Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Morri de susto!

12.05.15Publicado por O Informador

Por muito que não se queira dizer e se saiba que está mal, o que é certo é que todos proferimos com os nervos do momento várias frases menos próprias. Num dos dias da semana passada, que depois esqueci-me de relatar logo pelas horas seguintes por aqui, quase que ia morrendo e aí sim mandei a pessoa que me ia atirando para algum lado, mas não para onde estou neste momento, para todos os sítios e mais alguns com direito a palavrões e tudo.

Então não é que o raio de um velho, sim foi isso que eu lhe chamei na altura, mas que não devia, quase me fez ter um acidente? Ia descansado de manhã para o trabalho, estava a chegar a um cruzamento, o senhor parou porque todos tinhamos prioridade antes de si e no momento exacto em que estava a passar à sua frente, sendo o que tinha a primeira prioridade, o senhor já com mais de oitenta anos resolve acelerar. Na altura só sei que buzinei, o senhor encolheu os ombros, tendo ficado com cara de assustado, quem estava na rua gritou e eu consegui desviar-me para a outra faixa onde só cabia mesmo um carro. Com isto posso dizer que se viesse alguém em sentido contrário ao meu não tinha conseguido fazer o desvio que fiz, tendo de embater contra o senhor que se atravessou no meu caminho, não sei com que intenção. 

Morri de susto ali naquele momento, tive de parar o carro mais à frente e quando cheguei ao trabalho ainda não ia bem! Podia ter tido um valente acidente sem ter culpa alguma e porque um senhor que já não devia ter autorização de conduzir anda por aí com o seu carro a fazer o que não deve! A curiosidade foi que no dia seguinte, uns dois quilómetros antes do local onde tudo se passou, voltei a apanhar o senhor, que logo tive de ultrapassar, não fosse fazer alguma das suas mais uma vez! 

Valeu o susto, a atenção com que ia e acima de tudo a sorte por não aparecer ninguém em sentido contrário ao meu naquele momento!