Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

A suspensão de SuperNanny

26.01.18Publicado por O Informador

super nanny.jpg

A semana termina e a notícia de que SuperNanny foi suspenso é dada pela SIC! Após dois episódios que geraram polémica entre o público e entidades com responsabilidade social, o Ministério Público fez um pedido urgente à direção do canal para cancelar o programa e assim será!

Dois episódios foram para o ar e chegaram para que o Ministério Público decidisse, num caso raro em Portugal, intervir na programação de um canal televisivo, pedindo a suspensão dos próximos episódios. A SIC seguiu o conselho do tribunal e alterou a sua programação do próximo Domingo, retirando também de todas as plataformas do canal os conteúdos que digam respeito ao formato. 

Neste momento a SIC optou por suspender o programa, no entanto para o voltar a emitir existem condições para tal. Um despacho assinado pela juíza Cláudia Alves, do Tribunal de Lisboa Oeste, permite a continuação em antena de SuperNanny mas com o recurso a filtros de imagem e voz com os menores e os seus progenitores. Ou seja, para transmitirem o programa de novo os rostos e vozes terão de ser desfocados de modo a protegerem os protagonistas mais pequenos de cada episódio para não serem tão facilmente identificados. Uma decisão com a qual os responsáveis pelo canal não concordaram e por isso a opção pela suspensão do polémico programa. Caso neste momento voltem a apostar em SuperNanny, a SIC terá de pagar uma multa de 15 mil euros por cada dia de incumprimento perante o despacho do tribunal. 

Animais em Risco

26.01.18Publicado por O Informador

pregos pão.jpg

Num parque na freguesia da Ajuda, em Lisboa, foram encontrados vários pedaços de pão com pregos numa tentativa de matarem os animais que passeiam com ou sem dono pelo local. Foi através de algumas publicações nas redes sociais que o alerta foi dado e é necessário passar a palavra para que neste e em outros locais públicos todos os cuidadores de animais tenham atenção ao que os mesmos possam colocar na boca enquanto passeiam. 

Esta armadilha consiste, como se pode ver, em colocar pregos em pão cortado, mostrando um claro ato de maldade. Os animais ao tentarem comer os pedaços de comida encontrados no chão ingerem também os pregos que lhes farão ferimentos internos. Além desta situação é cada vez mais recorrente ver partilhas sobre vidros espalhados pela relva dos jardins, salsichas com lâminas e vários outros métodos para magoarem os animais e mesmo até matar. 

Pelos comentários partilhados, esta situação em específico já foi comunicada às autoridades, estando também a autarquia consciente sobre a situação que segundo alguns moradores das ruas do bairro lisboeta não é um caso isolado pela zona.

Quem consegue ser tão ruim para ter capacidade de provocar ferimentos de livre vontade a animais que com os seus donos ou abandonados possam passear pelos jardins da capital? Essas pessoas deviam pensar que até uma criança mais pequena pode sair magoada num mero descuido dos adultos cuidadores mas que num segundo olham para o lado e deixam assim de vigiar um pequeno humano que num instante pega no pedaço de pão amaldiçoado.