Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Maior onda do Mundo elege Nazaré

2015 assinalou o ano de estreia de Portugal nos apelidados de óscares do surf com a atribuição do prémio de maior onda do Mundo. Agora o prémio volta a ser atribuído novamente à Nazaré.

A distinção foi feita nos Estados Unidos da América onde o italiano Francisco Porcella se viu o eleito com uma onda surfada em Fevereiro último. O surfista conseguiu dominar a onda gigante ao longo de trinta segundos e arrecadou assim o troféu que volta a reforçar a Nazaré como um dos mais recentes pontos fortes do surf mundial.

Atual leitura... Ser Blogger [Carolina Afonso e Sandra Alvarez]

O que melhor para um blogger que ler Ser Blogger, o livro acabado de sair através da editora Marcador da autoria de Carolina Afonso, professora universitária e profissional de marketing, e Sandra Alvarez, com mais de vinte anos de experiência em marketing e comunicação de marcas. Um livro que define e tem o objetivo de orientar bloggers através de soluções práticas e com vários testemunhos de bloggers portugueses que atingiram o sucesso ao longo dos últimos anos. 

Já sabem que agora irei começar a sua leitura e enquanto esperam pelo comentário final podem sempre visitar o blog das autoras com várias dicas disponíveis sobre este mundo e não só. O Influenciadores está disponível para todos aqui pelo Sapo. 

Sarampo e Papeira, o alarme da comunicação social

Primeiro o sarampo, agora apareceram supostamente, ainda sem confirmação, três casos de papeira. A comunicação social faz mais alarido que o necessário em certas situações.

Existe um surto de sarampo e o mesmo está controlado, não sendo necessário fazer soar os alarmes diariamente porque os casos existentes não são milhares nem andam perto. Calma, qual a razão de criarem medo nas pessoas de uma forma tão sensacionalista? 

Agora apanharam que três crianças tinham sido internadas com papeira e o filme começa a repetir-se porque é possível ter existido transmissão do vírus e que todos corremos o risco de apanhar papeira. Foram três casos, o país não está todo infestado nem nada do género. A população que esteve em contacto com as crianças com o vírus terá de ser avisada sim, mas não é preciso fazerem disparar as sirenes de todo o país de forma tão sensacionalista. 

Velhinho iPhone4S

iphone4s.jpg

O meu velhinho iPhone4S anda mesmo a dar as últimas, agora então que estou mais livre e dou-lhe um maior uso está em coma profundo não tarda nada. 

Quando compramos um telemóvel novo a sua bateria dura três ou quatro dias com um uso normal. Um ano depois já só conseguimos aguentar o telemóvel com carga umas vinte e quatro horas. Quando o aparelho atinge os dois anos começa a ficar tudo estragado. Agora imaginem quando já passaram mais de trinta e seis meses. Ah pois é! Nada aguenta tanta pressão, tanta aplicação, tanta mensagem escrita, todos os e-mails, chamadas e fotografias!

Neste momento ando a carregar o telemóvel pelo menos, e digo pelo menos porque existem dias em que tem de ser mais, duas vezes ao dia. Mal desbloqueio o aparelho lá se vai uma pequena percentagem da carga. Se uso a câmara então... Upa! Upa! Upa! As redes sociais ainda se vão safando sem gastarem muito bateria, tirando o Instagram que parece uma devoradora de energia.

Vencedores de Dois Homens Completamente Nus [30-04-2017]

dois homens completamente nus cartaz.jpg

A comédia Dois Homens Completamente Nus irá receber pela sessão das 16h30 do próximo Domingo, 30 de Abril, três duplas de espetadores que participaram no passatempo do blog e que irão assim usufruir dos convites duplos que estive a sortear. Com Miguel Guilherme, Jorge Mourato, Sandra Faleiro e Susana Blazer a comporem o elenco, esta produção da Força de Produção está a conquistar o público a cada sessão e agora será a vez dos bem informados com sorte a verem este trabalho que também vi há umas semanas

Os felizardos a serem sorteados através do sistema automático random.org foram a Constança Marques, a Ana Massano e o António José Paiva. Os vencedores irão receber email de seguida com a informação para poderem levantar os seus convites.

Oficialmente desempregado

desempregado.jpg

Mês e meio após o início do processo de despedimento por falta de pagamento, eis que finalmente consegui ter luz verde dada por parte da Segurança Social que me contactou via carta a informar que estou oficialmente desempregado e com a atribuição de Subsídio Desemprego para Trabalhadores com Salários em Atraso. 

Sinceramente não sabia que existiam várias formas de desemprego e com títulos, mas pronto, não muda muito, somente que no lugar dos vinte meses que tinha direito se tivesse sido despedido normalmente, terei acesso a dezasseis, mas sinceramente não conto utilizar grande parte deste período, começando agora o novo ciclo à procura de emprego. 

Tendências Primavera/Verão

As temperaturas sobem e as marcas já apostaram nas suas novas coleções de Primavera/Verão 2017 e existem corta-ventos e sapatos/ténis bem coloridos e agradáveis prontos para serem comprados na tentativa de ajudarem a alegrar os meses que se aproximam. 

Dos sapatos da Nobrand, que tanto conseguem ter um estilo clássico como descontraído, aos corta-vento que sempre nos devem acompanhar porque os serões por vezes convidam a vestir uma manga comprida só por precaução da Caiágua. As novas coleção de ambas as marcas agradam-me bastante e acredito que não serei o único a espreitar os catálogos que já se encontram disponíveis.

Bilhetes para Dois Homens Completamente Nus [30-04-2017]

dois homens completamente nus cartaz.jpg

Miguel Guilherme, Jorge Mourato, Sandra Faleiro e Susana Blazer compõem o elenco da comédia Dois Homens Completamente Nus que fui ver há uns dias e aconselho pelo Teatro Villaret, em Lisboa. Como gostei tanto e a Força de Produção quer também presentear os leitores do blog e a sua assistência, o que irá acontecer? Tenho três convites duplos para a sessão do próximo Domingo, 30 de Abril, pelas 16h30, para oferecer a quem participar neste desafio que é tão fácil que num minuto ficam inscritos e em espera pela saída dos resultados. 

André Chaves (Miguel Guilherme) é um homem sério, de conduta irrepreensível e reputação imaculada: advogado conceituado, marido fiel, pai de dois filhos. Daí a sua total incredulidade quando, certo dia, acorda nu na sua sala de estar, deitado ao lado de outro homem (Jorge Mourato), também ele nu, sendo o último um dos associados da firma de advogados onde trabalha há anos. Saídos de uma espécie de blackout, ambos têm dificuldade em perceber o que aconteceu e nenhum consegue arranjar uma explicação para o sucedido, tampouco lembrar-se do que os poderá ter levado ali. O transtorno aumenta com a entrada em cena da mulher de Chaves (Sandra Faleiro). Perante a total incapacidade de justificar e compreender a sua presente situação, André Chaves vai inventar tudo para tentar salvar o seu casamento e para provar uma verdade que ele próprio não sabe qual é.

Levado a cena pela primeira vez em Outubro de 2014, Dois Homens Completamente Nus, no original Deux Hommes Tout Nus, é da autoria do dramaturgo, humorista e actor Sébastien Thiéry, e valeu-lhe a nomeação de melhor dramaturgo aos Moliére – Prémios de referência do teatro Francês – em 2015. O espectáculo foi um sucesso junto da crítica e do público em França e chega agora a Portugal, sob a direcção de Tiago Guedes e com Miguel Guilherme e Jorge Mourato na pele destes dois homens confusos e completamente… Nus.

Texto Sébastien Thiéry

Encenação Tiago Guedes

Tradução Ana Sampaio

Música Filipe Melo 

Cenografia F. Ribeiro 

Figurinos Isabel Carmona

Desenho de Luz Luís Duarte 

Assistente de Encenação Susana Blazer 

ProduçãoForça de Produção

Com Miguel Guilherme, Jorge Mourato, Sandra Faleiro e Susana Blazer

Teatro Villaret

Em Cena

Quinta a Sábado: 21h30  I  Domingo: 16h30

Preço: 16€  

Deixa-me Ir [Gayle Forman]

deixa-me ir.jpg

Autor: Gayle Forman

Editora: Editorial Presença

Lançamento: Abril de 2017

Edição: 1ª Edição

Páginas: 304

ISBN: 978-972-23-5994-8

Classificação: 4 em 5

 

Sinopse: Maribeth Klein é mãe de gémeos e editora de uma revista de moda. Conciliar essas duas facetas da vida tem sido um desafio quase impossível e Maribeth sente-se esgotada. A azáfama do dia a dia, cada vez mais intensa, não a deixa parar um segundo, nem para perceber que acaba de ter um ataque cardíaco. 

Durante a recuperação, dispondo finalmente de algum tempo para pensar, Maribeth decide fazer as malas e partir. Longe das obrigações familiares e apoiada por novas amizades, pode por fim lidar com os problemas que a atormentam há muito e enveredar por uma jornada de descoberta que lhe permitirá perceber o que é realmente importante.

 

Opinião: Mulher, editora numa revista de moda, esposa e mãe de gémeos com todas as responsabilidades pessoais, familiares e profissionais que tudo isto acarreta, Maribeth é a personificação de uma pessoa que não faz pausas para descansar, nem mesmo se estiver a enfrentar os sintomas de um ataque cardíaco. Continuando com a sua azáfama diária e sem dar qualquer importância ao que lhe está a acontecer, de um momento para o outro vê-se obrigada a entrar no hospital onde se vê perante uma situação que não consegue controlar, ao contrário do que está habituada a fazer na vida onde consegue visionar tudo o que está ao seu redor. 

Deixa-me Ir é a amostra que a luta do dia-a-dia desenfreado por vezes tem de acalmar porque nem tudo compensa e existem assuntos a tratar bem mais importantes que o trabalho e a tentativa de correr para tudo e todos sem parar para pensar que o próprio também tem de se sentir bem e valorizado consigo. É isto que acontece com a nossa Maribeth quando numa cama hospitalar e no pós operatório percebe que a sua vida não é a que sonhou e a que deveria ter.

Com a perceção que algo tem de mudar, faz a mala, deixa uma carta ao marido e aos pequenos filhos e parte com o objetivo de respirar e alterar o seu presente mas também em busca de resolver assuntos do passado para que consiga ajudar a resolver um futuro familiar que pode ser uma ameaça para a próxima geração perante o seu ataque cardíaco numa idade onde estes problemas de saúde geralmente não acontecem com tanta frequência. Será este um problema familiar e passado de geração em geração?

Até Napoleão gostava de ganhar nos dados

napoleão.jpg

Se querem que vos diga existiu uma altura em que tinha uma paixão pelo casino e suas apostas. Uma atracão que existe e aparece em muitas pessoas, não sendo somente representada em livros e filmes mas também chegando a todos na cultura popular. Os entusiastas vão até há alguns anos antes de Cristo e, ao longo da história, eram quase todos eles imperadores, escritores ou políticos, portanto este meu antigo e ultrapassado calcanhar de aquiles só pode vir do facto de eu ter uma pequena costela de cada um deles.

Deixo-vos aqui um resumo, para terem uma ideia. Tudo começou com os imperadores da Roma Antiga: Júlio (100-44 a.C.) já participava em jogos de sorte públicos e contasse que, enquanto atravessava o Rio Rubicão, disse a famosa frase 'alea iacta est' (“os dados estão lançados”). Depois Calígula (12-41 d.C.), que já apostava em corridas de carroças e jogos de dados e que chegou a transformar o palácio imperial numa casa de jogos para conseguir dinheiro para o tesouro. Por fim Nero (37-68 d.C.), que adorava todo o tipo de desportos e jogos, mas ainda mais apostar neles.

Depois, o famoso italiano Lourenço de Médici, um político renascentista, patrono de vários artistas, que era não só um excelente jogador de cartas como até acabou por ser ele a criar alguns dos jogos. Também o famoso escritor e historiador francês, Voltaire (1694-1778) era aquilo a que se pode chamar um jogador ávido. Por isso, quando o governo francês criou a lotaria e só permitia que participassem aqueles que comprassem uma determinada quantia de obrigações, Voltaire arranjou uma forma de contornar as regras: criou uma estratégia em que obtinha obrigações que permitiam o número máximo de entradas. Acabou por ganhar a maior parte do dinheiro destinado à lotaria, na época. Voltaire era especialmente fã de um jogo de cartas chamado Faro e de Biribi, um jogo similar à roleta, onde os números eram retirados de um saco.

Tolerância de ponto pelo Papa Francisco

papa francisco.jpg

Surgem notícias de que a função pública poderá ter tolerância de ponto no dia 12 de Maio para poderem ver o Papa Francisco nas celebrações do centenário das aparições de Fátima. Isto sim é uma boa notícia para os católicos que trabalhem para o Estado.

Ao que parece a decisão ainda não está tomada pelo Conselho de Ministros, mas os bispos já foram informados acerca da situação e mostram-se gratos ao Governo se a mesma se concretizar. Quem também já sabe da decisão são as autoridades já que pelos dias 12 e 13 de Maio contam que passarão mais de um milhão de pessoas por Fátima. 

Pergunto... Então e os não católicos também ganharão estas horas ou ficam a trabalhar como os funcionários de instituições privadas?

Pág. 1/6

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários recentes

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________