Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Kaizer Ballet - Hotel Paraíso | Convites Duplos | 26.01.2018

23.01.18Publicado por O Informador

Kaizer Ballet - Hotel Paraíso.jpg

Vamos ao ballet? É desta forma que vos deixo o convite para que no próximo dia 26 de Janeiro, Sexta-feira, possam assistir ao espetáculo Kayzer Ballet, criado por Ricardo Runa, no Auditório do Casino Estoril, pelas 21h30.

Este é um espetáculo com história e onde o público é convidado a entrar no Hotel Paraíso para conhecer os hóspedes do espaço onde o tempo pouco importa quando todos se sentem bem e bem alojados!

Os bilhetes, no valor de 12€, podem ser adquiridos todos os dias na bilheteira do Auditório do Casino Estoril das 15h00 às 19h00 e em dias de espetáculo até às 22h00, podendo também ser feita reserva através do número 214667708, fazendo compras e reservas online em www.artfeist.pt ou comprando nas bilheteiras habituais onde se incluem a FNAC, Worten e postos de CTT. 

Quem sentir que a sorte está do seu lado pode ler o que se segue e habilitar-se a um dos convites duplos que tenho para oferecer destinados à sessão de Sexta-feira, 26 de Janeiro. 

Crítica entre Mulheres

23.01.18Publicado por O Informador

inveja.jpg

Os Homens podem ter muitos defeitos mas a trabalhar em equipa conseguem ser mais pacientes e bem menos críticos entre si que as Mulheres. Por vezes dou por mim a reparar que até um melhoramento para o trabalho entre todos correr bem, mas que seja dado por outra Mulher, das mais recentes na empresa e que dado as suas funções tem tentado alterar vários pontos de funcionamento, consegue gerar falatório durante horas porque a ideia partiu de outra, aquela que chegou e quer assumir a sua posição, fazendo alguma comichão a quem está há anos e pouco fez para a mudança acontecer. 

Será possível as Mulheres conseguirem não perceber quando existem ideias e alterações que podem vir a facilitar futuramente o trabalho, mesmo que estas soluções sejam dadas por outra? As pessoas têm as suas funções e cada um tem a sua forma de pensar, se cada qual se organizar por si e os melhoramentos se completarem tanto melhor, mas criticar quem tenta mudar as coisas que estão mal quando durante anos não o tentaram sequer fazer é daqueles apontamentos sociais que me parecem ser mais dor de cotovelo que outra coisa. 

O que levará o suscitar de criticas automáticas assim que se percebem determinados comportamentos do outro lado quando se identifica claramente que o problema está exatamente em não se querer mudar porque existe receio da evolução e que os outros, aqueles que conseguem mexer nos dados e arrancar os melhores pontos sejam capazes de agarrar as pontas que alguns têm assumido ao longo do tempo por não existir quem o faça com capacidade.