Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

25
Fev14

Grande Aventura dos Livros que não chegam


O Informador

A Editorial Presença lançou a iniciativa Grande Aventura dos Livros Grátis para oferecer livros aos seus leitores mais atentos e depois de alguns minutos na página web feita especialmente para o evento a demorar algum tempo para recarregar devido ao elevado volume de pessoas a tentarem a sua sorte, lá consegui encontrar os livros que queria escolher entre a oferta e fazer a sua reserva. Fiz a transferência do custo dos portes de envio no dia seguinte e mais de uma semana depois sou surpreendido com um email que me diz que a encomenda ainda aguarda o seu pagamento! Hum?

Quer dizer, paguei e tenho o comprovativo de tal feito, não recebi nenhum email da editora a confirmar que a encomenda iria ser enviada nos próximos dias e ainda por cima, uns dias depois recebo a informação que revela que os dois livros que já deveriam ter chegado encontram-se na balança para não saírem dos armazéns da editora por falta de pagamento dos portes de envio?!

Li pelo facebook da editora que poucas foram as pessoas a já terem recebido os seus livros de forma quase gratuita e muitas mais a fazerem queixas de que ainda não receberam nada em suas casas. Só que a diferença é que eles pagaram e ainda não receberam nem informações nem o prémio e eu paguei e ainda recebi um email a afirmar o contrário.

Já contactei a editora em resposta ao correio que me enviaram e agora aguardo novas informações! O que me parece com tudo isto é que a Editorial Presença não estava minimamente preparada para lançar tal iniciativa, mostrando assim falta de organização e rigor para com os seus clientes que não olham para a editora somente quando esta lhes dá prémios!

24
Fev14

Mais uma da imprensa


O Informador

Cristina Ferreira e Pedro TeixeiraA imprensa nacional é um mimo e com tais notícias que lançam para as bancas só ganham prestígio e do bom. Sim, era isto que gostaria de estar a dizer, mas o que se passa é o contrário... Olhando para esta capa da revista Nova Gente prevê-se que no seu interior exista alguma notícia que leva a crer que os agora solteiros Cristina Ferreira e Pedro Teixeira estão apaixonados ou algo do género. Só que depois, pelas páginas da publicação, o que se encontra é uma explicação sem nexo sobre comentários pelas redes sociais dos fãs de ambos que os gostariam de ver juntos! Oh! Que trabalho de imprensa é este?

A julgar pelo título «Cristina Ferreira encantada com Pedro Teixeira» tudo leva a crer que possa existir algo além do trabalho na TVI que una a apresentadora e o ator, só que tudo não passa de especulação das pessoas sobre um simples comentários que Cristina fez no seu mural de Facebook. A apresentadora de Você na TV!, num dia em que Pedro foi até ao programa 5 Para a Meia-Noite, na RTP, deixou escapar que o ator e o seu colega do blogue Bons Rapazes ficavam bem em televisão, promovendo também o que é da sua casa profissional que agora dirige e desde aí que não mais parou o rol de comentários das pessoas sobre o possível casal, acabando por tais não terem nenhum nexo.

É certo que Cristina tem mostrado desde o programa Dança com as Estrelas um grande carinho por Pedro, mas daí ao amor vai um grande passo e depois de partilhar uma simples frase e todos identificarem tal como um possível começo de romance... As pessoas comentam e partilham o que querem, mas a imprensa especializada na vida dos famosos tem de ter um maior cuidado porque este trabalho que saiu para as bancas mostra a falta de rigor profissional, pensando-se somente nas vendas que tal capa iria fazer e deixando o trabalho de casa do interior da publicação para trás. Pelo menos que tivesse sido feita uma reportagem em condições e com algumas fotos que pudessem comprometer algo, agora o que é mostrado resume-se a fotos de ambos, em separado e um texto com alguns comentários dos fãs no perfil facebookiano da apresentadora.

Mais uma vez a imprensa mostra que prefere vender uma vez e enganar os leitores do que procurar informação garantida para a poder mostrar em primeira mão. Uma revista com anos de experiência não deveria sequer ter tais erros na mesa de reuniões aquando da definição do que irá sair para as bancas pelos próximos dias!

23
Fev14

Vencedores do Passatempo - Vénus de Vison


O Informador

RandomO Informador e o Teatro Aberto juntaram-se para poderem oferecer 5 convites duplos do espetáculo Vénus de Vison, que junta no palco da sala vermelha os atores Ana Guiomar e Pedro Laginha. Agora chegou a altura de felicitar os vencedores do passatempo!

Na próxima Quarta-feira, 26 de Fevereiro, pelas 21h30, quem irá poder assistir a esta espectacular peça que também tive o prazer de ver são...

Nelson Resende

Raquel Barros

Elisabete Teixeira

Ângelo Valério

Maria Vieira

Os vencedores irão ser contactados via email com a explicação sobre a forma de processamento do levantamento do seu prémio!

Tal como pode ser visto na imagem apresentada em cima, os vencedores deste passatempo foram escolhidos através do sistema random.org, que me forneceu assim os números 1, 2, 7, 9 e 13 que se traduziram pela ordem de comentários deixados ao texto onde se candidatavam aos convites.

Um muito obrigado a todos os participantes e votos de um bom espetáculo aos vencedores! A todos deixo o convite para continuarem atentos porque outras oportunidades irão surgir para poderem vencer lugares no teatro, livros, discos...

Vénus de Vison

23
Fev14

Comida do Norte


O Informador

Sempre ouvi dizer que no Norte a comida tem outro sabor e tal facto que passa de boca em boca acaba mesmo por ser verdade quando se consegue presenciar como o que se ouve e lê não foge da realidade.

Quase uma semana pela zona do Porto e posso dizer que todos os dias almocei e jantei em locais diferentes, no entanto, não tenho pontos negativos a destacar sobre a forma como fui servido e com a qualidade dos pratos que me vieram parar à mesa, refeição após refeição. Dos 6 aos 30 e tal euros, em cada restaurante que entrei sempre fui bem atendido e servido. Com todos os pedidos a serem apresentados como o esperado, sempre de prato cheio e com o pormenor da boa educação aquando do atendimento, algo bem característico na zona.

A rivalidade entre lisboetas e tripeiros existe e embora me considere um quase alfacinha, não posso negar que é no Porto que se come bem e que se tem a melhor qualidade no atendimento. Fiquei encantado com as francesinhas, os enchidos, os fritos e guisados, as entradas, o requinte, o bem receber e a simpatia das pessoas com quem me cruzei.

A comida no Norte é óptima e só para estar de estômago recheado de prazer vale a pena andar longe de casa por uns dias! Viva o Porto!

22
Fev14

As promoções dos supermercados


O Informador

Ir a um supermercado e perceber que as famosas promoções, que tanto são apregoadas, não estão correctas não é perceptível a qualquer um, estando só os que estão habituados a mexerem com preços a par do que é feito quando um desconto é oferecido dentro de um período de tempo.

O consumidor comum caí na maioria das vezes no engano das % de desconto direto ou em cartão que é promovido junto do preço ou em folheto, no entanto esse dito desconto não passa na maioria das vezes de um engano, mas o que é certo é que grande parte dos clientes caí no erro, a empresa fica a ganhar e o stock acumulado desaparece num ápice. Um produto que pode custar em média 5€, no dia em que entra em promoção é anunciado como tendo o preço base de 7€, sendo que depois ao ter 50% de desconto passará para 3,5€ e não para os 2,5€ como seria previsto. A promoção acontece na realidade e o preço baixa alguns cêntimos, no entanto o cliente não lucra o que pensa que está a poupar porque ao adquirir estes produtos é bem enganado e muitas vezes de forma descarada.

Lembro-me de ver um artigo que horas antes tinha visto a menos de 2€ a ser vendido depois a mais de 5€ porque tinha desconto em cartão de 50%. Sim, o seu preço foi inflacionado acima do dobro para que ninguém ficasse a perder e o que é certo é que a prateleira já estava a ficar vazia, isto porque as palavras promoções, descontos e ofertas têm um poder único sobre o consumidor.

Que campanhas tão enganosas que os supermercados praticam!

22
Fev14

O Medo


O Informador

Senti medo que terminasse numa altura em que acreditei que estaria tudo bem! Ausentei-me do espaço e dos sentimentos e as coisas foram mudando sem quase me dar conta. Só depois percebi que tudo tinha andado a correr mal nos últimos tempos e tremi com as palavras e com as expressões reveladas que ditavam o suposto fim. O medo deixou-me de rastos mas ao mesmo tempo acabou por pegar nas forças interiores e levar-me a lutar pela reconquista do outro. Não queria deixar tudo para trás numa altura em que acreditava na felicidade e que a deixei ao abandono do hábito.

O medo da perda e da partida fez-me perceber que tinha de fazer algo e mudar o que tinha andado mal até aí! As ilusões e falsas imagens criadas por cada ser desvanecem-se no momento em que se sabe que tudo pode terminar sem existir a intenção de tal acontecer. Senti a perda e a ausência de mim próprio quando confrontado com a falta de algo que achei que estaria bem presente. O receio aliou-se à motivação para recomeçar a reconquista e agora acredito que estou no bom caminho!

Vivi com um sentimento de culpa e resolvi enfrentá-lo de frente porque sei o que não quero perder na vida! O medo é algo fodido!

21
Fev14

A vida de Dora


O Informador

Dora, a conhecida cantora que se celebrizou através da vitória em 1986, ano em que nasci, do Festival da Canção da RTP, agora é mais uma empregada de balcão no McDonald's. Aqui está um caso público onde se atingiu um bom lugar na sociedade do reconhecimento e como aos poucos tudo se vai desvanecendo, acabando em baixo, onde é necessário o recomeço de uma vida!

Depois da vitória no programa musical, de ter andado pelos palcos nacionais e não só, ter visto os seus temas em bandas sonoras de novelas e de já mais recentemente ter integrado o lote de concorrentes do programa A Tua Cara Não Me É Estranha, na TVI, e de ter pousado para a Playboy, Dora agora está onde não era suposto!

A cantora teve tudo, foi reconhecida pela sua voz e talento, atingiu um bom patamar no que toca à música em Portugal e aos poucos foi caindo no esquecimento da sociedade, talvez também pela falta de ambição da própria e pelas vicissitudes da vida, não sei. Dora está neste momento a trabalhar com jovens que dão os seus primeiros passos profissionais, ora por necessidade de sobrevivência ora para conseguirem ajudar a pagar os estudos. No caso da cantora foi o desemprego, que afecta milhares de portugueses, que a levou a ter de recorrer a um balcão da conhecida cadeia de restaurantes para conseguir sobreviver, longe dos tempos áureos que outrora viveu!

O luxo e encanto do mundo que se desfila pela imprensa cor-de-rosa não é suave para todos e aqui está mais um caso onde se passa do arranha-céus ao rés-do-chão!

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

Mensagens

Pesquisar

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador