Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Convites Duplos | Um Dia Uma Vida | 23.02.2018

20.02.18Publicado por O Informador

um dia uma vida teatro aberto.jpg

Um Dia Uma Vida é uma peça-cantata sobre a passagem do tempo e como o Homem tenta deter essa passagem e dar sentido aos seus dias.

O Homem não dorme, não vai dormir nunca mais, observa o mar e a aldeia que o sol ilumina lentamente.

A Mulher vê-se ao espelho e amargura-se com as rugas e os filhos que não teve.

A Jovem quer conquistar o mundo que vê pelo ecrã e através do ecrã diz ao mundo quem é.

O Pescador ganha a vida que fica depois de puxar as redes e isso é tudo o que precisa.

Um Dia Uma Vida, de Ruy Belo, é o novo espetáculo que o Teatro Aberto tem em cena na Sala Vermelha. Com encenação de Marta Dias, interpretação de Ana Brandão, Madalena Almeida, Miguel Lopes Rodrigues e Rui Melo, vídeo a cargo de Eduardo Breda e luz da responsabilidade de Alberto Carvalho e Marta Dias, esta produção desafia o público a saborear as palavras de Ruy Belo através de recriações feitas em palco onde o vídeo e o desenho de luz se aliam para ajudarem a contar a história através de quatro personagens que se cruzam e envolvem poeticamente pelos tempos em que vivemos. 

Com sessões de Quarta a Sábado pelas 21h30 e aos Domingos às 16h00, Um Dia Uma Vida convida o público a visitar o Teatro Aberto pelas próximas semanas para que vejam este texto poético a ser representado pelo talento em palco. Para que todos possam assistir a Um Dia Uma Vida, eis que tenho dez convites duplos para vos oferecer, destinados à sessão de Sexta-feira, dia 23 de Fevereiro.

Convites Duplos | Porque é Que os Cães Cheiram o Rabo uns dos Outros | 01.03.2018

20.02.18Publicado por O Informador

É desta forma que Marcantónio Del Carlo, e André do Áudio nos dão a conhecer contos muito divertidos que fazem parte do nosso imaginário coletivo. Assim ficamos a saber como nasceu o primeiro poeta, porque é que os cães cheiram o rabo uns aos outros, como se “arranja” a lua em três dias, porque é que os porcos não voam e têm o focinho achatado. Estas são histórias que não se sabe bem quem as inventou, mas sabemos que é com elas que sonhamos desde a criação do mundo. Neste espetáculo a cumplicidade com o público é inevitável, existindo momentos em que alguns espectadores acabam por fazer parte dos contos subindo a um palco que será partilhado com alegria por todos.

Marcantório Del Carlo e André do Áudio estarão com Porque é Que os Cães Cheiram o Rabo uns dos Outros no Teatro Armando Cortez, em Lisboa, num espetáculo com o apoio da Yellow Star Company. Numa divertida comédia que percorre o universo de vários contos criados ao longo da história sobre os «porquês» de determinadas situações acontecerem de uma forma e não de outra, o riso será fácil através de um bom texto bem interpretado. Nesta produção todos os que entrarem na sala em cada sessão entre os dias 1 e 4 de Março poderão correr o risco de entrar na história e tu, que estás a ler agora este texto, podes ter essa oportunidade logo para o dia 1, pelas 21h30.

Este passatempo irá estar disponível até às 18h00 de dia 27 de Fevereiro, Terça-feira, e nesse mesmo dia será publicado o nome dos vencedores aqui pelo blog, sendo o sorteio feito atráves do sistema automático random.org. Os premiados serão contactados via email com as recomendações para o levantamento dos convites duplos acontecer nas melhores condições. Para a participação ser válida tens de seguir os passos que se seguem...