Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

12
Mar17

Incêndio fatal


O Informador

Uma empresa em falência, um assalto há poucos meses e agora um incêndio que tudo destruiu numa tarde que se prolongou pela noite com as chamas a atacarem todo o pavilhão até o telhado ruir e nada ficar para amostra do que foi vivido ao longo de quase vinte anos, dez no meu caso, por um local onde muita coisa já aconteceu.

Encontro-me de férias e não assisti no local ao ocorrido, sabendo por telefone e vendo imagens posteriormente através da comunicação social. Receber o alerta por chamada de que algo se passava, ligar a quem devia para saber realmente o que estava a acontecer, começar a ver imagens enviadas e depois de tanta informação trocada à distância ver nos noticiários e em direto que tudo está destruído. Parece que enquanto não se vê não se sente, porque uma imagem estática não consegue provocar tantos danos como em movimento e foi quando em direto vi tudo o que tinha acontecido e as chamas ainda estavam ativas que percebi que desta vez é que tudo parece ter terminado. O interior foi todo, as paredes estão um caco e o telhado já era. Resumindo, o final que se vinha a anunciar há vários meses tem vindo a ser antecipado ao longo do tempo com vários acontecimentos inesperados e agora parece que foi de vez!

É triste ver que tudo termina assim! Por muito que se esteja cansado da situação que se vive enquanto trabalhador cansado e com vontade de mudar tudo isto acaba por cair como um murro no estômago. Primeiro as contas, depois o assalto, despedimentos pelo meio por não haver trabalho e agora isto. Uma corrente que tem vindo a adensar-se com um final que parece agora definitivo e com as incógnitas perante o futuro todas em cima da mesa para serem debatidas pelos próximos dias tanto para com o futuro do projeto empresa como para o futuro pessoal que só é possível com um emprego. 

Ainda não fui ao local mas sei que me irá custar lá entrar com as ruínas no espaço onde muito chão percorri ao longo de uma década de dedicação. Sinto-me triste e ainda sem ter caído na realidade dos próximos tempos! Por agora existe um incêndio praticamente fatal para a empresa!

Se existe quem renasça das cinzas, também existe quem não se consiga reerguer, vamos lá ver! No entanto o futuro do que já foi passado não me cheira nada bem!

4 comentários

Comentar Post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários Recentes

  • O Informador

    Deveríamos convidar os nossos queridos deputados a...

  • O Informador

    Um Primeiro-Ministro a fazer figura de parvo ao te...

  • Anónimo

    Com todo o respeito que tenho pelos animais, que é...

  • Maria

    Concordo em absoluto contigo!Fartei-me de refilar ...

  • O Informador

    Esperemos assim que os proprietários dos estabelec...

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural