Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

07
Set13

Literatura da Vida


O Informador

«A literatura é fruto da vida, não é a vida que nasce da escrita.»

Jostein Gaarder em O Vendedor de Histórias

Pensar escrever um livro é fácil, porém existe quem acredite que é através de uma história que tem para contar que a sua vida pode mudar, nascendo assim um novo rumo para o seu futuro. Tudo não passa de um engano, porque as palavras que se escrevem são fruto do passado de cada um, que levou o Eu ao lugar onde se encontra, através da sua forma de pensar e agir. E se ainda não existe maturidade para passar a aprendizagem da vida para a escrita, então não se está no tempo certo para dar o novo passo, o da literatura!

Ser um nome conhecido da literatura nacional e mundial não é para qualquer um porque além de existir a sensibilidade para com as palavras que se transmitem aos outros, tem de existir alma, alma essa que chega a cada um pelos seus próprios pés e não pela imposição pessoal para que o desenvolvimento interior aconteça.

Os altos e baixos que a rotina e o convívio com os outros entregam a cada ser transformam e criam situações que mais tarde podem ser transportadas para mundos criados. Um momento quando é desenvolvido pelo espírito, que aprende a elaborar esquemas e a manipular situações, poderá contar uma nova realidade, aquela que se poderá tornar na verdadeira mensagem que se quer mostrar através da escrita e que só os mais ágeis e criativos conseguem.

Entrar no mundo literário não é para todos porque, e embora muitas vidas possam estar repletas de circunstâncias e causas, nem tudo é aproveitado para o desenvolvimento do espírito capaz de elaborar os grandes romances e crimes da história literária. O desenvolvimento pessoal é essencial para se enfrentar um mundo tão complicado, o da escrita criativa capaz de chegar aos outros de forma certeira.

A vida poderá ser um grande momento literário, agora pedir da escrita a vida não é possível!

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários Recentes

  • P. P.

    Eu gosto como está.Mantens-te fiel a uma linha que...

  • O Informador

    E agora ainda só estamos nos netos do bispo e no i...

  • O Informador

    Alguma sugestão sobre novos espaços?

  • P. P.

    É o que acabei de fazer.Que confusão... Até porque...

  • P. P.

    Eu gosto sempre que dás a tua opinião acerca de al...

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador