Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

06
Jul14

Ganha o livro A Escuridão procura a Escuridão


O Informador

a escuridão procura a escuridãoSónia Ferraz da Cunha é a autora de A Escuridão procura a Escuridão, um livro publicado pela Chiado Editora na colecção Viagens na Ficção. Um amor, uma forma rude e agressiva de agir e várias questões sobre o que é procurado pela noite por duas pessoas apaixonadas além do amor! Vários temas são falados e comentados neste livro lançado em Maio e que O Informador agora vai oferecer!

Quem quiser habilitar-se a ser o vencedor do exemplar de A Escuridão procura a Escuridão que tenho para oferecer basta viver em Portugal, ser seguidor pelo Facebook d' O Informador e da Chiado Editora, partilhando este passatempo pelo seu estado, tendo depois que copiar a frase que se segue e colocá-la como comentário a este mesmo texto.

«O Informador e a Chiado Editora estão a oferecer o livro A Escuridão procura a Escuridão!»

Este passatempo começa pelas 10h00 do dia 6 de Julho, Domingo, e termina pelas 18h00 de dia 16 do mesmo mês! Com a participação validada é só ficares atento porque será logo pelo dia 16 que anunciarei o nome que foi seleccionado através do sistema random.org. O vencedor será também contactado via email, como tal peço que no momento da inscrição os dados fiquem correctos para uma melhor comunicação.

Deixo de seguida a apresentação de A Escuridão procura a Escuridão e um desejo de Boa Sorte a todos os participantes!

Autor: Sónia Ferraz da Cunha

Colecção: Viagens na Ficção

Páginas: 192

Data de publicação: Maio de 2014

Sinopse:

"Ele sorriu (...), segurou-me o braço que pousava sobre o colchão e encurtando novamente a pequena distância que nos separava, e de forma decidida e deixando-me sem reação, segurou-me com firmeza o rosto com a outra mão e encostou os seus lábios aos meus num beijo onde o pouco discernimento que a hora avançada, e o algum álcool que já bebera, me permitiam possuir foi morrer, dissolvido no seu cheiro irresistível, nos seus movimentos seguros, intensos, firmes, na suavidade dos seus lábios e no seu sabor, um sabor que naquele momento me empurrou a um abismo de descontrolado desejo."

"O tempo é implacável, imparável e a mais confiável das realidades, e mesmo que dele percamos o trilho ele seguirá sempre o seu caminho, indiferente à nossa falta de sensibilidade.

E assim os dias passavam sem que eu tivesse a real perceção do seu impacto ou dos meus atos e dos seus possíveis danos, e através deles eu ia repetindo rituais de culpa, de mentira e principalmente de prazer, um prazer do qual eu não estava disposta a abrir mão sobre nenhum pretexto."

"O seu toque era mais rude que o habitual, as suas mãos grandes e fortes seguravam com firmeza e os seus dedos longos e finos pressionavam-me a pele, por vezes exagerando na intensidade; também os seus movimentos dentro de mim foram mais enérgicos, como se um impetuoso fogo o estivesse a consumir. Esporadicamente sentia como me segurava o cabelo com uma das mãos, imprimindo alguma agressividade ao ato, enquanto a outra, no meio das minhas pernas, me provocava um descontrole indescritível, levando-me com a sua insistência e habilidade ao limite do prazer."

Biografia

Sónia Ferraz da Cunha é licenciada em História da Arte pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, e em Conservação e Restauro pelo Instituto Politécnico de Tomar. Ao longo da sua vida profissional exerceu diversos cargos em diferentes áreas, como Técnico Superior de Conservação e Restauro, Professora Universitária de Conservação e Restauro e Professora de História do 3º Ciclo e Secundário. A paixão pela Literatura em geral, e pela arte da escrita em particular, nasceu ainda Sónia se encontrava sob a estática e permanente observação das elevações montanhosas que coroam as paisagens de Trás-os-Montes, de onde é originária e onde nasceu decorria o ano de 1977, sendo que atualmente reside na Invicta cidade do Porto, cidade que a adotou e que por ela foi tão apaixonadamente adotada.

56 comentários

Comentar Post

Pág. 1/6

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários Recentes

  • Cláudia C Silva

    Mais uma coisa que concordo plenamente. LER é das ...

  • Cláudia C Silva

    Concordo plenamente. Espreitei a gala e pensei exa...

  • Pedro

    Bom dia Ricardo,aproveito a oportunidade para perg...

  • Inês

    Não vi, sempre a mesma coisa. Pedro Granger seria ...

  • Sérgio Ambrósio

    São sempre as mesmas figuras a dar na TV! Acho tão...

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador