e Jack fica encarregue de os proteger de tudo e de todos, mesmo sem ter atingido a idade adulta. Com medo de serem entregues à custódia, separados ou enviados para um orfanato, os irmãos decidem enterrar a sua mãe no jardim da casa e manter a sua morte em segredo até Jack completar 21 anos. Nas visitas semanais que Jack faz à aldeia conhece Allie, uma jovem rapariga que administra a biblioteca local e que se torna na sua única amiga. A situação complica-se quando um advogado exige reconhecer as assinaturas da mãe e de dinheiro para transferir a casa para nome da família. É quando Billy decide abrir a caixa que eles sempre tentaram manter afastada e que acham ser assombrada… A morte da mãe Rose é apenas o primeiro de muitos segredos mantidos dentro das paredes da antiga casa Marrowbone!

SapoMag

 

2 Comentários

Comentar Post