Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

13
Fev14

Vencedores do Passatempo – Grande Revista à Portuguesa [12ªEdição]


O Informador

O Informador lançou pela décima segunda vez um passatempo para atribuir bilhetes duplos do espetáculo Grande Revista à Portuguesa, em cena no Teatro Politeama há vários meses e com estadia prolongada pelo mês de Fevereiro. Chegou agora a altura de revelar a lista dos vencedores que irão poder ver, no dia de hoje, 13, pelas 21h30, esta produção de Filipe La Féria.

Eis os nomes dos cinco comentadores mais rápidos e que agarraram assim a oportunidade de poderem estar na sala lisboeta a assistirem ao espetáculo encabeçado por João Baião, Marina Mota, Ricardo Castro, Rui Andrade e Vanessa Silva, estando Maria Vieira afastada por tempo indeterminado do palco do Politeama devido a um acidente rodoviário onde partiu duas costelas.

Nelso Resende

Ricardo Fonseca

José Miguel Abrantes

Alexandra Domingues

Vanessa Matos

Parabéns aos quinteto vencedor e um bom espetáculo a todos! Quanto aos leitores que também queriam ter tal oportunidade, fiquem atentos porque em breve novos passatempos teatrais, e não só, irão surgir!

13
Fev14

Corpo estático


O Informador

Existem momentos que não se esperam e colocarem uma questão sem que esteja a contar, sendo quase apanhado de surpresa leva-me a ficar estático e quase sem resposta e reacção. Oh vida, tens que me avisar de certas coisas de antemão, não é verdade?!

Não gosto nada de ser surpreendido com convites que fogem do meu pensamento para os tempos mais próximos e quando me fizeram a proposta para ir para um lugar por uns dias, perdendo as horas de descanso e lazer que já estavam marcadas mentalmente, pareceu-me que o mundo estava a ruir à minha volta, ficando num ambiente onde nem eu próprio me conheci.

A questão foi feita, a resposta foi dada com um «acho que sim», enquanto a mente se preparava para assumir que iria ter de rever os planos para os próximos dias e pronto, lá deixei escapar um «sim» com uma maior convicção, isto depois de voltar a aterrar e de sair do modo gelado com que fiquei por algo que não causa horrores e que só sai dos planos que já tinha pré-feitos sem ter percebido.

Fiquei estático e tacanho, mas logo me recompus!

12
Fev14

Passatempo – Grande Revista à Portuguesa [12ªEdição]


O Informador

Grande Revista à PortuguesaO Informador e as Produções Filipe La Féria têm o prazer de estarem juntos para poderem oferecer cinco convites duplos de Grande Revista à Portuguesa, que estará em cena até pelo menos ao final de Fevereiro no Teatro Politeama. Quem quiser passar o serão da próxima Quinta-feira, 13 de Fevereiro, véspera do Dia dos Namorados, a assistir à Grande Revista à Portuguesa tem aqui a sua oportunidade!

Numa produção de Filipe La Féria e com o elenco composto por Marina Mota, João Baião, Maria Vieira, que se encontra neste momento longe do palco devido a um acidente rodoviário que a afastou do trabalho por uns tempos, Vanessa Silva, Ricardo Castro, Rui Andrade, Patrícia Resende, Bruna Andrade, Filipe Albuquerque e Adriana Faria, este é um grande espetáculo que já se encontra em palco há vários meses e sempre com sala cheia.

Para poderes ganhar um dos cinco convites duplos que tenho para oferecer para a sessão das 21h30 de Quinta-feira só tens que copiar a frase que se segue, colocá-la como comentário a este texto e ser um dos cinco primeiros comentadores. A par disso, e para te sagrares vencedor, tens também que ser seguidor do blogue pelo Facebook e compartilhar a mesma pelo teu perfil. Depois é só estares atento ao email porque será por essa via que entrarei em contacto com os vencedores, explicando o processamento do levantamento do seu convite. Ao longo do dia 13 publicarei a lista de vencedores deste passatempo num novo texto. Lembro que os bilhetes terão que ser levantados pelas pessoas que participaram no passatempo, não sendo facultados a outros e também a nulidade dos comentários de pessoas que tenham concorrido e vencido no último mês para obterem convites do mesmo espetáculo!

«O Informador leva-me ao teatro na véspera do Dia dos Namorados!»

Boa sorte e não percas tempo, porque só os primeiros cinco comentadores válidos serão os triunfadores! Até já!

Apresentação de Grande Revista à Portuguesa…

No ano do centenário do Teatro Politeama, vinte anos depois de “Passa Por Mim No Rossio”, La Féria volta à Revista numa homenagem ao Teatro mais popular e da preferência dos portugueses. Com texto, música, encenação e cenografia de Filipe La Féria, figurinos de José Costa Reis, direcção musical do Maestro Mário Rui, coreografia de Marco Mercier e direcção vocal de Tiago Isidro a “Grande Revista à Portuguesa” reúne um elenco de primeiras figuras muito queridas do público. Marina Mota, a Rainha da revista à portuguesa, regressa ao teatro em números que ficarão históricos pela sua graça e talento ao lado de João Baião que irá mostrar a sua versatilidade numa exibição das suas multifacetadas qualidades de actor, cantor e bailarino. Outro regresso ao Teatro é o de Maria Vieira, após uma ausência no Brasil de três anos e que reaparece no auge do seu talento de cómica. Vanessa, a grande revelação do último Rock in Rio e a vencedora de “A Tua Cara Não Me É Estranha” tem a oportunidade de interpretar os momentos mais emocionantes da Revista. Ricardo Castro revela-se um cómico de primeira com caricaturas dos mais conhecidos políticos portugueses. Rui Andrade, Patrícia Resende, Bruna Andrade, Filipe Albuquerque, Adriana Faria encabeçam um grande elenco de bailarinos, músicos, acrobatas e modelos desta mega produção de La Féria.

11
Fev14

Passatempo - Vénus de Vison


O Informador

Vénus de VisonAna Guiomar e Pedro Laginha juntam-se no palco do Teatro Aberto para protagonizarem a peça Vénus de Vison, em cena na Sala Vermelha, de Quarta a Sábado, pelas 21h30 e ao Domingo com matiné pelas 16h00. Agora O Informador tem disponíveis 5 convites duplos para oferecer da peça que já tive o prazer de ver.

Em colaboração com o Teatro Aberto tenho para oferecer 5 convites duplos do espetáculo, para a sessão das 21h30 de dia 26 de Fevereiro, Quarta-feira.

Para poderes ganhar um destes convites só tens que copiar a frase que se segue e colocá-la como comentário a este texto até às 18h00 de dia 22, ser seguidor do blogue na sua página de Facebook, tal como compartilhar o link deste passatempo no teu perfil. Domingo, dia 23, publicarei a lista dos felizardos comentadores que serão seleccionados através do sistema random.org. Fica atento ao email porque será por essa via que entrarei também em contacto com os vencedores, explicando o processo de levantamento do seu convite.

«O Informador leva-me ao Teatro Aberto!»

Boa sorte e não percas tempo, porque os dias passam e só cinco comentadores serão os triunfadores! Até já!

Vénus de Vison

VÉNUS DE VISON, de David Ives

Em cena na Sala Vermelha - 4ª a sáb às 21h30 | domingo às 16h00

FICHA ARTÍSTICA

Versão, Dramaturgia e Encenação Marta DiasCenário Rui FranciscoFigurinos Dino AlvesLuz João LourençoSupervisão audiovisual Nuno NevesSonoplastia João Lanita | Manuel San PayoApoio ao movimento Cláudia NóvoaCom Ana Guiomar | Pedro LaginhaSINOPSE - No fim de um dia frustrante de audições, Tomás, o encenador, está sem esperança de vir a encontrar a protagonista da sua peça. Prepara-se para voltar a casa, quando, de repente, surge mais uma actriz. Vem atrasada mas ainda quer prestar provas. Chama-se Vanda – o mesmo nome da personagem da peça. Será ela diferente de todas as outras?Inspirada no universo sensual de Leopold von Sacher-Masoch (1836-1895), esta é uma peça inquietante, onde nos perguntamos constantemente se o que parece é. Qual é a cara do poder, no território de todas as máscaras, o teatro? Quem seduz? Quem resiste? E o que acontece quando o desejo ganha vida?

Vénus de Vison

11
Fev14

Donos da razão


O Informador

As pessoas gostam de ter razão no que dizem e quando teimam que algo é de certa forma é porque para esses seres isso acontece mesmo dessa maneira. Todos agimos do mesmo modo quando acreditamos na razão e isso é de louvar, o que não se aplaude é quem se acha e afirma ser o detentor do mundo só porque tem ou fez algo que para si é importante.

Sim, os donos da razão e que dizem tudo o que lhes passa pela cabeça são personagens que com o tempo entram no limite de qualquer um! É desnecessário dizer-se tudo o que passa pela cabeça de cada um por se acreditar que tais ideias são as melhores e mais corretas. Vê-se, pensa-se e pode-se optar pelo silêncio, deixando a opinião para si, isto quando se sabe de antemão que o que se diz depois nem sempre é bem-vindo pelos seus receptores.

Percebe-se que exista quem não entenda que as suas palavras causam mossa nos outros e depois não compreendem porque também se encontram sozinhos no mundo, longe de quem consideraram um dia amigos ou mais que isso. Será que essas pessoas conseguem parar para pensar que talvez são elas próprias que têm afastado os outros das suas vidas e que tais afastamentos não se devem a outras aproximações ou a uma má formação dos outros?

Quem se acha o dono do mundo e da razão não consegue perceber que devido aos seus feitios complicados acabam por magoar quem não devem com palavras, frases e gestos que para si são inofensivos e que são levados bem a sério pelas pessoas a quem se destinam.

O egocentrismo da razão magoa e quem não percebe isso é porque acha que o mundo tem de ser feito à sua medida e somente com as suas escolhas. Com o tempo colhem o que semeiam...

10
Fev14

Dom da atracção policial


O Informador

Já não sei se o mal é meu ou se tenho a pouca sorte de andar por estradas com minas e armadilhas colocadas pela Brigada de Trânsito, mas o que é certo é que semana sim, semana não, sou mandado parar, tendo de soprar o balão, mostrar os documentos pessoais e do veículo, seguindo depois viagem. Sorte!

Desde que tirei a carta que já devo ter recebido a ordem de paragem em operações stop mais de vinte vezes, só que neste início de 2014 tal facto já me aconteceu em três locais, o que mostra que eles andam mesmo aí em busca da multa através da falta de documentos ou na posse de algo a mais.

Quando vou sair à noite e estou de regresso a casa a conduzir começo logo a pensar que em algum local vou ser mandado parar. Se em alguns casos não vejo os agentes por aí e sigo viagem sem paragens indesejadas, em outras situações lá chego ao tal sítio onde avisto luzes azuis e vermelhas com ordem para parar a todos os veículos.

Até hoje, e sempre que fui interceptado pela Brigada de Trânsito, tenho passado incólume porque quando conduzo pouco ou nada bebo e tenho tudo em dia, mas nunca se sabe! Espero que a sorte para com as comunicações com os senhores agentes continue a ser positiva e que comece a ter um pouco mais de descanso com tanta paragem sem razões!

Com este caso, parece-me bem que tenho o dom da atracção policial!

10
Fev14

A Tua Cara Não Me É Estranha Kids - Estreia TVI


O Informador

Se o programa A Tua Cara Não Me É Estranha com adultos teve sucesso ao longo de três edições, o que esperar agora da edição Kids, onde os mais novos são as estrelas principais no palco da TVI? A emoção vai estar acima do habitual no formato e a aliança entre concorrentes e mentores vai ser fundamental no sucesso desta reciclada aposta do canal. A estreia correu como esperado, fazendo lembrar o também programa de sucesso Uma Canção Para Ti! Gostei de ver!

Pequenos concorrentes com o nervosismo à flor da pele mas com um bom disfarce por trás, dando em vários casos a percepção de um à-vontade em palco como os profissionais. O que cativa neste formato é o facto das imitações atingirem um nível elevado para jovens que por vezes nada têm em comum com a música até entrarem nos castings para poderem ser um dos concorrentes.

A produção conseguiu pegar em dois programas queridos do público, juntou-os num só e aliou adultos de sucesso como mentores a aprendizes, fazendo assim a conjugação perfeita do que o espetador quer ver em casa.

Pequenos cantores que deixam pais, família, jurados e mentores com a lágrima no canto do olho, adultos com um nível já conhecido, apresentadores de sucesso e dois programas que resultaram bem num só com a magia do profissionalismo e a espontaneidade de uma equipa que sabe bem fazer o que agarra as massas. O que se pode esperar daqui para a frente? Um formato com bons resultados e que certamente irá dar muitas alegrias a quem o idealizou e pensou, tornando-o realidade para o que poderá ser a primeira edição mundial de várias que irão ser feitas em Portugal e no mundo, tal como os dois originais que lhe deram origem!

Gostei da estreia e sim, será o meu novo programa de Domingo à noite!

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

Mensagens

Pesquisar

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador