Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

31
Mai14

McDonald's sem magia


O Informador

Quando era criança uma ida ao McDonald's era um momento deslumbrante, com os olhos saltitantes e a imaginação a criar ilusões sobre um mundo onde a comida é fantástica. Hoje, e também porque a cadeia de restaurantes mudou, já nada é igual e a comida parece ter tudo menos o sabor especial de antigamente.

Os hambúrgueres agora servidos no McDonald's já não transmitem a verdadeira essência da marca como antes, tendo-se perdido todo o esplendor que uma ida a um espaço destes possuía. Agora os menus servidos aos clientes perderam o bom sabor, aquele que só de imaginar já deixava água na boca. Tudo é feito de forma rápida e a despachar, tendo sido o sabor das hambúrgueres substituído por molhos e mais molhos que tiram toda a essência da refeição.

Nos dias que correm se tiver um McDonald's ou um outro restaurante de comida descartável prefiro rejeitar a escolha de antigamente. Vejo que as crianças continuam a vibrar como eu vibrei quando se fala numa ida ao restaurante, mas eles já não conheceram o Big Mac como eu e muito menos podem comer um McRoyal com as suas verdadeiras características.

Eu ainda sou do tempo...

30
Mai14

O Leitor


O Informador

O LeitorConsiderado pela crítica como um dos melhores livros alemães, O Leitor foi traduzido para pelo 39 línguas, tendo vencido vários prémios internacionais de literatura. Agora chegou a minha vez de ler esta obra de Bernhard Schlink e no final não consigo dizer que seja o tão aplaudido romance como é caracterizado por muitos! É bom, mas não é fenomenal! Preferências diferentes!

Sem querer desvendar muito da história, Michael Berg, um jovem com 15 anos, conhece Hanna Schmitz, 36 anos, e a partir daí a rotina dos encontros e os rituais literários e de escuta transformam-se em atos sexuais entre uma mulher que esconde um passado tenebroso e um menor que quer aprender e a quem os receio batem à porta. Dividido em três partes, primeiramente é contado o envolvimento, a aproximação entre Michael e Hanna, sendo depois relatado um reencontro que acontece passados sete anos, quando ambos se voltam a cruzar numa sala de tribunal que coloca em dúvidas o passado entre ambos e onde a comunicação não é permitida. Os campos de concentração durante a Segunda Guerra Mundial e os comportamentos sociais são colocados em destaque neste livro que une o dever com a obrigação e o castigo. Um encontro, um reencontro e no final uma despedida eterna! Um livro que levanta várias questões sobre a história mundial, os crimes praticados na Segunda Guerra Mundial e as consequências do pós-guerra por parte da Alemanha.

Um romance entre duas gerações distintas que viveram as suas épocas de formas também diferentes. A sabedoria e as marcas unem-se à esperança e vontade do que está para acontecer! Com uma escrita corrida, um livro curto mas bem fundamentado e que deixa o seu leitor a pensar no que é relatado e contado sobre o que aconteceu e que marcou a vida de muitos!

30
Mai14

Pazes tecnológicas feitas


O Informador

Há uns dias contei que não me andava a dar lá muito bem com a tecnologia que alia o computador e a impressora aqui de casa! Agora posso dizer que as pazes já foram feitas e que depois de várias tentativas percebi qual o problema que andava a abusar da minha paciência! Tudo se resumia a um programa de anti-vírus - Yac - que se instalou não sei como pelo portátil e que bloqueava a comunicação entre o programa Adobe Reader e a impressora HP.

Com talvez duas horas ou mais de insistência ao longo de três dias e de algumas asneiras à mistura, lá consegui chegar à conclusão sobre o que se passava, isto depois de ter começado a ver que, quando tentava imprimir algo que tivesse em PDF, aparecia no canto inferior direito do ecrã um aviso de alerta do tal programa anti-vírus que não foi bem-vindo ao computador e que só andava a bloquear os meus mandamentos para com o aparelho.

Imprimi o que queria, já tenho assim as faturas do MEO armazenadas pela pasta física à qual são destinadas e agora só aguardo que os comprovativos dos pagamentos automáticos cheguem por correio.

A tecnologia e eu nem sempre nos damos bem isto porque gosto que tudo esteja ao meu dispor sem atrapalhar e sem rasteiras, quando assim não acontece as coisas já não correm bem e começo logo a ficar sem paciência e com os nervos a darem sinais de existência.

Problema resolvido!

29
Mai14

O Informador já tem Newsletter


O Informador

Há algum tempo que já devia ter lançado a Newsletter do blogue, no entanto fui deixando passar e só agora, em poucos minutos, resolvi procurar o plugin adequado, adaptar o mesmo e colocá-lo em prática! Assim sendo, se olhares para a barra lateral d' O Informador vais encontrar o «Subscrever Newsletter», que podes preencher para passares a receber um email periódico com alguns dos últimos textos publicados por aqui.

Primeiramente vou enviar newsletters semanais, podendo-se dar o caso de numa semana serem feitos dois por algum motivo especial. Com o Facebook, Twitter, Goodreads, Instagram e Bloglovin a funcionarem, agora é a vez d' O Informador lançar a sua revista através de email para conseguir chegar ainda mais perto dos leitores!

Obrigado aos subscritores que não vão deixar de lado esta chamada!

29
Mai14

Vencedor do Passatempo - A Manhã de Ser


O Informador

A Manhã de Ser VencedorA Manhã de Ser, o livro de poesia da autoria de Sandra Nóbrega e editado pela Lua de Marfim deu o mote para O Informador lançar um novo passatempo literário. Agora, dez dias depois do desafio ter sido lançado e da oportunidade de quem quisesse vencer esta obra ter sido colocada online, é tempo de eleger o vencedor do exemplar de A Manhã de Ser.

Recorrendo ao sistema random.org para escolher o nome do vencedor sem recurso a manobras de invenção, o eleito pela selecção automática foi o comentador número 37, tal como pode ser visto na imagem em cima, o que traduzido em nomes revela que foi a leitora Cris Correia a vencer este passatempo.

Muitos Parabéns à vencedora e um muito obrigado a todos os participantes!

Layout 1
28
Mai14

Rigo


O Informador

RigoRigo, o artista e ativista que defende os direitos humanos tem agora uma demonstração do seu trabalho no Museu Berardo e O Informador já esteve perto das peças que têm percorrido o mundo. Tendo começado o seu percurso nos anos 80 em Lisboa, com os seus trabalhos de banda desenhada, com os fanzines e os murais do pós-25 de Abril, rapidamente São Francisco aceitou este talento, tendo Rigo envolvendo-se nas pinturas de murais com ligações às comunidades minoritárias. 

Com o ativismo como manchete, o artista mostrou todo o seu talento de diversas formas, estando a calçada, o mosaico, o azulejo e a escultura entre as suas preferências. No entanto é com a grande obra Teko Mbarate que chegou até mim, neste trabalho único e de perfeição que não consegue passar despercebido a quem visita o Museu lisboeta.

Um submarino com animais, pessoas, cestos, terra e tudo o que é necessário para uma viajem são os elementos que se transformaram numa obra de arte! O que existe para contar através deste trabalho? O mundo, a vida e a ligação entre o ar, a terra e o mar! Muito há para observar nestas peças de Rigo que aconselho mesmo serem vistas porque aqui há talento físico para ser mostrado!

Rigo Rigo Rigo RigoRigo

Pág. 1/8

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários Recentes

  • PP

    Que assim seja!

  • PP

    O meu também é assim

  • PP

    Magnífica iniciativa.

  • Flávia Hidalgo

    Tenho interesse imenso em comprar. Mas não encontr...

  • O Informador

    Geralmente oito horas não consigo, nem ao Sábado e...

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador