Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

22
Ago16

Romeu e Julieta


O Informador

romeu e julieta.jpg 

William Shakespeare concedeu a obra que em pleno século XXI continua a ser considerada como uma das mais belas e trágicas histórias de amor. A bYfurcação assentou arraiais pelo Parque da Liberdade, que serve como cenário para nova representação deste drama em pleno centro de Sintra, ao ar livre e em comunhão com a natureza, convidando o público a assistir a esta envolvente representação de um clássico mundial. 

Romeu e Julieta, de William Shakespeare, é apresentado ao público através de um elenco jovem e de rostos já conhecidos. Num frenesim de sobe e desce de escadas e usando o cenário natural do Parque, esta produção usa de todo o encanto e mistério de Sintra para conquistar além da sua base. Um elenco que cumpre, num texto denso e em ascensão até ao ponto alto da exibição e onde as revelações vão surgindo com a ajuda da escrita de Shakespeare. De início existem jovens atores que parecem ainda a palmear o espaço onde se encontram, procurando encontrar o ponto exato entre texto, ação, público e contra-cena, mas ao longo de toda a sessão tudo vai acontecendo e no final percebe-se que em termos de casting nada falhou nesta seleção de elenco. Jovens a darem os seus primeiros passos no palco e atores já com nome na passadeira da representação nacional unem-se para apresentarem a produção, que contra ventos mais fortes que são combatidos com mantas pelo público, chega a emocionar pela forma como é levada ao limite em vários momentos do espetáculo. «Oh, são mesmo bons nas cenas mais puxadas!». Roupagem de época, cenário natural e histórico, texto que dispensa apresentações, uma produção que mostra cada vez mais profissionalismo, talento, boa vontade e gosto pelo que está a ser feito são os ingredientes encontrados nesta representação de Romeu e Julieta que encanta no Parque da Liberdade.

Esta não é a história de amor com um final feliz por não deixar que dois jovens se amem ao longo de toda uma vida, cortando o que poderiam ser décadas abençoadas pelo verdadeiro sentimento, mas o Amor impera em Romeu e Julieta que leva até ao momento trágico, a Morte, excelentemente representada, o que não pode ser vivido.

Teatralmente não tinha assistido a nenhuma representação desta obra, tendo ficado rendido com esta produção da bYfurcação, levando com vento, embrulhado na manta e de casaco com capuz bem vestido, com a lua a espreitar pelo arvoredo, as estrelas a brilharem, o som vindo das andanças pelas ruas próximas de Sintra, os aviões que preenchem o céu, os animais que se fazem ouvir... O local perfeito para apresentar nova temporada de um sucesso que sempre irá prevalecer na história do teatro, Romeu e Julieta.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários Recentes

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________