Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

As mães

As mães, o bicho papão que em certa altura das nossas vidas nos dão dores de cabeça por terem comportamentos e atitudes que só dão vontade de as atirar para algum lado. Sempre foram e serão assim, todos nos queixamos dos seus maus feitios, das suas complicações com as arrumações e das suas ideias que acreditam piamente serem as mais correctas e sobre as quais não podem existir opiniões contrárias. Todos nos queixamos de certa forma delas, mas o que seria de muitos sem as suas bruxas chatas e complicadas por perto?

Sempre ouço o mal dos outros como vendo o meu no que toca à ligação para com as mães de cada qual! Elas têm o seu feitio, vivem para serem adoradas e muitas vezes o centro de cada lar e embora nunca o admitam, quando sentem que algo não está dentro das suas regras logo começam a gritar e barafustar por não verem com bons olhos tais comportamentos que para todos são normais menos para elas, as complicadas do costume! Todas são iguais, umas com maior acidez outras mais açucaradas, mas o que é certo é que todas conseguem passar as suas frustrações para filhos e maridos que não fazem exatamente o que elas têm na sua agenda mental programado para cada qual. Os pormenores, aqueles temas e descuidos naturais e que ninguém complica sem serem elas. As coisas no lugar, as malvadas arrumações que acabam por se transformar numa desarrumação por mexerem onde não devem, um tapete torto, uma porta que bate com o vento mas que já serve para começar a lenga lenga do costume, o controlo remoto sobre tudo e mais alguma coisa.

As mães adoram sentir que tudo lhes tem de passar por debaixo do nariz, que conseguem controlar tudo, que são o centro da casa, as rainhas do lar e que nada falha. As mães deles são iguais à minha, todos nos queixamos delas e todos nos acabamos por compreender. Quando as filhas forem mães comportar-se-ão da mesma forma que agora comentam? Acredito mesmo que sim e nessa altura serão os filhos a estarem a falar sobre as complicações das suas mães, aquelas que falaram e vão acabar por serem tão chatas como as que serão as avós do futuro!

Nós amamos-as mas que elas são chatas demais, lá isso não se pode negar!

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários recentes

  • P.P.

    Infelizmente, porque conheço dois casos assim, bem...

  • O Informador

    Esse poste deverá estar numa zona com maior visibi...

  • P.P.

    Ainda ontem, enquanto tomava café com a minha mãe,...

  • O Informador

    Os municípios e as entidades competentes deixam as...

  • O Informador

    Tento ler todos os dias um pouco, dependendo do te...

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________