Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

01
Mai17

Novidades para os Domingos


O Informador

Há uns dias surgiu-me uma ideia de voltar a fazer algo que me deu imenso gosto fazer há uns tempos num outro projeto em que participei. E como essa mesma ideia foi alimentada numa simples conversa pelas redes sociais, eis que lhe vou dar andamento e posso-vos dizer que um espaço semanal, dedicado especificamente para os Domingos, está a ser elaborado para ser lançado, ou talvez, relançado de forma séria para chegar e ficar aqui pelo blog. 

Ainda não vos vou dizer do que se trata porque não quero já levantar suspeitas, deixando-vos somente com a ideia de que estou a criar algo que não dependerá só de mim mas que será para ser apresentado aqui pelo blog. Numa fase inicial não sei se terá publicação semanal ou quinzenal, mas será algo para levar a sério e manter de forma regular para habituação dos visitantes que por aqui passam.

Apetece-me arriscar e voltar um pouco a um passado que me fez feliz numa certa altura da vida e será por ai que seguirei o caminho das publicações de Domingo do blog. Não fiquem a pensar que será uma coisa em grande, será um espaço semanal, normal e banal, mas que não dependerá só de mim. 

25
Abr17

Vergonha de blogger


O Informador

Quem me conhece sabe que a lidar com desconhecidos e com uma pequena multidão sou um pouco, para não parecer assim tão mal, acanhado, mas aos poucos e em certas situações começo a perder a dita vergonha, principalmente nos temas que dizem respeito ao blog. 

Lembro-me perfeitamente como se tivesse a acontecer agora mesmo da primeira vergonha que apanhei aquando do levantamento de um convite teatral em Lisboa. Dirigi-me à bilheteira e assim que disse o meu nome, a pessoa que estava no atendimento disse-me de imediato que seguia o meu blog. Eu, sem esperar tal reação que não foi feita de forma discreta, fiquei em modo tomate, envergonhado até mais não, sem saber que dizer e somente com vontade de ter o bilhete na mão e desaparecer com uma vergonha tão grande que não consigo explicar. Fiquei super constrangido por ter sido reconhecido pela primeira vez por uma pessoa que seguia o blog e com quem falava por email para combinar as formas de parceria. 

Após esta vergonha existiram várias situações em que senti estar a ser reconhecido por leitores, ficando envergonhado e tentando disfarçar ou sair mesmo do local, mas nada como a primeira vez. Tudo bem mais tranquilo. Agora começo a ficar mais calmo e ambientado com a situação. Já vou a bilheteiras e sou reconhecido porque me seguem pelas redes sociais, falamos e não fico com tensão só de pensar que vão dizer que sou o Ricardo d' O Informador, já não sentido aquele nervoso miudinho de ter de falar com pessoas que conheço somente pelo Instagram, Facebook ou Twitter

13
Abr17

Convidado pel' A Mulher que Ama Livros


O Informador

Ricardo Trindade, a pessoa envergonhada que não gosta de falar para a câmara foi convidado pela Cláudia do blog A Mulher que Ama Livros, amiga antes mesmo de me ter iniciado neste mundo, para ser o convidado da sua rubrica Seis a dividir por dois. Não podia dizer que não e com vergonha, muitos engasgos e risota à mistura, lá fui com as minhas três sugestões literárias dos últimos anos, O Quarto de JackConfissões de Inverno e Numa Floresta Muito Escura, juntar-me à Cláudia para fazer este vídeo. Ela sugeriu os livros Para a Minha Irmã, Um Dó Li Tá e Ele Está de Volta.

Ia com nervos porque não estou habituado a fazer estas coisas e depois, como podem ver, lá me atrapalhei todo ao falar, mesmo tendo mais ou menos estudado o que devia dizer de forma rápida sobre cada livro. Os enganos que aparecem no vídeo são simplesmente uma amostra das pausas que tivemos de fazer porque foi com cada gralha que só nós sabemos. Confesso agora que até foi divertido. 

11
Abr17

Desempregado sem vontade


O Informador

Pensei que ao estar com mais horas livres de forma diária que iria ter uma maior atenção ao blog e vontade para me dedicar um pouco mais à escrita. Até agora o que deteto é que a vontade que achei que iria surgir ainda não apareceu, tendo mesmo um bloqueio mental quando tento pensar em algo mais elaborado para escrever e publicar por aqui.

A pessoa quando se vê de um momento para o outro com o seu dia-a-dia vazio, sem a rotina de anos, fica quase sem chão, sentindo-se como se não tivesse nada para fazer. É assim que me sinto, uma vez que com tanto tempo livre achei que conseguiria fazer e dar maior atenção ao que por vezes fazia de forma rápida e mais esporadicamente, podendo-me dedicar a tanta coisa, não tendo é a vontade que sempre achei que iria surgir. Acordo mais tarde, durmo mais ou menos o mesmo número de horas que o habitual de quando andava a trabalhar, e depois ao abrir os olhos penso... «tenho isto, isto e aquilo para fazer». Disse bem, penso, porque no final do dia percebo que não fiz nada do que tinha planeado porque me sinto vazio neste momento e a precisar de estabelecer regras para esta vida de desempregado que ainda não o é porque estou agarrado à antiga empresa ainda sem poder procurar novo emprego por enquanto. 

Primeiramente tive duas semanas de férias, depois três semanas que não sei como as posso descrever porque não trabalhei, não fui pago mas também não posso arranjar outra coisa para fazer e agora continuo a aguardar que tudo se resolva para poder respirar e pensar que tudo terminou e que há que começar de novo, finalmente. E acho que é sem esse recomeçar, que se encontra pendente, que parece que ando a fazer equilíbrio numa corda presa entre dois postes e que tento atravessar sem cair num poço bem fundo. Sinto-me um pouco assim, sem saber ainda por onde seguir e como ocupar os dias de forma a sentir-me útil para comigo para o poder fazer para com os outros também.

Tenho lido muito mais, descansado à sombra da relva no jardim com este bom tempo, vejo séries com temporadas que tinha em atraso, faço mais companhia em casa e acompanho mais quem me pede para ir aqui ou acolá fazer alguma coisa. Não me tenho afastado de casa mas saio todos os dias há rua porque sou daquelas pessoas que começa a bater mal do cérebro se não sair um pouco para ver pessoas e arejar a mente. 

03
Abr17

Curtas e Diretas #75


O Informador

11738090_1026934337316995_2418688391864056738_n.pn

Ando com uma vontade enorme de alterar o logotipo do blog! Alguma alma caridosa com talento para dar algum apoio ou sugerir uma nova imagem para colocar no topo desta casa online e o blog passar assim a ter outra imagem de boas-vindas?

25
Mar17

Preciso de críticas!


O Informador

Existem coisas que não se pedem nem ao melhor amigo, mas resolvi enfrentar tudo e todos os que visitam o blog para vos pedir Críticas para com O Informador!

Coisas boas e más ao longo do percurso, dicas para poder melhorar, conteúdos que possa colocar ou de que não gostem, modo de escrita e partilha... Falem, comentem e critiquem com tudo o que vos passar pela cabeça acerca do blog do passado, do presente e do que poderei melhorar, ou não, no futuro.

O que pretendo é que apresentem a vossa verdadeira opinião acerca deste canto de escrita para que também possa ter um maior feedback da vossa parte e poder fazer algo para vos chegar um pouco mais com artigos com que me identifique e que sejam também do vosso agrado. Vá lá, com nome próprio, com o nick de blogger ou de forma anónima, o que peço é que deixem a vossa opinião verdadeira acerca d' O Informador aqui e agora! 

Sejam coisas boas ou más, quero é opiniões para poder mexer alguma coisa que os leitores tenham noção que não resulta e sobre a qual não me tenha apercebido!

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários Recentes

  • O Informador

    Até agora estou a gostar da leitura que se torna b...

  • O Informador

    Irão sempre arranjar maneira de não fazerem a devo...

  • O Informador

    Euro a euro conseguirão lá chegar!

  • O Informador

    Não sei se a editora envia para o Brasil, mas pode...

  • Phocaontas

    Olaaa por acaso gosto mesmo muito de ler.. E amo r...

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador