Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Cancro de desabafos

Há uns dias pelo meu trabalho uma cliente viu em mim um meio de desabafo pessoal após lhe ter perguntado se estava tudo bem. De imediato a dona Augusta, vamos chamar-lhe assim, começou a contar o que se está a passar na sua vida, mais concretamente com o seu filho! Senti-me pequeno, pequeno, pequeno!

Após uns anos a sofrer com o cancro do marido nos intestinos, doença que o acabou por levar, agora é o seu filho mais novo, com a minha idade, que poderá estar prestes a enfrentar o mesmo problema. Duas vezes em tão pouco espaço de tempo é dose, para mais quando tudo já foi vivido e agora poderá estar prestes a ser reavivado. 

Os sintomas apareceram, os exames foram feitos, logo o médico deu sinal àquela mãe que o resultado poderá não ser o melhor e embora tudo esteja em suspenso por serem necessárias quase quatro semanas para se saberem os verdadeiros valores, existe um coração que sofre em silêncio familiar. A Augusta não contou ao filho e a quem a rodeia o que poderá aparecer nos resultados que estarão para sair daqui a uns dias. Ela tem a noção que lhe foi dada no momento, pensa que irá passar por tudo novamente e desta vez com um filho, e não consegue falar com os restantes familiares sobre o que já lhe foi dito.

Um coração de mãe apertado foi o que senti naquele momento em que tudo me parecia cair por pensar que aquele rapaz tem a minha idade e ter sido por isso que aquele momento de conversa também acabou por surgir. Após ter sabido e conseguido aguentar em frente à dona Augusta só me lembro que ao virar costas não consegui aguentar e chorei, tive de fazer uma paragem para apanhar ar enquanto pensava em toda a história, ficando ao longo do dia a matutar naquela situação.

Já passaram umas duas semanas e não existe quase dia em que não pense na dona Augusta, sabendo que ainda não tem os resultados reais consigo! Um coração de mãe que sofre quase em silêncio e que me fez pensar que poderia ser eu a estar no lugar daquele rapaz que novo já poderá estar com o mesmo problema que levou o seu pai há uns anos! Oh vida ingrata!

7 Comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários recentes

  • Juca

    Nada disso...

  • O Informador

    Dentro do estilo e da Editorial Presença tenho em ...

  • P.P.

    Eu estou a acabar Aqueles que Merecem Morrer .Ador...

  • O Informador

    Para os fiéis as coisas boas surgem de Deus e as m...

  • Juca

    Sim... sempre fui educada na fé da religião católi...

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________