Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Convite

12.06.13Publicado por O Informador

Convite foi o Assunto escolhido para me enviarem um email para geral@oinformador.com e logo fiquei contente porque não é todos os dias que somos convidados para algo e muito menos para dois projetos onde somos inquiridos com poucos dias de diferença.

Primeiramente quero agradecer por ambos os convites terem acontecido, tanto para integrar a equipa de um portal virado para o mundo televisivo e do social, como agora o de um outro mais virado para as notícias gerais das artes, onde as curiosidades, estreias e opiniões dão o grande mote sobre o projeto. 

Fico contente por ver que o trabalho que tenho feito aqui pelo O Informador tem dado frutos junto de quem me segue e de quem me vai visitando por curiosidade, suscitando depois estes convites e parcerias para várias coisas, como tem acontecido com os passatempos que tenho feito.

Tenho a noção que é sempre bom ser-se convidado para algo, para mais quando se mostra interesse no nosso bom trabalho e no empenho que lhe damos. Fico bem grato pelos dois convites que me foram feitos e embora um tenha logo recebido a minha resposta, não estando totalmente colocada de lado a hipótese de poder a vir a dizer que sim daqui a uns tempos, o convite mais recente ainda se encontra em fase de análise.

Deixo aqui partes do Convite que me foi feito agora, não na íntegra, mas só o que achei que poderia mencionar para não expor ninguém enquanto a minha decisão não estiver tomada.

«Deparei-me com o teu portal hoje durante umas pesquisas no google e fiquei extremamente entusiasmado com aquilo que vi. 

Gostei muito da escrita e da irreverência com que escreves. Estou a assumir que é apenas uma pessoa responsável pelo tratamento do O Informador, não só pelo nome mas pela apresentação dos textos, se calhar estou enganado.

Serve este e-mail para te enviar um convite para o meu projeto...

Conforme referi, serve este e-mail para te convidar a fazeres parte deste projeto, e o convite não tem como fundamento por em causa o teu trabalho no O Informador, poderão ser coisas separadas, onde por exemplo no ... farias um "trabalho" à parte, artigos esporádicos, semanais, enfim uma parceria que teria que ser discutida tanto por nós como por ti.»

Para os mais distraídos e já que este email que me foi enviado também coloca essa hipótese... O Informador é só feito por uma pessoa, sendo um blogue pessoal onde dou as minhas opiniões sobre a sociedade, cultura e onde vou contando pormenores da minha vida.

Com este aparte feito, resta-me agradecer os convites que tenho recebido e espero que venham a ser os primeiros de muitos que o tempo me reserve porque O Informador está ainda no começo e para mim já é um sucesso, não de vendas ou bilheteira, mas pessoal.