Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Ganha bilhetes para a peça Gisberta

GisbertaNa passada Quinta-feira fui assistir à peça Gisberta, em cena no Cinema São Jorge, Lisboa, e interpretada pela atriz Rita Ribeiro. Agora, e porque os bons espetáculos são para serem partilhados, eis que chegou o momento de lançar um passatempo onde os leitores do blogue podem também assistir a este monólogo que tem recebido os aplausos do público e da crítica pelas várias salas por onde tem passado.

Quem quiser habilitar-se a ser um dos vencedores destes bilhetes que tenho para oferecer para a sessão da próxima Quinta-feira, dia 24, de Gisberta, só tem que copiar a frase que se segue e colocá-la como comentário a este mesmo texto, ser seguidor do blogue pelo Facebook e partilhar o passatempo pelo seu mural.

«Gisberta, o espetáculo que irei ver com O Informador!»

Este passatempo começa pelas 01h00, de dia 19, terminando no dia 23, pelas 09h00. Os vencedores serão sorteados através do sistema automático random.org, sendo revelados após o final do passatempo num novo texto e contactados também via email, pedindo assim para que os participantes coloquem corretamente os seus dados – nome e email – no comentário para que seja mais fácil a comunicação com os mesmos.

Deixo-vos de seguida a apresentação do espetáculo Gisberta...

Rita Ribeiro interpreta a história ficcional, com contornos realistas, da mãe da transexual Gisberta, que foi morta barbaramente no ano de 2006, na cidade do Porto, vítima da violência de 14 jovens internos de uma instituição católica. Durante a peça, ela vai relatando a um jornalista fatos da vida do “seu menino”, desde a infância até o momento em que parte do Brasil em busca do seu direito de ser vista e respeitada como mulher. Fala da sua dificuldade em aceitar a identidade de género do filho e das várias tentativas de o dissuadir, ainda na infância, a não seguir um caminho por ela e por muitos considerado “anti-natura”; fala da saudade que sente do “seu menino”; do arrependimento por tê-lo deixado partir… Mas no discurso desta mãe, por um lado delator da sua tristeza, há uma ternura que revela o amor incomensurável desta mãe pelo seu filho. Um sentimento que se mistura à revolta contra àqueles que mataram o “seu menino”, e a uma subsequente negação à Deus. A personagem também assumirá a sua parcela de culpa por nunca ter sido capaz de realizar o desejo mais fulcral do “seu menino”: ser tratada por Gisberta.

Local: Cinema São Jorge – Lisboa

Horários:

Quinta a Sábado – 22H

Domingo – 17H

Bons comentários e sorte para seres um dos sorteados para assistir a este emocionante trabalho!

15 Comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários recentes

  • P.P.

    É lamentável.Mas do ponto de vista da TV, também n...

  • Juca

    Nada disso...

  • O Informador

    Dentro do estilo e da Editorial Presença tenho em ...

  • P.P.

    Eu estou a acabar Aqueles que Merecem Morrer .Ador...

  • O Informador

    Para os fiéis as coisas boas surgem de Deus e as m...

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________