Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

O (re)começo da revista Cristina

07.04.17Publicado por O Informador

capa-revista-cristina-ano-3-25-2.jpeg

Dois anos após o lançamento da primeira edição da revista Cristina, eis que um novo relançamento acontece, agora com Cristina Ferreira também à frente de uma equipa que é sua e só sua onde foi criada uma editora, a Treze7, pela própria apresentadora para não ter que estar sobre a alçada de ninguém. Cristina aprendeu, viu como fazer, percebeu que se tornava muito mais rentável e ágil ficar na frente do projeto a solo e criou... Levou os melhores e de confiança consigo e a 7 de Abril de 2017 começa o terceiro ano da revista Cristina. Se tudo se tratasse de um programa televisivo, iniciava-se assim a terceira temporada de um projeto de sucesso!

Cristina-Ferreira-Manuel-Luis-Goucha-revista-numer

Com Cristina Ferreira na capa ao lado de Manuel Luís Goucha que a entrevistou, o que para mim não é surpresa porque desde que Goucha abriu as portas do seu monte alentejano para se deixar fotografar pela equipa da revista e entrevistar pela sua companheira das manhãs que esta troca de papéis era esperada. Agora para iniciar a nova etapa da «sua» revista a sessão fotográfica de capa não podia ter sido melhor escolhida, num local que também se encontra em obras para que possa dar vida a novos desafios pelos próximos tempos, o Palácio do Marquês do Alegrete, em Lisboa. Tudo se constrói mas há também que achar o momento, quando assim é necessário, para se fazerem retoques e se possa seguir em frente e esse é o objetivo tanto da Santa Casa da Meisericórdia que pretende fazer deste local lisboeta uma residência para idosos e uma unidade residencial para jovens, como da revista Cristina que além de iniciar assim o seu terceiro ano, parte também para uma aplicação de telemóvel. Cristina Ferreira não pára no pequeno ecrã e é há anos a estrela maior, garantindo bons valores à TVI com todos os programas para que dá a cara. Se uns não gostam de Cristina como apresentadora pela sua forma de estar, a maioria aplaude como mostram os números. Mas no que toca à vertente empresarial não há que negar... A saloia da Malveira é uma visionária e empresária de sucesso desde que começou a colocar as mãos para além do seu papel de apresentadora. 

Comentando agora os conteúdos da renovada revista... Uma coisa a destacar, este primeiro número tem muito menos, mas mesmo muito menos, publicidade e isso é visivel. Quando se desfolham as primeiras páginas aparece publicidade de seguida mas depois as entrevistas e reportagens seguem-se e abafam os anúncios que aparecem desta vez de forma esporádica e em muito menor número.

capa-revista-cristina-ano-3-25-1.jpeg

O que destaco para além da entrevista principal? Marta Andrino entrevista a mãe Carla Andrino de forma sincera, mostrando o bom ambiente familiar que sempre mostram publicamente. As sessões fotográficas de moda não estão tão focadas no universo feminino, abrindo caminho aos homens para entrarem na leitura da revista, tendo ao mesmo tempo um espaço dedicado a Marisa Cruz que mostra as suas curvas e que curvas... As reportagens alargadas sobre a timidez masculina numa relação e o poder financeiro feminino numa relação são pontos que também destaco desta primeira edição da terceira série da publicação mensal que tem muitos mais espaços para apresentar junto dos leitores onde o desporto, a alimentação, saúde, viagens, sexo e estilo não deixam de marcar presença. 

Dentro do estilo anterior, percebe-se que existe uma intenção de melhorar ao mesmo tempo que se cria suspende, provocação, conversa e interesse. Se o caminho do novo projeto da revista Cristina continuar a ser a aposta forte em boas reportagens com o possível alargamento de conteúdos para outros públicos estão no trajeto certo. Gostei desta edição que volta a surpreender após os números anteriores que deixaram um pouco por fazer, mas agora tudo se percebe. 

A Cristina está de novo nas bancas e não perdeu qualidades, bem pelo contrário!

2 Comentários

Comentar Post